15.

719 56 20

                "Pensei que ias ficar à minha espera..." Ouço uma voz proferir e gargalhar uns segundos depois.

Abro lentamente os olhos após esfregá-los e suspiro ao encarar Harry à minha frente.

"Eu tentei mas estava cansada." Fui o mais franca possível com ele, deixando-o pelo que me pareceu pela sua expressão facial, um pouco desiludido.

"Hm, pois eu... entendo..." Ele murmurou.

"De qualquer das formas, apenas tentei ficar acordada devido a (ambos sabemos) temos que conversar seriamente."

Saio de dentro da cama e levanto-me, encarando o Harry a poucos centímetros de mim – o que prejudicava um pouco o meu pescoço visto que tinha que estar a olhar para cima pelas diferenças não-tão-drásticas-assim. Apercebo-me que tinha sido transportada para esta divisão visto que adormecera no outro piso.

"Porque é que o meu trabalho é 50% motivo das nossas discussões? Já paraste para pensar nisso? Tu sempre soubeste que irias ter que lidar com a fama, não percebo a dúvida."

"Não se trata disso, Harry. Eu quero respostas."

"Sendo assim pergunta tudo o que quiseres. Tudo."

Mas agora que pensava, não sabia como formular as perguntas que tanto me incomodavam. Odeio quando isto acontece e, mais engraçado ainda, está sempre a ocorrer.

Ajeito o meu cabelo com os dedos e olho para o relógio pendurado na parede. Hoje não vou à universidade. Aliás, não vou fazer nada sem ser à tarde ir ter com a Harriet, como ontem combinamos numa casa de banho. Constrangedor? Muito.

"Quando é que vais em tour?"

"Ainda falta um pouco. Talvez daqui a cinco meses, hoje vamos lançar as datas."

"Cinco meses não é assim tão pouco, passa num instante."

"Pergunta mais."

"Eu não quero, não estou sequer virada para aí. Agora, com licença."

Ia mesmo embora se ele não agarrasse o meu braço e me puxasse novamente. Uma das suas mãos agarrou o meu queixo e os seus olhos estavam concentrados nos meus olhos. Já os meus, estavam a descobrir novas feições físicas no rosto como se fosse a primeira vez que vi-a a sua figura angelical que faz qualquer uma cair em encantos.

"Não me podes abandonar sempre que vou em tour." Ele murmurou.

Era a rouquidão misturada com o seu tom frio que faziam com que a minha respiração, de súbito, aumentasse e fosse impossível acalmar-me. Tantas sensações provocadas.

"Mas és tu que me abandonas."

[...]

\\\///

oláá

sim, eu sei COMO ASSIM O CAPÍTULO JÁ ACABOU? NEM CINCO MINUTOS DE LEITURA DUROU!

ISSO É PORQUE eu quis deixar o habitual suspense nos meus capítulos. quero avançar no tempo para a história não ficar um tédio total POR ISSO caso este capítulo tenha 10 comentários eu irei publicar outro ainda hoje e prometo que vocês vão a-d-o-r-a-r   e ficar tipo "PORQUE É QUE ISTO ACONTECEU?!" devido a ........ vamos para 1 de fevereiro! aniversário do Harry!

mas talvez não seja mesmo um aniversário em cheio...

mais novidades: a fic já vai a metade/mais de metade - ainda não tenho uma ideia de quantos capítulos irá ter mais ou menos! quando esta terminar, vou dedicar-me à Agliophobia e a mais uns surpresas que já tenho prontas para publicar! entretanto, adicionem a Agliophobia à vossa biblioteca/listas e votem no prólogo e trailer!

COMENTEM PARA MAIS UM CAPÍTULO 




Teen(ager) - h.s {sequela TM}Leia esta história GRATUITAMENTE!