For every story tagged #WattPride this month, Wattpad will donate $1 to the ILGA
Pen Your Pride

primeiro

7K 229 70

Uma festa. Muitas bebidas.
Poucos goles. Muito feliz.
Muito lindo. Pouco educado.
Muito gostoso. Pouco equilibrado.
Muita fumaça. Poucos cigarros.

Festas animadas, com muitas bebidas, muita tentação. Típicas festas da Califórnia.

Chego na festa de Tiffany, sinto mãos ao redor de mim, me viro e vejo um estranho. Tiro lentamente suas mãos de mim, dando a entender que não estou o dispensando.

Gostosa. É o que ele parece estar pensando. Gostoso. É o que eu estou pensando.

Olhos castanhos claros levemente embriagados, cabelo levemente bagunçado, blusa xadrez, calça jeans e adidas. Gostoso, sim.

Nate - diz ele com sua voz me causando arrepios.

Melanie- digo o fazendo sorrir de lado.

Certo, melanie. - diz causando uma lentidão ao falar a primeira sílaba.

"I love me. Gonna love myself, no, I don't need anybody else. Hey. Gonna love myself, no, I don't need anybody else"
No instante que o refrão começa a tocar abro um sorriso instantâneo vou logo dizendo " aí eu am..." Nate me interrompe dizendo para irmos para cima pois essa música é entediante. O sigo pelas longas escadas em forma de caracol e chegamos em uma porta, Nate a abre e vejo Victoria e August trepando.

Oh merda, saíam - diz Nate calmo demais.

Os dois pegam suas roupas instantaneamente e saem sem se vestir.

Me explica isso - digo confusa. Ele me olha com uma cara de sarcasmo.

Eles estavam transando - diz ele dizendo o óbvio.

Jura? -digo rindo - Eu estava falando da tua "autoridade" - ele coça sua nuca digamos que constrangido.

Sou meio-irmão da Tiffany. -ele diz sério.

Ah - estupidamente falo apenas isso.

Ele tira sua camiseta mostrando suas tatuagens em seu peitoral e sua definição. Ele me olha, percebendo meu olhar em seu tronco.

Vem cá - diz ele. Começo a tirar meus saltos que já não estão mais tão confortáveis quanto na loja.

Deito em seu lado, ele senta na cama, abre um pequeno pacote ao lado, no criado mudo. Pega uma folha de seda, põe as ervas e enrola no papel, acende o esqueiro. Coloca o cigarro feito na hora em sua boca, suga o ar pela boca fazendo a mesma se encher de fumaça, ele tira lentamente o cigarro de sua boca e solta a fumaça trazendo um clima agradável ao quarto. Ele passa o cigarro para mim e faço o mesmo processo que ele. Ficamos passando o cigarro repetidas vezes um para o outro.
Ele pega seu celular, e a luz da tela o faz fechar o olho com força, logo ele se acostuma e começa a mostrar vídeos de páginas do instagram e nós dois começamos a rir, rir muito. Efeito da maconha claro, olho para ele sorrindo forte, vou me aproximando de seu rosto e ele do meu.

Oooow - ele fala com seus olhos avermelhados.

Ahn? - digo frustrada.

Você tem um piercing na gengiva? - diz ele empolgado. Empolgado e calmo.

Tenho -digo levantando meu lábio superior com a intenção de mostrá-lo melhor.

"nerves" - fanfic w/ nate maloleyLeia esta história GRATUITAMENTE!