[Liam POV.]

“Eu atendo!” Niall cantarolou, lançando o garfo que segurava na pia, porque ouvimos a campainha soar. Ele estava me ajudando a lavar a louça.

“Certifique-se de que seja Louis antes de abrir a porta e se revelar a quem quer que seja!” Eu pedi a Niall, enquanto secava minhas mãos em um pano de prato.

Quando entrei na sala, Niall estava radiantemente feliz e sua cauda abanava freneticamente, então Louis e Harry entraram. E Louis estava rindo de Niall: “Por que você deixa a porta trancada? Gosto de ser capaz pensar que posso entrar de uma vez, ao invés de ficar do lado de fora e no frio.”

“Bom dia, Louis.” Eu suspirei antes de sorrir para Harry. “Bom dia, Harry!”

Harry estava usando seu habitual gorro marrom, uma calça de moletom e o suéter branco. E agora desta vez, ele estava usando um cachecol da cor creme de Louis. Ele estava mordendo nervosamente o lábio inferior, mas guinchou de volta uma resposta: “B-bom dia.”

“Qual é o problema, Harry?” Niall perguntou gentilmente.

Harry simplesmente olhou para seus pés, aproximando-se de Louis, e o meu amigo respondeu por ele: “Harry estava esperando que ele ficasse em nosso apartamento. Ele me disse que está muito velho para ser vigiado. Tentei lhe dizer que ele não está sendo observado, ele apenas vai ficar aqui para não se sentir só no apartamento.”

"Você não quer festejar aqui com a gente, Harold?" Niall exigiu.

Harry deu de ombros: “É muito cedo para festa...”

"Nunca é cedo para festa!" Niall objetou.

“Bem, eu preciso ir. Não quero me atrasar para o trabalho.” Louis suspirou, virando-se para o rapaz encaracolado. Ele gentilmente se removeu do menino, “Tenha um bom dia, ok?”

Harry balançou a cabeça, com as orelhas achatadas, jogando os braços em volta de Louis para se agarrar a ele, "Não vá... L-leve Harry com você.”

Ouvi Louis calmamente murmurar para o menino mais novo: “Eu prometo... Eu vou voltar para você assim que sair do trabalho. Certo, gatinho?”

Harry acenou com a cabeça, os dedos se soltando da camisa que Louis vestia. Foi então que eu entendi. Não era que o garoto encaracolado não quisesse ficar comigo e com o Niall, ele apenas estava com medo de que Louis tivesse mudado de ideia e iria deixá-lo permanentemente com a gente de novo.

“Eles consertaram o encanamento?” Eu perguntei.

“Provavelmente não.” Louis revirou os olhos. “Mas eles não ligaram ou mandaram mensagem de texto dizendo que não era para ir ao trabalho... Por isso, se eu não voltar... Diga a todos que eu me afoguei.”

"O quê?" Harry suspirou, os dedos mais uma vez agarrando o tecido da camisa de Louis.

Olhos de Louis piscou para baixo para o menino mais novo, e ele bagunçou os cachos dele suavemente, “É uma piada... Não há água suficiente para me afogar. Estarei de volta para você em torno de cinco horas... Se eu sair mais cedo de novo, então eu vou... Bem, eu vou estar de volta para você, certo?”

“Você vai voltar?” Harry perguntou, querendo claramente uma garantia de Louis.

“Eu estarei de volta.” Louis repetiu.

“Para pegar Harry?”

"Para pegar Harry."

Eu tive que interferir: “Tudo bem Louis, fora da minha casa! Você vai se atrasar. Harry e Niall, vocês podem indo se sentar-se à mesa da cozinha, enquanto eu termino de lavar os pratos.”

Uniquely Perfect ~ Portuguese Version [Book 1]Leia esta história GRATUITAMENTE!