[Louis POV.]

Entrei no apartamento de Liam que estava no mais completo silêncio. Fiz uma careta, olhando ao redor da sala, confuso.

A rotina tinha se desenvolvido nos últimos três meses desde que eu comecei meu novo emprego na clínica veterinária, tinha voltado para pegar o meu gatinho Harry. Estava esperando receber um rapaz animado de cabelos encaracolados e mais alto do que eu em meus braços.

"Harry, Liam, Niall?" chamei, confuso.

O garoto que eu esperava, apareceu correndo pelo corredor, com um grande um sorriso de covinhas e se lançou em meus braços: "Louis! Você está de volta!"

Tinha conhecido o rapaz por quase quatro meses e ele ainda estava aprendendo a como usar a gramática. Harry entrou na minha vida de uma maneira inesperada, mas agora que ele estava comigo, eu o queria mais e mais.

Eu não tinha problema com a forma como Harry falava, mas Liam era exigente. Enquanto eu trabalhava, ele ensinava ao menino tudo o que ele precisava saber, sem forçá-lo. Para o meu alívio, Harry não estava completamente mudado. Meu menino gatinho ainda era inocente, e ele sempre seria adorável.

Afastei-me do garoto para pressionar meus lábios nos dele, "Você teve um bom dia, gatinho?"

"Harry estava com saudades! Você teve um bom dia, Lou?" Harry saltou ligeiramente de onde ele estava.

Eu sorri: "Também senti sua falta! E sim, meu dia foi legal."

"Louis!" Niall gritou, de repente, correndo da cozinha e me abraçou apertado.

O menino me abraçou como se não visse há muito tempo, mas ele só fazia isso para perturbar o Harry. Eles tinham uma relação engraçada de amor e ódio.

"P-Pare!" Harry esbravejou. Geralmente, ele só tropeçava nas palavras se estivesse chateado. "Louis de Harry!"

"Niall", Liam saiu do outro quarto com alguns papéis nas mãos. "Pare de irritar o Harry. Eu te deixei na cozinha por um motivo. Harry mostre ao Louis o que você aprendeu hoje."

Harry assentiu com a cabeça, entrelaçando nossas mãos e me puxando feliz até o Liam. Ele pegou os papéis das mãos do Liam e me mostrou. Era um rabisco desajeitado com várias frases, e Harry apontou para cada uma delas e leu: "Harry ama Louis. Niall ama Liam... Niall ama comida."

"Meu gatinho é tão inteligente!" anunciei, beijando sua testa.

Harry corou e olhou para seus pés que estavam vestidos em meias, e Liam falou: "Ele é muito inteligente. Ele aprende as coisas muito rápidas."

"Então, como vai o Zayn e o Chris?" Niall perguntou, vindo ao meu lado, dando-me uma cotovelada, arqueando a sobrancelha de modo sugestivo.

"Ainda não admitem que estejam num relacionamento." Eu ri.

Senti um nariz no meu ombro e voltei minha atenção para Harry, que aparentemente estava me cheirando. Ele olhou pra mim com a testa franzida, "Louis não cheira... Como Louis..."

"Pense no que você acabou dizer a ele, Harry." Liam disse a ele.

No entanto, eu falei rapidamente antes que Harry pudesse se sentir envergonhada. "Qual é o meu cheiro?"

Harry cheirou meu ombro novamente, franzindo seu nariz: "Cachorro..."

Eu ri, puxando o menino mais novo para um abraço: "Bem, vamos pra casa para que eu possa tomar banho."

"Vejo vocês amanhã?" Niall perguntou.

"Harry pode ir trabalhar com você?" o menino mais novo puxou minha camisa suavemente, enquanto eu o levei até a porta para ele calçar seus sapatos.

O inverno foi lentamente se tornando primavera, agora não era mais necessário usar casacos, mas eu ainda fazia Harry levar um, e é claro que ele ainda usava o gorro para esconder suas orelhas. Harry parecia amar a primavera, quase tanto quanto ele amou o primeiro bolo de aniversário que ele teve há alguns meses atrás.

