Com todo amor, Ana

4K 242 105

Um aviso: escrevi isso praticamente um mês antes porque me deu um surto de inspiração.

A foto na multimédia sou eu (linda, feia, nao ligo, ainda sou a sereiana), para o caso de se um dia me virem na rua (quem sabe), saibam que podem pular em cima de mim e me encher de tapas. Só não levem uma katana, tenho horror desse troço.

Primeiramente, vou começar agradecendo a vocês, por me darem tanto apoio. Por seus votos, comentários extremamente maravilhosos, as mensagens deixadas no meu perfil, as pessoas que entraram no grupo e alegram meus piores dias. Gosto de dizer que nesse tempo, eu comecei a fazer parte de uma família. A família Clouds.

Em Agosto, eu não imaginava que tantas pessoas leriam minhas histórias e que parte dessas pessoas iriam me apoiar tanto.

Obrigado, obrigado e mais um grande obrigado.

Eu não sei nem como agradecer porque é muita coisa para minha cabeça, estou finalizando minha primeira história com uma pequena dorzinha de saudades e uma grande alegria de ter chegado ao fim de um trabalho meu, uma meta concluída com sucesso.

A todos que me acompanharam desde o começo, a todos que começaram a acompanhar bem no final, a todos que contribuíram pra eu estar aqui hoje.

Já tive pensamentos horrorosos que quase me fizeram desistir, todos temos em algum momento, não? E hoje me encontro aqui, tentando agradecer em palavras o quanto sou grata e amo meus leitores. Mas isso parece impossível.

Isso não é uma despedida, pode apostar que não. Bem longe disso, 2016 ainda trarei muitas histórias para vocês. Que aliás, estão guardadas em meu rascunho esperando pacientemente o tempo certo.

Tive a chance de conhecer pessoas maravilhosas aqui, uma delas foi a Marina, ou Menina Mari como costumo a chamar. A fazedora de capas divas que aguenta meus desabafos e meus momentos de loucura. mahlzx você é uma pessoa maravilhosa e não deixe ninguém dizer o contrário!

E a linda da Lets, que me ajudou pra caralho massacrando meu ex crush e ainda se juntou a mim com alguns toques de Clouds, essa menina é demais. Inspira pessoas como eu com sua história Army, e tem a paciência de escrever Bus comigo. Uma história larriezinha que nos faz imaginar inúmeras possibilidades. Ela divide momentos escrotos comigo, e faz parte deles as vezes.

A minha melhor amiga Patricia que me aguenta todas as horas, menina, temos quatro anos de amizade e muito mais pela frente. Obrigada por apoiar meu sonho de ser uma possível escritora, você é a melhor. Divido momentos mágicos com você que inclusive, fizeram parte dessa história. A amizade de Lola e Lia é baseada na nossa: louca, confusa e pra todas as horas.

Essas foram as três pessoas que mais me deram forças no meio disso tudo.

São tantas pessoas que não vai caber aqui, o pessoal do grupo está incluso nisso. O grupo de clouds (ou Baile de Clouds, como preferimos chamar), foi uma das melhores coisas que me aconteceram nesses últimos tempos. Saber que posso sempre contar com essas pessoas é revigorante, espero que saibam que possam sempre contar comigo. Eu amo tanto essas garotas e se alguém quiser entrar, sempre haverá vagas, mas me envie o número por in-box pelo fato de que talvez não consiga ver no meio dos comentários.

Muitas pessoas me acham metida ou qualquer coisa desse gênero me vendo por fora, mas eu gosto de provar que não atendo a essas expectativas. E espero que vocês também não.

Um último conselho: não deixem que ninguém as façam desistir de seus sonhos, seus objetivos e seus conceitos. O mundo é uma diversidade. Cada um tem sua cor, opinião, opção sexual... mas em nenhum momento se sintam incapazes disso. Sejam diferentes, afinal, as pessoas diferentes são as melhores.

Quantas vezes pessoas riram de mim por escrever e ler Fanfics? Minha própria irmã fez isso, e ela é uma das pessoas mais próximas a mim. Mas foi por causa disso que eu continuei e estou aqui hoje, foi por causa de vocês.

Não deixem essas palavras irem em vão, e saibam, se estiverem com algum problema podem falar comigo por inbox ou pedir meu whatsapp, estarei sempre aqui para vocês.

Sei que estive bastante sumida nos últimos tempos mas nada me impede de me afastar de vocês, acreditem, vou tentar ao máximo ficar próxima de todos. Então se quiserem me pedir conselhos para histórias ou divulgar alguma, inclusive, pode contar comigo. Se precisarem de ajuda com sinopse ou qualquer coisa do tipo, pode contar comigo. Qualquer que seja o probleminha, podem contar comigo sempre.

Isso não é uma despedida, decidi que não vou fazer segunda temporada de Clouds mas quem vai me segurar de fazer capítulos extras? haha

Obrigado por serem tão maravilhosas e a gente se vê em Alasca, hein? E talvez em histórias originais no futuro.

Acho que ninguém pode medir o que eu sinto por vocês.

All the love, Ana.

Clouds → Rafael Lange | CellbitOnde as histórias ganham vida. Descobre agora