Olhei pra ele enquanto comia o croissant, e um sorriso se esboçava em seu rosto, ainda concentrado.

- Que foi? Nunca viu uma garota esfomeada?

- Nunca. - ele admitiu, me olhando rapidamente.

Estávamos na ultima esquina que dava para a escola, quando ele pegou um boné e óculos escuros do porta luvas do carro do tal Yuri.

- para não ser reconhecido. senão, irá complicar não só pra mim, mas para você também.

Eu entendia. Essa vida de famoso não deveria ser essas coisas toda não.

Ele parou o carro quase de frente para o portão da escola. Claro que havia muita movimentação ainda naquele horário. Alguns olhares curiosos, no entanto, nem liguei.

Olhei pra ele, agradecida e dei um tchauzinho meio besta, mas ele retribuiu sorrindo.

- Um jantar hoje a noite? Como forma de agradecimento?

- Hum..

-Passo na sua casa, às sete e meia. Não aceito um não como resposta.

Dizendo isso, ele saiu, me deixando parada feito uma tonta, olhando-o sem sequer me.dar conta que o porteiro berrava o meu nome.

Assim que entrei, as aulas ainda não haviam começado, pois haviam alguns alunos ainda fora das salas.

Corri para pegar a primeira aula.a tempo, e assim que entrei na sala tive sorte por nenhum.professor ter chegado. Ainda.

Assim que sentei e dei meu primeiro suspiro aliviado, uma bolinha de papel foi parar na minha cabeça.
Gih.

Abri o papel,certa de que havia alguma coisa escrito.

Porque chegou atrasada? Isso tem algo a ver com algo que voce nao me contou AINDA? Precisamls conversar,Srta Forbes

Giselli

Olhei pra ela, que ja nao me encarava mais.

As três primeiras aulas foram chatas e completamente enfadonhas.

Quando tocou para o intervalo, a maluca da gih ja veio me bombardeando de perguntas.

Fomos até o pátio onde contei a ela tudo o ue havia acontecido. Desde o novo emprego até o beijo. E o fato de que dormimos na mesma cama. Agarrados.

- Naoooo...

- Sim...

- Não....

- Sim, Gih. Tudo verdade. Cara, ele beija muito bem e é muito perfeito!

- E nao rolou mais nada além desse beijo aí?

- Nao né?

- Pois, se fosse eu...

- tá bom.. Duvido que você fosse alem dos beijos...

- Claro que nao.. Mas também nao iria tãaaaaaao alem assim... Umas mãos bobas rolariam com certeza.

Eu RI. A gih era péssima. E além de tudo, sem noção. O intervalo passou que nem notamos.. Na verdade só notamos quando tocou.

- vamos...

- Dorme lá em casa hoje?

- Ih, Lalá, não vai dar.. Meus pais estão indo para Canterville pegar um primo meu e eu terei que ir junto... E você sabe que Canterville nao é tao perto assim nao sabe?

- Sei.. Oh poxa.. Tudo bem, então.

- Ahhhh deixa eu te contar...

- O que? - perguntei, sem entender.

- Sabe o Caíque? Aquele loiro gostoso do outro terceiro ano?

- Sim, eu sei.

- Então... A gente ta se falando agora.. E ele quer ficar comigo!

Nao acreditooo! Caíque gama! O cara por quem Gih sempre teve uma queda  daquelas?

- Desde quando quando estão se falando? Porque nao me falou, sua vadia?

.- Você estava ocupada demais com o gostoso styles.. E também, foi do nada. Frequentamos os mesmos lugares, e sábado passado, eu e a Bia, minha prima, saímos para uma festa na casa do namorado dela, e eu acabei encontrando o Caíque.

- Humm...

- mas e você, e o Styles? Foi pegação mesmo? Cara, eu daria tudo pra ver ele molhado e sem camisa.. Se bem que ainda prefiro o Caíque mas ok...

- Tá bom... Olha Gih, começo a trabalhar nesse fim de semana...

- que ótimo,amiga! Vem cá, você nao pode arranjar um pra mim, também nao? Meus pais estão quase cortando minha mesada porque segundo eles estou prestes a fazer 18 anos. Aff.

- Vou tentar... Mas não prometo nada.. Só consegui esse porque a gerente foi muito com a minha cara, sabe? Mas, bem.. Preciso ir.. Tenho um almoço ainda pra fazer! - falei sorrindo para a minha melhor amiga.

- Tudo bem. Mais tarde me liga, ta? - gih falou. - Tchau, Lalá!

E assim, cada uma foi para o seu lado.

Para minha sorte, o ônibus nao demorou, e então em 20 minutos descia faminta para a minha casa.

Destranquei a porta, e deixei a mochila no sofá, assim que entrei. Fui direto pra cozinha, organizá-la, pois estava o caos desde que tomei café da manhã com Harry, mais cedo.

Aliás, por onde ele anda? Será que está pensando em mim?

Meus pensamentos logo se desfizeram e Foquei em arrumar minha cozinha.

Quando vi que estava tudo organizado, comecei a fazer meu almoço. Arroz branco, salada de legumes, e alguns bifes à milanesa.

Estava ouvindo a radio, e cozinhando distraidamente quando meu celular apitou.

Como eu sou aquele tipo de pessoa que mal consegue se concentrar quando ouve o barulhinho de mensagem chegando, fui pegar o celular e ver o que era.

Assim que abri, tinha escrito:

Lembre-se do nosso jantar hoje a noite. Esteja pronta, passarei às 19:40hs.

H.S.

eu nem lembrava mais desse jantar... Caracas!

50 Tons de Harry Styles Leia esta história GRATUITAMENTE!