Capitulo 30

36.4K 2.2K 59

oioii gente, tudo bem? espero que sim, vim dar um breve recado, como segunda-feira eu vou viajar não vou conseguir postar porque o sinal lá é ruim, então vou tentar postar dois capitulos por esses dias para compensar semana que vem! beijooos



POV NOAH

Essa noite foi mais que longa, ver a Emma triste me deixa estranho, não sei bem como me sinto, mas confesso com meu egoísmo que é melhor vê-la triste do que sendo consolado por um monta de homem. Ela é linda e qualquer pessoa nota isso, sei que estou me aproximando pelo motivo errado mas acho que mesmo que houvesse esse motivo eu ainda me aproximaria, ou não...

Depois de algumas partidas de corrida a rivalidade já é maior, claro que eu ganho, ela mal sabe acelerar e frear, ela emburrada fica ainda mais bonita mas hoje quero ver aquele sorriso de sempre, perdi uma partida de propósito e o seu sorriso mal cabia no rosto!

Emma: acho que você poderia me deixar ganhar mais vezes

Noah: mas assim você faria beicinho falando que eu roubei todas as outras

Emma: isso não tem graça, vou jogar todo dia só para ser melhor que você

Noah: isso eu duvido mas tudo bem!- alguns minutos de silencio preenchem o ambiente

Emma: bom, já jogamos de mais então... eu vou deitar- diz se levantando e quebrando o silêncio

Noah: você esta agitada, o que achar de fazermos um lanche?

Emma: é... tudo bem!- ela responde hesitante mas me segue até a cozinha

Noah: tem cereal, você gosta?

Emma: pode ser!- pego duas vasilhas enchendo de cereal e comemos em silêncio

Noah: gostei deste vestido

Emma: sua mãe e o Breno que escolheram- responde com vergonha

Noah: eu sei, só não gostei da parte do Breno mas tudo bem

Emma: achei que tinha superado isso

Noah: não é isso Emma!

Emma: tudo bem Noah, esquece isso, quem sabe um dia você descubra que eu não sou uma pistoleira nem namoro qualquer um!

Noah: Emma olha pra mim- falo segurando seu rosto entre as mãos- você entendeu errado e eu não expliquei, eu tinha ciúme de você só não queria admitir nem para mim mesmo, mas agora eu admiti ok? E já que estamos em um momento de bastante sinceridade eu estou louco para te beijar- seus olhos se arregalam e ela me olha confusa, eu entendo bem sua confusão afinal eu sempre fui idiota com ela

Emma: eu... é... Noah...- ela tenta falar mas não deixo, apenas a beijo, ela tenta recusar mas eu insisto estou com vontade de fazer isso dês da noite do meu aniversario

Noah: me desculpa- falo assim que terminamos o beijo mas não me afasto- saiba que você foi meu melhor presente de aniversário

Emma: Noah isso não esta certo e aquilo nem devia ter acontecido, assim como isso também não devia- ela aponta para ela e depois para mim e me olha confusa

Noah: eu sei, mas aconteceu Emma e eu não consigo mais ficar longe de você- me surpreendo com as minhas próprias palavras, minhas verdades secretas até o momento

Emma: para Noah, você me odeia antes mesmo de me conhecer- seus olhos se fixam no meu e eu vejo a dor que lhe causei

Noah: me desculpa Emma, eu não devia ter feito aquilo com você mas eu sou assim, sou um idiota com todo mundo

Emma: então é melhor você ficar longe de mim!- ela sai dos meus braços e sobe para o quarto, tento ir atrás dela mas sou interrompido por Breno entrando em casa

Breno: e ai cara, o que ta fazendo acordado?

Noah: vim comer alguma coisa!- sigo ele para cozinha

Breno: acompanhado?

Noah: não... é... com a Emma!

Breno: agora que estamos só nós aqui assume, você gosta dela não é?

Noah: é Breno eu acho que gosto dela!

Breno: acha? Qual é cara, só ela não vê isso!

