[Louis POV.]

O resto do dia foi bastante fácil. Harry aprendeu a jogar o “Jogo da Vida”, quando as meninas tinham voltado para casa e terminaram sua lição de casa. Para o jantar, para grande alegria de Harry, minha mãe fez pizza.

“H-Harry v-vai viver a-aqui para sempre”, ele anunciou depois de terminar a sua pizza.

Eu fingi um beicinho: “Você não quer viver mais comigo?”

“Harry está b-brincando!” o rapaz de cabelos encaracolados me acalmou imediatamente.

Porque nós jantamos tarde, as garotas relutantemente se arrastaram para a cama, e vesti meu pijama antes desabar no sofá, colocando o colchão de ar para encher um pouco mais.

Antes que eu percebesse, Harry estava voltando, ele foi usar o banheiro e escovar os dentes. Logo ele estava comigo, mais uma vez agarrado a mim como um coala bebê.

“Olá, Harry.” Eu ri.

“Essa c-cama faz b-barulhos como a c-coisa que faz v-vento que Louis usa.” Harry murmurou em meu pescoço.

Eu sorri, virando meu rosto para acariciar seu cabelo: “É, ela faz.”

Soltei-me de Harry para poder desligar o compressor de ar, senão o colchão poderia explodir.

Naquele momento, Liam entrou segurando meu telefone, que estava juntamente com nossas malas no escritório do meu pai... “Você sabe que tem dezesseis chamadas não atendidas?”

“Dezesseis?” Fiquei boquiaberto, pegando meu celular de suas mãos. “Quem diabos queria tanto assim falar co-Oh... Zayn!”

“Oh yeah...” Liam riu. “Acredito que você tinha algumas coisas pra falar com ele.”

Harry se levantou do sofá, freneticamente e balançando a cabeça: “Você n-não p-pode ficar b-bravo com Zayn! Foi culpa do Harry!”

“Eu não vou ficar bravo.” eu apertei o telefone no meu ouvido, já tendo discado o número de Zayn. “Eu só quero falar com ele.”

Harry se contorceu vindo para os meus braços, abraçando-me e escondendo o rosto no meu ombro. Zayn atendeu no segundo toque: “Louis! Finalmente! Puxa, teria te matado atender as minhas ligações? Estive preocupado com o meu irmão gato, você sabe!”

“Não.” eu respondi. “Você não tem com o que se preocupar! Mas ele está bem, não graças a você.”

“Sinto muito, Louis!” Zayn insistiu. “O que aconteceu mesmo? Onde Harry foi?”

“Para o parque para encontrar um homem que o levaria para ser experimento cientifico.” rebati. “Ele estava fazendo isso porque o homem tinha me oferecido dinheiro e eu neguei. Harry estava confuso, e você nem sequer questionou o fato de que ele estava sozinho!”

“Eu perguntei! E eu disse a ele para voltar pra você!” Zayn respondeu com raiva.

“Zayn-” Eu rosnei, mas fui interrompido quando uma grande mão segurou meu rosto.

Olhei para o garoto de cabelos encaracolados, e ele estava olhando nos meus olhos, “Louis...”

Eu senti a raiva sair do meu corpo, “Você deveria ter, pelo menos, me ligado, não é?”

“Eu vou fazer isso na próxima vez! Prometo! Na verdade, espero que não haja uma próxima vez”, Zayn disse lentamente.

“Sim”, eu concordei. “Eu não acho que meu coração poderia lidar com isso.”

“Velho”, ele riu.

“Tenho apenas 21 anos! Quantos anos você tem?” Eu fiz uma careta.

“20. Desde ontem, na verdade.” Zayn respondeu secamente.

Uniquely Perfect ~ Portuguese Version [Book 1]Leia esta história GRATUITAMENTE!