Ele sorriu provocativamente e eu desviei o olhar do dele, só podia ser brincadeira, em que planeta ou galáxia ele era modelo? Ou ele tinha feito a mente das pessoas ali para que elas acreditassem nisso? Certo, só sabia que alguma coisa estava errada.

— Alam, nem nos sonhos eu vou tirar foto com ele.

Ele deu de ombros

— A escolha não foi minha. Eu nem sei quem é ele.

— Esse pessoal todo vai ficar aqui? — perguntei

— Posso pedir para saírem — Disse ele sorrindo

Sai de perto do Alam indo até o Mark. Ele sorriu.

— Por que está aqui?

— Vim fazer as fotos com você.

— Você é modelo?

— Digamos que eu goste de mostrar o meu corpo para a mulherada. Elas adoram. — Ele piscou pra mim

Eu o encarei.

— Fez a cabeça deles para acreditarem em você, não é?

— Eu gosto de brincar com a mente das pessoas — Ele falou apertando a minha bochecha.

Eu afastei

— Não faz isso.

— Fiz para te provocar. — Ele arqueou uma sobrancelha

— Então você está com a Ambre?

— Sei que você sabe disso. E é bom que não conte pra ninguém.

— Por que iria fazer isso? Não tenho interesse na vida de vocês.

— Eu não sabia que tinha interesse em ser modelo. Você até que tem o corpo bonito.

Ignorei e sai de perto dele

— Por que mesmo tenho que fazer o book? — perguntei ao Alam

— É para o desfile. Vou entregar para minha produtora que organiza o desfile, ela vai escolher os melhores looks e depois o book ficará para a demonstração.

— Tem certeza que é isso?

— É... – Respondeu ele

Depois de trocar de roupa a equipe ali terminou de me arrumar, mudando o jeito do meu cabelo passando uma maquiagem e me levou até onde seriam feitas as fotos.

Não precisava nem dizer o quanto tinha sido trabalhoso, o fotografo disse que queria alguma coisa sensual o que nem combinava comigo, eu não sabia agir de jeito sensual.

Obviamente as primeiras fotos teriam que ser com o Mark e ele sem camisa. "Finja que ele é seu namorado", foi o que o fotógrafo disse. Tá como se isso fosse funcionar, eu não iria com a cara dele e ter que tirar foto de um jeito sensual com ele não funcionava.

OK.

Isso tinha tudo para dar errado. Eu e Mark não combinávamos de nenhum jeito. E ter que fingir que o suportava já era demais. Ainda não estava convencida com a história dele e queria saber por que ele estava ali.

— Preciso que vocês relaxem. — Disse o fotografo e eu suspirei

— Mais do que já estou é impossível. — O Mark falou com aquele sorriso provocante de novo

— Por que tenho que fazer isso com ele? Poderia ser outra pessoa?!

— Não temos mais tempo. — Disse o Alam

Eu queria ir embora porque queria falar com o Neythan e se demorasse não sairia dali tão cedo e também precisava fazer direito porque sabia como isso era importante para o Alam, e como estraguei as outras duas vezes os planos dele eu não poderia fazer isso de novo.

Obriguei a não pensar sobre o quanto Mark Muller poderia ser irritante, fiz algumas fotos com ele e depois sozinha, estava um pouco nervosa só que a minha ansiedade de falar com o Neythan era maior... Se é que ele iria querer falar comigo.

Depois que saímos dali fomos para casa, mandei outra mensagem para o Neythan, mas ele não respondeu, na sexta-feira foi a mesma coisa, e eu nem se quer conseguia ver ele na casa dele. O Alam tinha dito que o book já tinha ficado pronto e que a organizadora do desfile tinha adorado e que tudo já estava sendo preparado e mais alguma coisa, então ele decidiu fazer uma festa de comemoração na sexta-feira à noite.

Minha mãe acabou aceitando a ideia já que tinha vindo do Alam e ele já era parte da família desde sempre, mas ela disse que não ficaria em casa porque obviamente a festa seria para os "adolescentes animados" então ela e o meu pai decidiram sair na sexta, e obviamente a bagunça ficaria pra mim e o Alam limpar.

Mandei outra mensagem para o Neythan:

Eu sinto sua falta, eu sinto falta do seu sorriso e mesmo que agora seja diferente, você ainda está aqui de alguma forma, meu coração não vai deixar você ir, eu preciso que você saiba... Eu te amo e não estou pronta para deixar você de novo. *

Alguns minutos depois ele me respondeu

Eu também te amo... Mas não estou pronto para receber o seu perdão.

Eu respondi:

Não estou chateada com o que aconteceu... Sei que fez o possível para impedir isso. Quando não quiser mais ficar sozinho, sabe onde estou.

--------X--------

*  A mensagem que a Mhylla manda para o Neythan neste capitulo é inspirado em um trecho da música I Miss you – Miley Cyrus [Eu sinto sua falta] eu fiz algumas modificações e acrescentei algumas coisas.









Toque de SeduçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!