Noah: mas eu não posso ficar com ela, vai acontecer a mesma coisa do que com a Bruna

Breno: para de ser pessimista, não é porque a Bruna é uma vadia que a Emma também é, afinal ela já provou que não é assim. Acabamos de sair de uma festa e ela não estava bem e mesmo assim não beijou ninguém, no seu aniversario a mesma coisa, isso que ela estava bêbada, por isso beijou você

Noah: como você sabe?

Breno: sei mais do que você pensa meu querido- fala pegando um copo de água e vai para o quarto

Vou para o quarto e olho o celular que marca 5:02, ajeito a cama para me deitar e vejo o celular da Emma em cima da cômoda, penso muito antes de finalmente decidir leva-lo para ela. Bato na porta do quarto mas o silencio permanece, entro em silêncio e a porta do banheiro se abre no mesmo momento, ela me olha assustada e volta para o banheiro.

Emma: Noah, eu preciso me trocar!- ela grita do banheiro

Noah: estou olho fechado- respondo me deitando na cama

Emma: é serio Noah!

Noah: sério Emma, pode sair- ouço a porta ser aberta e logo batida novamente, abro os olhos e ela não esta mais no quarto, aguardo alguns minutos e logo ela volta com um pijama curto e com um ursinho estampado na blusa

Emma: o que você quer?

Noah: você deixou isso lá no quarto- lhe mostro o celular- pensei que fosse querer

Emma: podia ter deixado ai, obrigado!- ela reponde friamente olhando para sua mala no chão

Noah: desculpa Emma!- deixo seu celular na cama e vou até a porta, volto novamente e dou um beijo em sua bochecha- boa noite Emma

Emma: boa noite

Não sei mais se quero continuar com isso, enquanto eu estou na defensiva tudo bem, não deixo os sentimentos me controlarem, mas se eu permitir vai ser como foi um dia e não sei como superar desta vez! Talvez dormir ajude a esquecer um pouco esta loucura em que me meti!

**
Acordo com a cabeça doendo e vou em busca de aspirina, meu celular marca 13:40 provavelmente todos já almoçaram, acho que devo fazer o mesmo para curar a ressaca, confesso que não é das piores graças a Emma!

Breno: bom dia bela adormecida

Noah: bom dia primo querido que me ama muito

Breno: quanto exagero, sou seu primo não a Emma

Noah: só esqueceu da parte que a Emma me odeia- pego a caixa de primeiros socorros e procuro a aspirina

Breno: apesar de você ser idiota ela é muito boa para odiar alguém, se você for sincero isso da em namoro, mas se você magoar ela eu te mato!

Noah: nossa como você pode ter tanta certeza de que eu vou machucar ela?

Breno: Noah, você não superou todas as merdas que aquela vadia fez para você então você ainda acha que a Emma é igual ela, mas não é, ela é incapaz de magoar alguém apenas por diversão!

Noah: não quero mais falar sobre isso, aonde minha mãe esta?

Breno: estão todos na piscina inclusive a Emma!- sua mão roda pela colher e a Emma entra na cozinha sorrindo, ela paralisa ao me ver.

Emma: e ai dorminhocos- fala tentando deixar o clima normal

Noah: por mim dormiria mais 20 horas

Breno: que exagero meu Deus, Emma vou me trocar e depois desço para te ensinar a nada

Emma: ah tudo bem, não quero isso de verdade

Noah: ela tem medo depois que eu quase matei ela!

Breno: o que?

Noah: pois é eu derrubei ela na piscina e não sabia que ela é ruim de natação- respondo sorrindo ironicamente

Emma: para de rir, não foi engraçado

Noah: não mesmo, você quase me matou do coração

Emma: e você quase me matou afogada!

Breno: já podem parar antes que eu vomite, Noah vai se trocar porque todos estão na piscina

Noah: to indo!- saio da cozinha e vou para o meu quarto!

A babáOnde as histórias ganham vida. Descobre agora