Maldito coração

5.7K 460 336

dedicado a linda da letzz-et que me ajuda pra caralho com as ideas da história e ainda zoa nossas vidas. Valeu ♡

A sensação de que um meteoro poderia cair na minha frente e eu não iria me importar era persistente. Talvez aquilo tudo podia ser uma peça pregada da minha mente, ou era a simples e mais pura verdade. O print não conseguia me convencer de que tudo era uma brincadeira de mal gosto.

Então estava ocupado senhor Lange?

- Ei, Lia! - Lola estava sentada no meio-fio em frente minha casa. Justamente no lugar em que Rafael e eu demos nosso primeiro beijo.

- Lola, realmente não é uma boa hora. - meus pensamentos eram de chegar em casa em paz e talvez assistir alguns episódios de House enterrada em emaranhados de lençóis.

- Sei que você deve estar acabada e por isso vim te dar um força. - apesar de tudo, agradeci por se preocupar tanto comigo.

- Tudo bem, vamos entrar. - a convidei já destrancando a porta principal.

O cheiro delicioso do que provavelmente seria nosso jantar predominava no lugar. Depois de largar as chaves em cima da mesinha costumeira, cumprimentei minha mãe e puxei Lola em direção ao meu quarto. Não queria questionamentos sobre minha possível cara de acabada.

- Ainda estava no colégio? - minha amiga estava jogada na cama desajeitadamente enquanto eu procurava peças de roupas confortáveis para usar depois do banho.

- Sim, acredita que não conseguimos nada? - bufei frustrada enquanto ia em direção ao banheiro, sabia que Lola estava familiarizada com o lugar e estava se sentindo em casa.

- Tenha calma, Lilian. Sabe que conseguirá fazer tudo direitinho até o dia marcado. - Lola aumentou o tom de voz pelo fato do barulho alto do chuveiro abafar praticamente tudo e esse foi o meu momento.

O famoso print que Lola me mandou foi do Instagram de Rafael. Bem, poderia não ter nada demais na foto pra eu ficar desconfiada, se não fosse aquela ruiva. A mesma das fotos, a mesma que Rafael assegurou que era só uma "amiga". Poderia ser meu ciúmes falando mais alto, mas ainda sim a foto não era agradável.

A ruiva pousava a mão sobre o ombro de Rafael se apoiando no loiro, e mesmo a foto estando meio cortada podia perceber seu abraço enlaçando sua cintura. Acho que se não estivesse sob uma água extramente gelada poderia facilmente estar vermelha.

E eu realmente não estaria vermelha se não tivesse o maldito coração como legenda.

- Lia? Tudo bem ai dentro? - Lola me despertou da bolha que criei inconscientemente em torno de mim.

- Sim, tudo bem. Já estou saindo! - a respondi enquanto fechava o registro do chuveiro.

Sai do pequeno cômodo abafado enquanto enxugava meus cabelos, milhares de teorias se passavam pela minha cabeça. E acho que minha melhor amiga percebeu isso.
- Está pensando naquela foto que te mandei, não é? - aposto que deduziu isso pela minha cara de paisagem.

- Mais ou menos. - deixei escapar um suspiro cansado e me deitei em seu colo, sem me importar com o cabelo encharcado.

- Lia, as vezes você está enganada e levando isso totalmente para o outro lado. - Lola tentava me acalmar. - Sabe que muitas vezes tomamos conclusões precipitadas por ser deixar levar por uma parte insegura nossa.

- Desde quando você virou tão poeta? - recebi um tapa fraco pela brincadeira.

- Não ajudo mais da próxima vez. - olhei para ela e a mesma tratou de rapidinho tentar corrigir sua frase. - Se houver uma próxima vez. Já que você está tão insegura assim, ligue para ele.

Pela primeira vez no dia, Lola falou alguma coisa que realmente me ajudou. Levantei da cama em um pulo e comecei incessantemente a procurar meu celular pelo quarto. Minha péssima memória não me permitia lembrar de onde deixei o celular pela última vez, isso acontece muitas vezes.

- Sua busca implacável está realmente interessante, mas o celular está aqui na minha mão. - Lola me estendeu o objeto, enquanto isso me perguntava onde havia encontrado. Em resposta, ela apontou para o travesseiro. Isso é bem a minha cara mesmo!

Minha amiga saiu do quarto na tentativa de dar um pouco de privacidade para gente, enquanto isso tentava criar um pequeno diálogo entre Rafael e eu. Ah, Lia! Não é como se nunca tivéssemos conversado por telefone. E afinal, ele era meu namorado!


Gostaria de não ter confiado e seguido a idéia de Lola, se soubesse que a conversa iria ser tão estranha e constrangedora assim não teria nem discado seu número. Para terem uma ideia, a conversa foi mais ou menos.

- Oi! - cumprimentei Rafael assim que o mesmo atendeu a chamada.

- Hey, Lia! Tudo bem? - sua voz do outro lado da linha estava meio estranha, mas nada que me preocupasse muito.

- Sim, e com você? - nossa Lia, você merece uma medalha depois dessa. E foi ai que a conversa foi de mal a pior.

- Confuso, por que me ligou? - a pergunta me surpreendeu.

- Nossa, Lange! Tenho que ter motivo pra ligar para você agora? - ele soltou uma risada fraca. Ok, agora estava me procurando muito.

- Não, Lia. Pode me ligar a hora que quiser, mas é que agora eu estava meio ocupado. - uhum, sei. A ligação ficou muda por alguns segundos, nenhum dos dois sabia o que falar. Respirei fundo e resolvi fazer a pergunta que tanto me atormentava.
- Uhm...Rafael? - o chamei cautelosamente. Ouvi um barulho do outro lado da linha.

- Lia, tenho realmente que ir. Depois eu te ligo, ok? - e simplesmente desligou o celular. Na minha cara.

E se eu achava que antes estava ruim, agora está pior ainda.

→↓←

OIOIOI! Como vcs estao? Estou demorando um pouco pra postar, aff, mas se eu conseguir posto um capítulo quinta ou sexta.

lia sempre se ferrando nessa vida, parece ate eu ahshau

oq que dizer de vocês que são um presente de aniversário adiantado maravilhoso pra mim? (3 dias yeahhh) eu não sei nem como agradecer pelos recentes 50K e provavelmente pelos próximos 60K (rezando a todos os deuses aqui).

muito obrigada a todos que deixam mensagens no meu perfil ou ate mesmo me manda por inbox, seja no grupo do whatsapp (se quiser entrar manda o número com ddd e nome) ou no privado. Principalmente nesses comentários maravilhosos que eu vivo recebendo, vcs sao tao demais que nem tenho palavras.

eu falo muito, puta merda!!!

acho q é só isso mesmo, flw

#Clouds60K

all the love

nao pera, obrigadinha também aos mais de 500 seguidores (q), vocês sao amazing ♡♡

Clouds → Rafael Lange | CellbitOnde as histórias ganham vida. Descobre agora