Capítulo 2

51.5K 2.6K 254

  Quando acordei estava no meu quarto, mas eu não lembrava de ter subido dois lances de escadas. A porta do quarto de Matthew estava fechada. Olhei ao redor no corredor, não havia ninguém. Fui para o banheiro tomei uma ducha, depois desci para tomar café.

— Bom dia Jasmim - digo ao entrar na cozinha, ela me entrega um pedaço de bolo.

—Bom dia Emma - ela coloca uma bandeja com café da manhã ao meu lado, logo um copo com suco de laranja é depositado em cima da bandeja.

— Você tem que entregar para o Matthew, as nove horas. Junto com os remédios.. - ela me explica, depois de uma conversa eu vou um pouco na rua, olho para uma enorme piscina que da vontade de me jogar la dentro.

Quando são nove horas, pego a bandeja e vou até o quarto do Matthew. A porta está encostada, então eu tenho a curiosidade de espionar la dentro. Empurro a porta devagar, vejo uma cama de casal enorme, há um banheiro. Tem uma mega tevê em frente á cama e cortinas douradas tampando a bela paisagem que tinha pela janela. Como não vejo ele, bato na porta.

— Vai bater na porta só agora? - uma voz masculina que vinha de trás de mim assustou-me fazendo deixar cair a bandeja no chão.

— Oh me perdoe - digo descendo correndo as escadas, pego um copo de suco de laranja, pego um pano e subo novamente. Ele estava no mesmo lugar. Parado encostado na parede do corredor.

— Para os remédios - falo entregando o copo, logo depois pego os remédios do bolso e dou para ele.

Me ajoelho no chão e começo a limpar a sujeirada que eu fiz, mas me surpreendo quando ele se agacha ao meu lado e junta o pedaço de bolo espalhado perto do canto da porta.

— Desculpe sou um pouco desastrada - tento puxar assunto.

— Todos somos desastrados - ele ri, enquanto vai juntando.

— Vou ter que buscar outro pano - digo ao ver o pano que eu tinha pegado todo encharcado.

— Não precisa.. - Ele se levanta e tira a camisa revelando várias tatuagens. Eu fico olhando com uma cara de pata.

— Perdeu alguma coisa? - Sua voz grave volta, me levando para a realidade.

— Não, não Matthew - falo quase gaguejando. Ele me entregou a camisa, entrou para dentro do quarto e bateu a porta.

Grosso, estúpido e ignorante. Depois que terminei de limpar, fui para a lavanderia, lavei a camisa estendi no varal e fui até Judith.

— Judith será que eu posso usar a piscina? - pergunto um pouco envergonhada.

— Claro que pode, Dona Katherine sempre deixa usar-mos a dos fundos.

— Obrigada, Judith - grito ao sair da sala.

— Me chame apenas de Jud. — Ela fala alto para eu ouvir, um sorriso nos lábios aparece enquanto me sinto muito bem tratada por ela.

Subo ao quarto e visto um biquíni, enrolo-me em uma toalha, passo pelo quarto do chato, a porta está fechada. Desço as escadas e vou até a piscina dos fundos. O sol estava bem aconchegante para tomar banho de piscina. Dobro a toalha e coloco na borda da piscina, começo a mergulhar. Minutos mais tarde decido tomar banho de sol, como de costume eu tiro a parte de cima do biquíni, colocando ao lado da toalha estendida no chão. Fico deitada de costas para cima por algum tempo. Quando eu ia pegar o biquíni para usar eu levo um tremendo susto, cade o biquíni?

Novamente me tapo com a toalha e tento ver se caiu dentro da piscina mas não havia nada lá. Meu olhar conscientemente para sobre uma janela. Na mesma aquele idiota, esta na sacada com meu biquíni na mão.

— Você é totalmente maluco! - grito tentando ofende-lo mas uma risada sinistra sai de suas cordas vocais.

— Está procurando por alguma coisa? - sua pergunta me deixa irritada, decido ir para perto de sua varando, sua altura fica muito maior que a minha, pois ele estava no segundo andar.

— Sério você só veio aqui embaixo para pegar meu biquíni? - Pergunto ficando cada vez mais furiosa..

— Não sei se você sabe, mas.. adoro irritar as pessoas - ele sorria como o que estava acontecendo fosse normal.

Caminho para dentro da mansão do McVay, com cuidado para que Jud e Jasmim não me vejam, subo apressadamente as escadas. Logo estou batendo na porta do Matthew.

— Precisa de alguma coisa? - Ele da seu melhor sorriso.

— De-vol-ve. - Ele entrega meu biquíni, o mesmo todo cortado, o que esse idiota havia feito?

— Você estragou!? - engulo em seco, minha mãe havia me dado, era tão especial para mim.

— Apenas deixei ele moderno - seu tom de voz é sarcástico.

— Você é um idiota, só maltrata as pessoas para sentir-se melhor, mas se você quer saber eu não vou desistir tão fácil. Minha família precisa de dinheiro - digo enquanto empurro ele com força, tentando derruba-lo mas minha tentativa é falha e novamente ele bate a porta na minha cara.

***

— Por que ele é tão maluco? — Pergunto para Jasmim, que recolhe as roupas do mesmo.

— Ele namorava uma garota chamada Sophia, mas aconteceu algo com os dois.. não me contaram o que. Quando ele estava voltando embora acabou batendo o carro e ficou assim.

— Então ele nem sempre foi assim? — pergunto me achando um tipo de detetive particular.

— Na verdade ele era um cara bem legal para se falar a verdade... — Jasmim é interrompida.

— Sou legal por que? — Matthew aparece na lavanderia. — Porque eu te dava uns beijos? Acho que agora posso ser eu mesmo, sem ter que ficar preocupando com o que os outros vão pensar.. - ele debocha.

— Ei calma - digo tentando controlar a situação, pois Jasmim estava com os olhos lacrimejados.

— Se você querer fazer igual a minha querida irmã, desisti.

— Gabriella já estava cheia do que você andava aprontando, a culpa foi sua de ela ter partido. - Jasmim diz saindo da lavanderia — E quer saber.. - Ela se vira para ele novamente. — Eu me demito.

Querida BabáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora