Capitulo 31

42K 2.4K 111


POV EMMA

Confesso que esta tudo muito confuso na minha cabeça, os enigmas que Noah deixou no ar ontem, alias ele estava enigma puro ontem. Os beijos, a dança, o jogo, não sei aonde ele quer chegar mas não vou entrar nos jogos dele!

Breno: vai demorar ai?

Emma: não, só estou pegando uma toalha já desço pode ir- pego as toalhas e saio do quarto, mas infelizmente dou de cara com Noah

Noah: você poderia nadar com roupa de mergulhador não é?

Emma: e porque eu seria estranha a este ponto?

Noah: me pouparia um pouco, bem pouco- fala se aproximando

Emma: te poupar do que garoto? Ta bêbado ainda?

Noah: me pouparia de te ver assim e não poder te agarrar nem lembrar da noite que dormi na sua casa

Emma: se afasta Noah- digo a ele quando se aproxima ficando perto do meu corpo

Noah: eu preciso de um beijo Emma, uma dose diária não mataria!- seu corpo se aproxima ainda mais me lembrando que ele esta apenas de sunga

Emma: para de ser idiota Noah, sai!- falo mais firme mais ainda assim é inútil

Noah: eu... não posso Emma, não quero mais ter que fingir que você não me atrai, tudo isso vai ficar bem pior com você morando aqui

Emma: se o problema é eu morar aqui eu saio sem problema algum, eu posso ficar...- ele me interrompe

Noah: não Emma, não é isso! Eu só não quero mais ignorar a vontade de te beijar, estar com você, não quero que vá embora!- AM? Oi? Espera um momento, acho que eu me perdi no meio da conversa ou talvez da vida, ele me odeia, por que ta falando tudo isso? Isso é muito para minha cabeça

Emma: Noah, para de falar essas coisas, você não gosta e nem nunca gostou de mim, não o que esta acontecendo de verdade, mas acho que já pode par...- ele revira os olhos e interrompe com um beijo, como ontem, mas agora não consigo afasta-lo, ele abre a porta do meu quarto e me guia pela cintura, sua mão gelada me faz arrepiar e ele continua a me beijar, isso já foi longe de mais, tento me afastar mas é inútil ele me pressiona contra a parede e sinto sua ereção, empurro ele para longe com forças que eu nem sabia que tinha

Emma: isso... não pode mais acontecer- falo apontando o dedo para ele e corro do quarto pegando as toalhas que caíram no chão

Vou para piscina e todos permanecem lá, Luke e Sophia brincando com o Breno enquanto Goretti e Diego conversam sobre algum assunto mais afastados, me junto as crianças que estão jogando água no Breno

Breno: até que enfim estava quase indo te buscar

Emma: temos que conversar depois

Breno: eita, o que aconteceu?

Emma: quando eu falo depois significa outra hora, não agora!

Breno: nossa se você não me explicasse

Noah: ola familia!- fala pulando na piscina molhando todos, na verdade todos estão molhados menos eu!

Breno: achei que era uma baleia pulando!

Goretti: crianças, tenho só da Emma por ter que aturar vocês

Breno: fica calma tia, a Emma me ama, tenha dó por ela aturar o Noah

Diego: sem fala mal do meu filhão

Breno: não falem do bebe do papai!

Noah: já chega disso vai, Sophia vem nadar!

Sophia: não quero!

Noah: ta vendo como são as coisas, o Luke mal chegou e ela já me trocou, qual problema dessas mulheres?

Breno: ela só é uma criança e você tem que parar com essa mania de achar que todo mundo é igual a Bruna!- o olhar de Noah fica perdido e ele se senta na borda da piscina

Goretti: ele não quis falar nela Noah!

Noah: não mãe, ta tudo bem!

Diego: não precisa estar tudo bem sempre Noah!

Noah: mas esta pai, fica tranquilo- eles tentam dispersar e ficam brincando com as crianças, Noah entra logo depois e eu penso em ir atrás dele, mas se eu for pensar sei que não vou!

Me levanto sem ser percebida já que eles estão envolvidos com as crianças, procuro por ele mas não o encontro no andar de baixo, o único lugar que ele pode estar é o quarto, subo as escadas receosa sem saber o que vou encontrar, bato na porta e não obtenho respostas então entro sem mais avisos, não o vejo de primeira o que me faz procurar, não esta na cama, nem no banheiro, vou até a varanda e encontro ele sentado no chão olhando a rua!

Emma: oi- falo me aproximando e ele se assusta

Noah: o que foi?- responde ríspido

Emma: se for me tratar mal já fala que eu vou embora!

Noah: então vai!

Emma: qual seu problema Noah? Em uma hora você me odeia, faz eu perder meu emprego, na outra fala que sente atração por mim e simplesmente me beija e agora que eu estou tentando ajudar porque ta na cara que você ta mal você simplesmente me ignora, já cansei das suas mudanças de humor!- disparo as palavras sem pensar e logo me viro para ir embora

Noah: espera Emma!- sua voz sai baixa e eu me viro de volta- senta aqui

Emma: pra que? Para me xingar mais de perto?- ele se levanta e se aproxima de mim e então cruzo os braços de forma defensiva

Noah: não Emma, só quero me desculpar, não devia ter descontado em você a raiva que eu levo comigo, mas também não vou te contar

Emma: tudo bem, tiro minhas próprias conclusões sabendo que a Bruna já foi sua namorada e fez você sofrer

Noah: mas foi exatamente o que aconteceu então não me pede para explicar- seu olhar esta triste repleto de lembranças que tiram seu brilho do olhar e o sorriso do rosto!

Emma: vem aqui- seguro ele pela mão e o levo para sentar na cama- ontem quando eu não queria falar sobre o que aconteceu em casa você me fez confiar em você e contar tudo, só estou dizendo que eu estou aqui agora e você pode falar comigo!

Noah: é diferente Emma!

Emma: por que é diferente? Espera já sei, porque quando os problemas são dos outros eles parecem bem pequenos, mas não são Noah, são problemas que tiram nossa paz e mesmo assim eu ainda estou aqui pedindo para você me contar mesmo sabendo dos meus problemas!

Noah: desculpa Emma eu só não posso contar, se eu contar vai vir a dor e eu não gosto disso!

Emma: tudo bem, mas você já esta sentindo essa dor e acredite quando contamos para outra pessoa ela diminue!

Noah: você pode só ficar aqui comigo? Eu acho que vou ficar melhor!

Emma: tudo bem!- Nos deitamos na cama e ele se deita sobre minha barriga e em um gesto automático estou mexendo em seus cabelos, longos períodos de silêncio total se quebram quando ele começa a falar

Noah: foi no ano passado, eu tinha uma namorada chamada bruna como você já sabe, eu fazia de tudo por ela comprava presentes caros, levava ela para sair, troquei meus amigos por ela e ao contrario do que você pensa eu era legal com ela, mas ela preferiu me expor ela tirou de minha os maiores segredos que nem tem tanta importância assim, mas ela me difamou pela escola inteira e fez um vídeo meu, nele ela dizia que eu era o maior idiota e que todas a mulheres deveriam namorar comigo e tirar meu dinheiro, naquele vídeo ela aparecia com outro garoto, enfim depois de toda merda eu mudei de escola e o Ruan mudou também!- sinto suas lagrimas molharem minha barriga mas não nos movo

Emma: quer saber a verdade? vamos começar por essa garota ser uma idiota e terminar por ela ser uma vadia?

Noah: só queria me desculpar porque no dia que briguei com você e fiz você perder o emprego tinham me provocado com o vídeo, não que eu não seja idiota porque eu sou mesmo, mas foi depois de tudo isso!

Emma: tenho que concordar que você é um idiota mas acho que você não foi o idiota da história entre você e ela, se você era tão bom para ela isso não devia ter acontecido!

Noah: foi tudo por uma aposta, uma aposta ridícula que acabou comigo

Emma: mas acabou Noah, isso já passou e agora ela ta bem longe, ou não, mas o que importa é o importante entendeu?- falo tentando fazer uma piada mal sucedida, mas ele se senta na cama e me observa

Noah: você é o que importa Emma!

A babáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora