*Psst* Notice anything different? 👀 Find out more about Wattpad's new look!

Learn More

Estávamos no avião a caminho para Nuvia. finalmente estava saindo daquela cidade, não que tivesse conhecido o suficiente para odiar, mas já tinha me acostumado a morar em Nuvia e não pretendia ficar morando em outro lugar tão cedo.

Ainda conseguia lembrar a primeira vez que cheguei em Nuvia, tinha estranhado tudo, a vizinhança, o clima, a casa velha que agora já estava reformada, e até mesmo a escola e meu vizinho que não era mais tão estranho assim.

Mary estava sentada a um assento a nossa frente no avião, ela parecia um pouco nervosa, mas também bastante animada. Também não era pra menos, passei um dia naquele internato e já odiei imagina ela que já devia estar muito tempo lá. Consegui identificar no olhar dela lamento quando cheguei lá, o olhar quase triste, mas ainda assim ela permanecia com um sorriso, agora ela estava olhando para o banco da frente do avião, que estava vazio e sorria. Ela parecia bastante animada e empolgada, parecia realmente feliz.

— Está pensativa. — disse o Neythan me observando, ele estava sentado ao meu lado no avião.

— Estava pensando no internato — falei — e na Mary.

— Você ficou muito fofa naquela roupa. — Disse ele e eu comecei a rir

— Me deixa sem graça quando fala isso.

— Eu sei. — Ele falou sorrindo e tocando meu rosto.

Um tempo depois o avião pousou e finalmente já estávamos em Nuvia. Agradeci mentalmente por voltar a ver aquele lugar, não que eu não tivesse esperanças de voltar para ali, mas é que me sentia sufocada naquele internato, eu tinha me recusado a gostar de lá, não pelas pessoas e não pele ambiente em si, mas sim porque tudo o que eu precisava e queria não estava lá, mas sim aqui, em Nuvia.

Praticamente ninguém saiu do avião com a gente, as pessoas já conheciam a maldição e obviamente preferiam evitar testar se era verdade ou não. Mary desceu animada, olhando em volta, com uma olhar de fascinação no rosto. Ela olhava para cada canto e sorria, em seguida franzia o cenho para outra coisa e voltava a sorrir.

Não precisou esperar muito pela irmã dela, ela já estava no aeroporto, olhando em volta e em seguida encontrando o olhar da irmã. Ela sorriu quando viu a Mary e correu para abraça-la.

Notei que elas não eram tão diferentes, exceto pela idade e altura. A irmã da Mary era mais alta, o cabelo escuro estava caído sobre os ombros, e vestia roupas formais. Ela parecia ter entre 20 a 24 anos, possivelmente não passava disso.

Mary afundou-se no abraço da irmã como se não se vissem a anos, o que obviamente era o caso, elas ficaram assim por alguns minutos, até ela virar-se e olhar para mim e o Neythan que estávamos parados ali.

— Nossa... — falou como se estivesse emocionada — Eu não sei como agradecer pelo que você fez pela minha irmã. Não sabe o susto que tomei quando descobri sobre o incêndio no internato. — ela arqueou uma sobrancelha e deu de ombros — Ah! Desculpe-me, meu nome é Manuela.

— Prazer. — falei cumprimentando-a — Meu nome é Mhylla e ele é o Neythan.

O Neythan acenou com a cabeça e ela fez o mesmo, ele estava com as mãos na jaqueta novamente, então ela devia ter entendido isso como uma forma de que ele não queria contato, mas não pareceu tão surpresa ou confusa.

— Está vendo, Manu? Não disse que eles eram legais. — Disse Mary abraçando a irmã de novo.

Ela sorriu para nós, enquanto passava a mão nos cabelos de Mary.

— É... então acho que nos despedimos aqui. — Falou Manuela e Mary a encarou.

— Talvez não. Se for estudar vamos para a mesma escola, já que aqui nesta cidade há somente uma. Vamos poder nos ver por lá talvez.

Toque de SeduçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!