[Liam POV.]

Na manhã seguinte, muito mais cedo do que eu gostaria, Louis me arrastou do sofá-cama, onde eu estava completamente confortável ao lado de Niall, para que eu o ajudasse a recolher nossas coisas e colocar as malas no carro. Ele conseguiu acidentalmente acordar Niall no processo, e o meu menino cão acabou ajudando a carregar as malas, relutantemente.

“Por que você não pode acordar o Harry e o obrigar a ajudar também?” Niall choramingou.

“Hey!” Louis bufou quando despejou a sua grande mala no porta-malas de seu carro. “Você não tem que se levantar e ajudar, eu não queria te acordar.”

“Bem, eu posso acordar Harry?” Niall perguntou, entregando sua mala para Louis carregar.

“Não”, Louis informou. “Deixe o meu gatinho em paz.”

Eu ri, tirando Louis de fora do meu caminho para que pudesse carregar a última mala, “Vá dizer adeus a sua família. Mas você pode acordar Harry para que ele possa dizer adeus às meninas antes de elas irem pra a escola. Acho que ele ficaria triste se não se despedir da Phoebe. Eles parecem ter ficado bons amigos. Ele pode dormir novamente no caminho de casa.”

Louis acenou com a cabeça: “É uma boa ideia...”

Louis voltou para dentro da casa, enquanto eu terminava de ajeitar as malas no carro e fechei o porta-malas, Niall e eu voltamos em seguida.

Louis estava novamente deitado no colchão de ar ao lado do garoto de cabelos encaracolados, que agora estava esfregando seu rosto contra Louis, enquanto o garoto mais velho sussurrava:

“Nós vamos voltar para casa, gatinho!” Louis disse ao menino mais novo em silêncio enquanto acariciava seus cabelos e alisava os cachos entre suas orelhas. “Mas temos que nos levantar e dizer adeus à minha mãe e as minhas irmãs primeiro.”

“Elas podem vir também.” ouvi Harry murmurar.

Louis riu, “Nah... Elas tem que ficar aqui! As meninas não têm escola amanhã, mas elas vão novamente em alguns dias.”

Finalmente, Harry se sentou e olhou sonolento para mim e Niall, “Olá.”

“Oi, Harry.” Eu ri e Niall saudou o menino mais novo enquanto Louis beijava sua têmpora.

Louis se levantou do colchão de ar, virando-se ajudar Harry a ficar de pé, depois o beijou suavemente. Naquele momento, Felicity veio caminhando lentamente para a sala com sua mochila e uma escova de cabelo: “Meu cabelo é muito longo! Está muito embaraçado e a Lottie não quis me ajudar!”

“Vem cá, Fizz.” Louis riu, pegando a escova de cabelo.

Ele cuidadosamente começou a desembaraçar os cabelos de Felicity e Harry veio para se sentar ao lado de Niall, que estava sentado na beira do sofá-cama.

“Ontem,” Harry informou a Niall. “N-Niall disse que h-havia mais formas de Louis tocar a bunda de H-Harry.”

Voltei minha atenção para os dois híbridos sobre o sofá-cama, advertindo num sussurro: “Niall... Louis provavelmente não quer que você-”

“Oh sim...” os olhos de Niall brilhavam malignamente. “Definitivamente há mais maneiras. Bem, às vezes, Liam usa seu-”

Corri e cobri a boca de Niall, mas Harry protestou: “Não, o q-que Liam usa?”

Niall lambeu minha mão, fazendo com que eu a recolhesse surpreso, e ele usou isso como vantagem para sussurrar alto uma palavra que Harry era capaz de entender, “Sua ereção.”

Uniquely Perfect ~ Portuguese Version [Book 1]Leia esta história GRATUITAMENTE!