Olá, galerinha! É com muito prazer que lhes trago o primeiro livro da série #IrmãosDarkTuar! Espero que se encantem com Scott e Indriya nesse romance super romântico haha. Um beijão da tia Kah.

Sequência correta da série DarkTuar:

• A Filha do Rei
• A Filha das Sombras
• A Filha das Trevas
- Prometida a um DarkTuar
- O Sonho de um DarkTuar
- Flores de um DarkTuar
- Diario de uma DarkTuar (em breve)
• A Filha da Noite

Boa leitura!

Música do Capítulo: Love Yourself - Justin Bieber <3

Os trotes de Campeão diminuíram de frequência e logo Aiden o alcançou, seguido de Matthew.

– Amanhã será um grande dia, Scott. – afirmou Aiden.

– Aposto que Indriya será uma magrela com cabelos de milho e dentes tortos. – Gargalhou Matt e logo a risada alta de Henry foi ouvida, seguida dos galopes de seu cavalo, Trovão.

Os quatro irmãos passavam algumas de suas tardes daquele jeito, aproveitando o por do sol com seus cavalos e a companhia uns dos outros. Era uma boa forma de aproveitar os únicos momentos de paz. Aiden estava sempre ocupado com seus deveres como próximo rei de Amelison, Scott passava boa parte estudando Warl sua próxima terra, Matthew ficava enfurnado em quartos escondidos se aproveitando das pobres criadas, e Henry... Bem, ninguém sabia o que Henry fazia seriamente.

– Muito engraçadinho. – Retrucou Scott em voz baixa.

– Magrela ou não, é sua noiva. – Apontou Aiden. – E é a princesa de Warl.

Sim, a princesa Indriya, sua noiva. Quando seu avô Aaron o prometeu em casamento aos governantes de Warl, sua mãe ficou preocupada com a aceitação de Scott. Por isso Noah, seu pai, fez com que ele crescesse sabendo o sacrifício que ele precisava fazer, e o quão magoada sua mãe ficara ao força-lo. Scott não culpava a mãe, tampouco o avô. Ele sabia os sacrifícios que todo herdeiro precisava fazer, e se sentia honrado em ser o escolhido. Sua decisão pouparia vidas, tanto do reino Amelison quando de Warl.

Fazia vinte anos que o povo de Amelison não morria por fome. Graças aos grãos fornecidos por Warl. Fazia vinte anos que Amelison emprestava parte de seu exercito para Warl em sua defesa. Milhares de vidas foram poupadas em guerra, mas muitas se perderam. Scott nunca se perdoaria se desistisse do casamento por puro egoísmo. Esse era um dos poucos sacrifícios em que ele sentia orgulho em entrar.

– Ainda bem que você veio primeiro, irmão. – Zombou Matthew.

Sim, alguns minutos mais cedo. Matt era seu irmão gêmeo. Scott agradecia todos os dias por não serem idênticos. Na verdade, não eram quase nada parecidos. Ainda bem. Matthew se referia ao casamento, se ele tivesse nascido antes, seria o escolhido a se casar com Indriya.

– Pode continuar zombando, Matthew. – Retrucou Scott, dando de ombros. Trovão relinchou. – Pelo menos não preciso me deitar com todas as criadas do castelo para encontrar a felicidade.

– Se deitar? Como... Fornicar? – Scott ouviu Henry brincar atrás deles, mas o ignorou.

– Ei, eu não faço isso! – Protestou Matthew, arrancando risadas dos outros três irmãos.

– Ah, sim, você faz. – Henry concordou. – Tem sorte de não poder ter filhos.

– Pois bem. – Assentiu Matthew. – Não sei como Aiden ainda não espalhou uns herdeiros por aí.

Prometida a um DarkTuarLeia esta história GRATUITAMENTE!