Para o aniversário, fiz tudo o que ele tinha direito. Levei-o para fazer compras, e literalmente, comprei tudo o que ele parecia gostar. Naquela noite, nós tivemos uma pequena festa composta por: Liam, Niall, Zayn e Chris. Harry e eu tínhamos feito amor duas vezes, a pedido dele... Que eu atendi com muito prazer.

"Harry," Liam suspirou. "Se você está falando de si mesmo, basta dizer 'eu', ok?"

"Não vejo por que você não poderá vir comigo." eu ri, ignorando Liam. "Você pode me ajudar a alimentar os gatos e depois ficar com o Zayn enquanto eu vou passear com os cachorros."

Harry fez um som feliz enquanto terminava de calçar os sapatos. Niall, no entanto, bufou: "Então, vocês não virão amanhã?"

"Nós ainda vamos nos ver", eu ri. "Podemos nos ver mais tarde, à noite. Vocês podem aparecer para o jantar, e vamos pedir pizza."

"Sim!" Harry concordou. "Pizza!"

Niall suspirou: "Você sabe que eu não recuso comida... Liam, amanhã nós vamos para o apartamento deles."

"Vamos?" Liam levantou uma sobrancelha.

Niall beijou o rosto de Liam e fez uma carinha de cachorro sem dono, "Por favor?"

"Não olhe pra mim assim. Eu sei que você não é inocente", Liam riu. "Mas sim... Nós vamos."

"Ok, estamos indo." Informei a eles, ajudando Harry a vestir sua jaqueta e ajeitando o gorro sobre seus cachos. "Vejo vocês amanhã."

"Tchau!" Harry acenou pra eles antes de entrelaçar nossos dedos para sairmos do apartamento.

Ouvi Liam e Niall se despedirem quando fechei a porta atrás de nós, então eu e Harry começamos a caminhar de volta para o nosso apartamento. Harry cantarolava feliz ao meu lado, balançando nossas mãos unidas. Uma risada apaixonada escapou dos meus lábios e eu puxei a mão de Harry e dei um beijo em seus dedos. Quando nos aproximamos do nosso apartamento, percebi que havia alguém de pé de frente para a porta.

"Espere." Eu congelei, parando bruscamente e dando um leve puxão para parar o menino mais novo. "Gatinho, talvez nós devêssemos-"

"Q-Quem é?" Harry sussurrou, encolhendo-se contra mim. Ele viu a pessoa também.

"Eu não sei. Podemos voltar para o Liam até que a pessoa vá embora..." sussurrei pra ele.

No entanto, a pessoa se afastou da porta e começou a avançar na nossa direção. Com os olhos arregalados, virei-me com Harry e começamos a caminhar rapidamente de volta para o apartamento de Liam, segurando firmemente a mão do garoto.

"Espere!" uma voz de mulher gritou atrás de nós. "Harry?"

Eu endureci. Como ela sabe o nome do meu gatinho? Harry parou e me encarou, "Harry n-não faz..."

Eu me virei e disse: "Uh... Quem é você?"

A mulher se aproximou e eu a fitei de cima abaixo pela rua escura. Ela não estava vestida de forma estranha, ela parecia normal. Tinha o cabelo castanho e ondulado que corria pelos ombros, e seu olhar era curioso. Ela olhava para Harry que estava espiando ligeiramente atrás de mim, então repetiu: "Harry?"

"Sim?" ele chiou.

Ela sorriu, "Harry... Sou eu... Sua mãe."

~*~

n/t: Mal a fanfic começa e já vem bombando! Yeah... Mama Styles apareceu, já vão esperando grandes coisas por causa dessa repentina aparição. Obrigada por todo o carinho no epílogo da UP e vamos com a Uniquely Flawless agora.

Bem, as postagens continuarão sendo diárias. Mas antes eu postava 4 capítulos no final de semana, mas a UF é bem mais curta que a UP, então não vai dar pra fazer isso, e também temos que pensar que a UT (a sequencia da UF) ainda não foi terminada, apesar de já ter bastantes capítulos. Enfim, vai ter final de semana que eu postarei um capítulo a mais, mas não serão todos. Depende de vocês, então comentem, votem e tudo mais.

Beijos <3

Uniquely Flawless ~ Portuguese Version [Book 2]Leia esta história GRATUITAMENTE!