Capítulo 2

3.5K 235 63

Uma leve brisa percorre meu corpo fazendo-me revirar por toda a cama, alguns raios solares incomodam-me ao entrar em contato com meus olhos e eu os abro lentamente. Demoro alguns minutos para conseguir focar em algum ponto e quando olho para o relógio acabo indo de encontro ao chão, despencando da cama e caindo de bruços, apenas alguns centímetros separam minha boca do piso frio. Acordar 07:45 definitivamente é o meu record, não sei como consigo dormir tanto, aposto que o Harry vai querer me matar.

Levanto-me rapidamente e saio em disparada para o banheiro, ligo o chuveiro na água fria para agilizar o processo de despertar e tomo banho rapidamente na esperança de recuperar os muitos minutos de atraso. Volto para o quarto e deslizo pra dentro do meu horroroso vestido bege, calço meu vans marrom claro, pego minha mochila e saio feito um raio para a rua.

Hoje a corrida é mais objetiva e muito mais rápida, então acabo por ignorar alguns sorrisos e acenos. Quase sou atropelada quando um ciclista maluco não respeita o farol, grito alguns palavrões e faço alguns gestos obscenos, mas logo retorno para a minha corrida contra o tempo.

Chego na Coffe Payne's às 08:33 e observo através dos vidros, percebo que a cafeteria está cheia, vários executivos já se encontram no local, assim como alguns adolescentes e casais. Respiro fundo me preparando psicologicamente para o discurso autoritário e sensacionalista que o Harry vai fazer. Atravesso o local sem olhar para ninguém e me direciono para a cozinha, jogo a mochila em um canto, posiciono o broche com meu nome no lado esquerdo do peito, coloco o avental e pego o bloco de notas juntamente com a caneta. Minha respiração para por um segundo ao ouvir a porta dos fundos abrir lentamente.

" Porra, Chris ! Hoje você ultrapassou os limites. Trinta e oito minutos atrasada ? Você prestou atenção na reunião que tivemos ontem ? " Ele grita, seu rosto vermelho devido à raiva.

" Me desculpe. "

" Sem essa de me desculpe. Todo dia é a mesma merda, você inventa uma desculpa e eu caio na sua lábia de que não vai acontecer de novo. E o que acontece no outro dia ? Você chega atrasada outra vez ! Assim não , Chris. " Ele diz com a voz cortante.

" Hazz ... Eu sinto muito. " Mordo o lábio inferior com força, visivelmente frustrada por saber que ele tem razão.

" Pare de morder a boca ! Não me provoque quando eu estou dando uma bronca em você. Não me faça te agarrar aqui mesmo. " Seus olhos verdes ganham um tom escuro e eu fico surpresa com seu comentário. " Por Deus, Chris. Coloque a porra do celular para despertar. É pra isso que serve o ícone do despertador, sabia ?! Para despertar pessoas irresponsáveis como você. Espero que essa seja a última vez. Porque na próxima, eu serei obrigado à despedi-la. "

O Chefe || L.PLeia esta história GRATUITAMENTE!