Ele é perigoso

1.5K 80 1

Rafael On

Acordei e vi a Milena do meu lado, ela tava falando que gostava de mim, e quando já tinha terminado de falar ela começou a chorar. A chamei, e perguntei se tudo o que ela havia falado era verdade, a mesma confirmou, também falei umas coisas pra ela mas ela me interrompeu me beijando.
Nossa como eu amo quando ela me beija, mas tudo que é bom dura pouco, a porta se abre revelando Gustavo, que estava assustado quando viu a cena e começou a falar um monte de merda para a Mi

Gustavo- eu sabia, você tava me usando, sua vadia.

Mi- eu vadia? Eu acho que você está completamente errado meu querido. Vadia é aquela menina com quem você estava conversando na quadra um dia desses, aquela lá é vadia, não eu- a Mi ficou doida, não tava entendo nada- E a propósito, o que vocês estavam conversando aquele dia?- ela ergueu uma sombrancelha

Gustavo- isso não vem ao caso, você acabou de me trair com o meu próprio primo. E você Rafael o que a dizer sobre isso?

Fael- eu não tenho nada a dizer- dei de ombros, ele ficou com mais raiva ainda.

Mi- vem ao caso sim- ela retrucou- anda eu quero explicações Gustavo AGORA- ela gritou, uma coisa que eu aprendi com o tempo de convívio com a Milena nunca, nunca mesmo estresse ela.

Gustavo- você esta tentando mudar o rumo dessa história.

Mi- cala a sua boca me fala agora, se não nunca mais precisa olhar para minha cara. A e antes que eu me esqueça ACABOU tudo o que a gente tinha, ou poderia ter.

Gustavo- você não pode fazer isso. Eu te amo- ele se ajoelhou nos pés dela.

Mi- se me ama, conta logo.- ela saiu de perto dele e cruzou os braços.

Gustavo- se eu te contar, promete que não falar que sou um louco obcecado?

Mi- não prometo nada, e fala logo não tenho o tempo todo para você.

Gustavo- ta, eu estava fazendo um plano com ela, como ela gosta do Rafael e eu gosto de você, a gente resolveu armar para vocês dois, Mi eu não sei viver sem você, Eu te amo.

Fael- pera ai não to entendo mais nada.

Mi- é que eu um dia, peguei ele conversando com a Beatrice- fiquei pasmo- e você é um louco, não sei porque eu aceitei namorar contigo

Fael- nem eu- falei baixinho,mas acho que ela escutou.

Gustavo- você vai ser minha, se não for minha não vai de mais ninguém- ele falou isso saindo batendo a porta.

Fael- tenso. Será que ele vai fazer alguma coisa com você baixinha?

Mi- não sei. Pera aí tu me chamou de baixinha?-assenti- a culpa não é minha que tu é uma girafa, eu to do tamanho normal para a minha idade.

Fael- nossa ta mesmo, quanto tu tem 1,50?- comecei a rir

Mi- só não te bato, porque tu ta numa cama de hospital, se não tivesse você ia se ver comigo- ela falou toda brava.

Fael- vem cá minha baixinha- ela veio

Mi- sua? Desde quando?- deu um sorriso.

Fael- desde sempre, só minha. E não faça mais isso.

Mi- isso o que?- ela sorriu denovo

Fael- não ri desse jeito, tu acaba comigo só com isso.

Mi- bobo- a puxei e dei um selinho, nessa hora alguém entra no quarto, não se tem mais paz não?

Laura- aaaanw que lindo o casal. Acho que estou atrapalhando, to indo embora.

Fael- ta mesmo- falei e ela gargalhou.

Laura- a espertinho só por isso eu vou ficar aqui, e me diz o que aconteceu aqui, pro Gustavo ter saido furioso- contamos tudo pra ela, até a parte da Milena falar o que sentia por mim.

Laura- SABIA, porque nunca me contou? E o que ele quis dizer com isso? Toma cuidado vocês dois viu.

Mi- porque, eu também não sei. Talvez seja por você ser a irmã dele, acho que é por isso- nos rimos- vou tomar, vai saber o que ele vai fazer.

Isso ficou martelando na minha cabeça, se ele encostar um dedo nela, eu quebro a cara dele...

OpostosWhere stories live. Discover now