13.

842 59 6

"Estás bêbada?" Perguntou, com um sorriso animado a bailar nos lábios próximos dos meus.

"Não, estou dominada." Respondi, não muito em mim. Comecei a rir, do nada, com o que acabara de dizer.

"Por quem?"

"Por esta bebida, não achas?!" Reviro os olhos e afasto-me dele ao deitar-me.

"Define "dominada"."

"Não sei, não estou em mim."

"Nem eu." Gargalhou baixo, acariciando a minha coxa coberta pelo tecido fino das meias de vidro.

"Tenho que ir embora, Niall." Esfrego os meus olhos.

"Não te vou deixar ir nesse estado embora."
Flashback ON

"Já deixei a Felicity no infantário e agora tenho que me preparar para ir almoçar com a minha irmã." Proferiu, ajeitando-se em frente ao espelho. "E tu, onde vais assim tão bela?"

Ajeito o vestido de cor esmeralda justo e penteio os meus cabelos ruivos. "Vou ter com o Niall. Mas não te preocupes."

"Não tenho motivos para me preocupar." Murmurou assim que se aproximou e encaixou as nossas bocas.

Beijo os seus lábios e o Harry corresponde ao carinho, pousando a sua mão por cima do meu rabo.

"Bem, tenho que ir." Profiro e esboço um doce sorriso, beijando a sua bochecha. "Vemo-nos á hora de jantar. Amo-te."

"Até logo, bebé."

[...]

Os seus braços rodearam a minha cintura num abraço. "Eu sabia que vinhas." O Niall murmurou, afastando-se segundos depois. Encaminhamo-nos á cozinha da sua nova casa — é verdade, livrou-se do apartamento luxuoso — e sentamo-nos em frente á mesa já colocada e o almoço servido.

Assim que terminamos de almoçar (e, estava tudo delicioso, acrescento) ele deu-me um copo meado com o que me pareceu ser vinho. Mesmo assim perguntei o que era e ele apenas disse para brindar com ele e beber. Bebi. É Martini — duvidei e acertei. Pedi mais. Ele encheu. Eu bebi. M*rda, agora sabe mal.

Flashback OFF

"Então liga ao Harry, ele pode vir-me buscar." Murmuro com rouquidão e encarei o loiro que tornou a negar. "Porquê?"

"Não vale a pena, tu não estás assim tão bêbada. Eu bebi mais que tu."

"Porquê?"

"Porquê o quê?"

"Não sei." O meu estado de embriaguez não podia estar assim tão mau, mas eu estava a sentir-me com tonturas.

Torno a sentar-me de rosto virado para o Niall que sorria (demasiado) enquanto me encarava.

"Estás muito bonita, já te disse?" Murmurou.

"Acho que sim. Não sei. Obrigada."

"Queres mais?" Questionou assim que pegou na garrafa.

"Achas mesmo? Deuses, tem calma, não vou acabar aos beijos contigo."

"Porque não?" Reviro os olhos e gargalho alto. Talvez alto demais.

"Porque estou bêbada, não cega. Só beijo o Harry." Mostro-lhe a minha mão esquerda, que tinha o anel no anelar colocado e a brilhar.

Ele assentiu e agarrou a minha mão repentinamente.

"Ouviste o que te disse?" Afastei-o.

O meu corpo suava pelo meu mau estado.

"Tu namoras, eu estou noiva. Claramente, não fomos feitos um para o outro."

Teen(ager) - h.s {sequela TM}Leia esta história GRATUITAMENTE!