“Porque se eu ouvir as pessoas falando de modo estranho, meu primeiro instinto é perguntar por que elas falam dessa maneira.” Louis resmungou sarcasticamente.

“Você pode zombar, Lou. Mas as pessoas realmente podem ficar curiosas. Você quer que Harry seja levado para-”

“Que tipo de pergunta é essa?” Louis rosnou, soltando-se de Harry e se levantando para encarar a mim.

Niall rapidamente se sentou no meu colo, como se estivesse indo me proteger de qualquer coisa, “Calma, Lou...”

“Não me peça calma, menino cão! Liam não pode simplesmente-”

“Louis!” Harry se levantou, olhando um pouco tonto para dar um tapinha na Louis. “Louis está t-tudo bem!”

Louis abriu os braços para o menino mais novo que não se negou a abraçá-lo, ainda olhando para mim quando murmurou, “Não posso acreditar que você ia perguntar isso...”

Eu suspirei, “Eu só estou tentando fazer você entender.”

“Ou talvez você seja apenas um idiota”, ele retrucou.

“Não... Não mesmo”, ofereci-lhe um sorriso. Ele simplesmente me ignorou e voltou a se deitar com o menino mais novo no colchão de ar.

Niall arqueou as sobrancelhas e deu de ombros. Eu dei um beijo em sua bochecha e ele riu: “Talvez você deva deixar essa coisa toda de lição para outro dia.”

Então eu esperei até o dia seguinte. Harry estava se sentindo um pouco melhor, e parecia excepcionalmente melhor depois que Louis o ajudou chuveiro, e tinha vindo se sentar na beira do sofá-cama, para assistir a televisão com Louis.

“Então, Harry...” eu disse lentamente. “Vamos conversar... Com a gramática correta.”

Louis fez uma careta para mim, mas Harry balançou a cabeça, “Tudo bem...”

“Então, como você está hoje, Harry?” Perguntei-lhe.

“Ha-... Eu estou bem.” ele se corrigiu, no último momento, franzindo a testa enquanto pensava.

“Isso é bom”, eu respondi. “Quem você mais ama no mundo? Aposto que sou eu, né?”

Niall berrou da cozinha: “Meu!”

Harry sorriu e balançou a cabeça, inclinando a cabeça para Louis, feliz “Eu amo o... Louis. Eu amo o L-Louis!”

“Hm...” Eu franzi a testa, tentando pensar em mais perguntas. “Qual é o nome do meio do Louis?”

“William.” Harry disse com orgulho.

“Sentença completa, Harry!” Eu insisti.

Harry se encolheu um pouco, “O nome do meio do L-Louis é-”

“Diga o nome dele completo.” Completei.

“Meu Deus, Liam!” Louis berrou. “Você pode ter calma e não sobrecarregar o pobre rapaz?”

“Bem, então o ensine, Sr. Tomlinson!” Eu joguei as minhas mãos para o ar.

Louis bufou, “Talvez eu vá!”

“Fique à vontade, então.” Fiz um gesto com a mão.

Louis enrolou os braços no menino mais novo para que ele pudesse tocar seu nariz levemente, “Você é o bebê gatinho de quem?”

“Louis!” Harry respondeu imediatamente.

“Certo”, Louis concordou. “Mas, a menos que você esteja tentando chamar minha atenção ou algo assim, você pode se referir a mim como ‘você’... Como eu fiz a um segundo atrás. Então me deixe refazer esta pergunta: Você é o bebê gatinho de quem?”

Uniquely Perfect ~ Portuguese Version [Book 1]Leia esta história GRATUITAMENTE!