Sereia pirata?

60 6 0

Tinham-se passado três semanas e ainda estava na Jolly Roger...nunca tinha ficado tanto tempo perto de humanos depois de me transformar em sereia, mas, como é óbvio, pelo menos uma vez por semana Hook me ajudava a ir dentro de água para eu não virar espuma, porque isso é o que acontece quando ficamos muito tempo fora de água.

Eu estava praticamente com a cabeça enfiada dentro do armário cheio de roupas do capitão quando ouvi a porta do quarto se abrindo atrás de mim.

– Posso te ajudar, Swan? - Hook disse se aproximando de mim.

– Estou farta desses vestidos.

–E...?

– Eu posso vestir uma das suas roupas? - ele me olhou de cima a baixo e depois abriu um sorriso.

– Não, mas pode usar essa. - Ele me empurrou mexendo nas roupas e tirou de lá uma calça de cabedal bem justa, um cinto preto, umas botas de salto igualmente pretas, uma blusa azul marinho e uma jaqueta de couro preta com corte feminino, tudo roupa de mulher.

–Porque motivo um capitão pirata tem roupa de mulher no seu armário? Você gosta de se disfarçar de mulher ou é das putas que costumam vir aqui? - Quando eu falei essa ultima frase eu percebi que o brilho nos olhos dele desapareceu e ele me encarava com alguma raiva.

– Não tem nada a ver com isso, só se vista e cale essa sua maldita boca. - Ele atirou a roupa para cima de mim e saiu fechando a porta num estrondo.

Horas depois eu ganhei coragem para sair do quarto e me dirigi para o convés, onde se encontrava um capitão olhando para a lua perdido em pensamentos.

Ele estava lindo, como sempre, e a luz da lua o deixava ainda mais incrivelmente sexy, assim que eu fui me aproximando ele me encarou com o olhar carregado de raiva o que me assustou um pouco.

– Como você teve coragem de sair daquele quarto? - ele disse me olhando de cima a baixo.

– Porque ficou tão chateado?

– Nada...- ele respirou fundo e ficamos em silêncio durante uns segundos. - Vamos fingir que você ficou de boca calada. - Ele se aproximou de mim pegando a minha mão gentilmente e beijando a mesma...só agora tinha me lembrado que ainda não tinha o beijado...estava demorando tempo demais essa brincadeira.

Ele deu a volta e se colocou atrás de mim me abraçando e apoiando o seu queixo na minha cabeça, eu não sabia se ele estava tentando ser um cavalheiro para me levar para a cama ou se estava realmente sendo gentil comigo...estaria ele se apaixonando sem eu usar o meu beijo? Impossível.

– Você fica linda com essa roupa, amor. - Ele sussurrou no meu ouvido.

– Vou ficar envergonhada se continuar a me elogiar desse jeito. - Eu disse encostando a minha cabeça mais no peito dele.

– Killian. - Uma voz masculina chamou fazendo o pirata me soltar.

– Oi Baelfire. - Hook respondeu olhando o homem que se encontrava agora na nossa frente.

– Quem é essa linda dama? - O homem que eu nunca tinha visto ali no navio perguntou me encarando com um sorriso gentil.

– Essa é Emma, ela é...uma garota que encontrei perdida no mar.

– Perdida no mar? - Ele questionou me analisando.

– Sim, perdida, Hook me salvou de uma tempestade.- Interrompi a conversa e Killian me encarou com um olhar desaprovador.

–Hook salvou uma pessoa? Não me diga que está amolecendo, amigo. Pensei que você só se importasse consigo próprio.

– E eu só me importo comigo próprio, digamos que ela é uma bela mulher e eu não ia deixar os tubarões terem o prazer de a comerem. Agora se não se importa eu e a Emma temos uns assuntos para tratar. - Ele entrelaçou os seus dedos nos meus e me guiou de novo para dentro do quarto trancando a porta de seguida.

Lust MermaidOnde as histórias ganham vida. Descobre agora