Two

3.2K 376 205

Os olhos de Jin se abriram, assim que a claridade que se fazia presente no quarto se intensificou.
Um leve sorriso brotou em seus lábios ao sentir os braços de NamJoon o apertar em um abraço conchinha.

- Sabe o quanto você fica lindo dormindo? - O maior perguntou e o sorriso de Jin pareceu aumentar e suas bochechas tomarem uma leve coloração.

- Não me deixe envergonhado a essa hora da manhã. - protestou assim formando um pequeno bico que logo fora tomado em um breve selar.

- Tarde, Baby. - seu marido o corrigiu e o mais novo arregalou os olhos.

- Por que não me acordou, NamJoon?!

- Porque hoje é sábado, você não precisa trabalhar, porque eu queria ficar agarradinho com você a manhã toda e porque como eu já disse: Você fica lindo quando esta dormindo.

- Mas eu preciso ajeitar a casa. - disse o menor tentando se levantar.

- Ei! Você não é nenhum empregado ou escravo. É meu esposo, quero que descanse SeokJin.

- Não me chame assim... - o mais novo formou um pequeno bico em seus lábios.

- Só se prometer ficar aqui comigo... só mais um pouco. - pediu NamJoon, beijando o pescoço do esposo, arrancando um arrepio do mesmo. - Eu ajudo com a casa depois.

Jin sorriu com o dito e apenas se ajeitou nos braços do marido, recebendo carícias deste e vez ou outra, alguns beijos pelo rosto. Não deixando de reparar o quanto o maior era carinhoso e extremamente cuidadoso consigo. Pensava o quanto era sortudo por tê-lo junto a si.

NamJoon não pensava diferente. Estava sempre agradecendo aos céus por ter posto Jin em seu caminho. O mais novo quando surgiu não fez nada mais, nada menos do que deixar sua vida de cabeça para baixo, para logo em seguida, colocar tudo em seu devido lugar, da forma mais organizada e Perfeita que NamJoon poderia imaginar que sua vida um dia chegasse a ser.

Após algum tempo com apenas beijos e troca de carícias, ambos se levantaram para seguirem em direção ao banheiro.

- Nem pensar! - Disse Jin ao ver NamJoon o seguir e logo tratou de fechar a porta para que o mesmo não entrasse.

- Jinnie! - O maior o chamou. - Deixe-me entrar, bebê.

- Não, você vai abusar de mim.

- Juro que não.

- Eu não acredito.

- Por favor, Jinnie.

Jin abriu a porta do banheiro e deixou que o outro entrasse, já sabendo que seria agarrado e teria um beijo arrancado de seus lábios enquanto fosse prensado na parede gélida do cômodo.

Estava enganado.

NamJoon realmente não tentou nada.

O que deixou Jin, levemente... Frustrado?

Perfect | Knj ☆ Ksj  | 》Mpreg《Leia esta história GRATUITAMENTE!