Chapter 7 : Um erro muito bom

5.4K 697 40


As mãos de Sean continuavam me apertando, puxando meu corpo de encontro ao seu. Quando percebeu que meu celular continuava tocando suas mãos me soltaram. Ele parou de me beijar e ainda ofegante olhou com raiva para o lado do passageiro onde estava a minha bolsa. Pude ouvi-lo resmungando algo. Eu estava agarrando seus cabelos com uma mão e a outra estava tocando seu peito por cima de sua camiseta. Minha respiração ainda estava rápida devido aos beijos de Sean.

- Des-desculpa.. Eu.. Eu preciso atender - disse olhando em seus olhos.

Sean assentiu com a cabeça e me levantei de seu colo apoiando em seus ombros, pude sentir meu corpo se retorcendo por isso. Queria ficar em cima desse homem a noite toda se pudesse, com suas mãos por todo meu o corpo. Sean me ajudou me levando até meu banco ao seu lado. Abri minha bolsa e peguei meu celular. Celular idiota.

- Alô? - disse meio a contragosto.

- Alô?! Alô merda nenhuma, onde você esta flor? Te procurei no bairro todo! Não me diga que ainda esta nessa empresa idiota. Eles não te pagam por isso ai não mulher, você rala demais - Jason gritou do outro lado da linha.

- Oi Jason, desculpa, acabei perdendo a hora. Oque foi?

- Ah nada, só queria me desculpar por ter te deixado na mão hoje de manhã, foi mal. Você sabe a Kate me persegue.

- Aham, e você nem gosta dessa perseguição não é mesmo. Tudo bem, você esta me devendo uma, de novo. Quando eu chegar te aviso, ok?

- Tudo bem, boa noite Flor.

Desliguei o celular e encarei seu visor. Não sabia o que iria dizer a Sean. Há um minuto eu estava em seu colo, agarrando seus cabelos e o beijando loucamente. Até gemendo eu estava. Deus onde é que eu estava com a cabeça? Eu sei no que, em nada. Nesse pouco tempo que estive com Sean percebi que perto dele eu perdia totalmente os meus sentidos. Não conseguia controlar meu corpo, era como se ele fosse um imã me puxando cada vez mais.

- Me desculpe por isso Sean e por.. você sabe.. Não sei o que deu em mim, isso foi um erro - um erro... muito bom - sinto muito. Você pode me levar para casa agora? - disse olhando ainda para a tela do meu celular, não conseguia encara-lo, estava muito envergonhada. Até que eu e Kate não somos tão diferentes afinal. Estava me odiando no momento.

Não queria ter dito aquilo, porém queria acabar com isso antes que ele o fizesse. Sean parecia ser um homem bom, mas eu nem o conhecia direito e me entreguei a ele de um jeito que nunca fiz a homem algum. E vamos cair na real, Sean era um empresário e pelo seu terno e sua bela postura se vê que é bem sucedido além de ser divinamente lindo e quem sou eu? Uma, literalmente, pobre órfã que nem tem seu próprio teto e que possui uma beleza aceitável. Além de ser uma mera secretária que conseguiu emprego não por ser boa no que faz ou pelo bom currículo, mas porque o Senhor Maxon teve pena e me contratou.

Não podia me iludir no momento, provavelmente eu seria somente mais uma aventura para ele. Não podia me submeter a isso. Posso não ser a altura, mas ainda tinha um pouco de dignidade. Não ia ser mais uma ficada em sua lista.

Sean estava quieto. Vi de canto de olho que estava sério com a cabeça encostada no descanso de cabeça do seu banco, olhando para o teto do carro. Deu um suspiro bem forte e voltou sua mão no volante. Olhou para mim de relance, e voltou seu olhar para frente.

- Eu não sinto. - por fim disse, e começou a dirigir.



Obrigada por ler mais um capítulo meu livro! Agradeço do fundo do coração :D

Eu posto os capítulos todo sábado e pode ser que role alguns extras na semana. Não se esqueça de votar, comentar e indicar o livro, caso esteja gostando, claro haha. Mais uma vez muito Obrigada.

Boa leitura e até sábado que vem !

Sempre sua Luce  (COMPLETO)Leia esta história GRATUITAMENTE!