Capítulo 1

2.2K 42 2

Alfonso é um advogado conhecido, é presidente da Herrera Advocacia, que foi fundada pelo avô. Escolheu a profissão por amor e não por pressão. Com 33 anos se vê feliz na medida do possível, embora a carreira seja bem sucedida, perdeu a mulher no dia do parto de sua filha, Nicole. A menina estava com seus quatro anos, era agarrada ao pai e aos tios, Alejandro e Oscar. Alfonso seguia a vida, afinal tinha sua princesa para criar. Teve algumas namoradas ao longo do tempo, mas nada que conseguisse levar adiante e nenhuma que Nicole gostasse. Às vezes era muito duro com as pessoas a sua volta por querer ficar na defensiva, mas era uma pessoa agradável, que todos gostavam de ficar por perto, conversar.



Cristina - Com licença. - Entrou na sala do patrão, que levantou os olhos de uns papéis. Já tinha certa idade e era antiga na empresa. - Aqui os processos que tinha me pedido para arquivar e senhorita Maite está ai.



Alfonso - Pode deixar entrar. Obrigado, Cristina.



Maite - Hola!- Entrou animada como sempre. Era madrinha de Nicole e prima de Alfonso.



Alfonso - Oi, Mai. Como esta?



Maite - Muy feliz!- Sorriu e colocou algumas sacolas na mesa dele, ignorando o bolo de papel que tinha ali. - Mira, muitos presentinhos pra minha afilhada gostosa!



Alfonso riu - Adivinhei então. Hoje ela só sai cinco horas do colégio.



Maite - Eu já sei, posso ir buscá-la? Ai eu mostro tudo na sua casa pra ela. Olha só!- Tirava roupinhas e os olhos brilhavam. Ele ria da prima, sempre com aquele bom humor.



Alfonso - Claro. Ia te ligar porque acho que vou ter uma reunião importante a ser confirmada.



Maite - Ótimo!- Bateu palmas, feliz e colocou as sacolas no chão. - E bueno...- Ficou séria, sentando.



Alfonso - Que paso?- Sentou na sua cadeira, aquelas altas que usam em presidência de grandes empresas.



Maite - Sabe, eu e a Dul precisamos de um favor.



Alfonso - O que vocês duas tão aprontando?- Dulce era secretaria de Oscar.



Maite fez careta - Ela vai precisar de ajuda, agora que a equipe do seu irmão aumentou. E eu tenho uma amiga que ta precisando muito de um emprego, assim urgente.



Alfonso - Bom, se o Oscar concordar, não vejo por que não. Essa sua amiga é de confiança?



Maite - É! Total, na verdade ela precisa é sair de casa, ocupar o dia por que... - Suspirou.



Alfonso - Por quê?



Maite - Ai no puedo contarte. Mas por favor?



Alfonso - Ih, não sei não. Isso de não poder me contar sobre ela...



Maite - Por favor, Poncho? Eu juro que é um motivo muito importante. Ela é muito boazinha, está passando pela pior fase que uma pessoa pode passar.



Alfonso indeciso - Quantos anos ela tem?



Maite - Vinte e três. Ela é bonita, discreta, inteligente. Ela trancou a faculdade de moda no terceiro ano, tem experiência com trabalho, estagiou dois anos. Sei que nada a ver com o que fazem aqui, mas ela tem muita experiência de trabalho, mesmo!Please, priminho?



Alfonso derrotado - Ok, mas seria bom o Oscar conhecê-la. Se possível, eu também.



Maite - Amanhã mesmo!- Bateram mais um papo e logo a morena foi avisar a amiga que teria uma ajudante.



Dulce - Ai que ótimo, obrigada, Mai! Oscar está pirando já com tantos processos e compromissos! Ele pira e eu também.



Maite sorriu - Relaxa aposto que quando você chegar em casa o Ucker te deixa tranquiiiila, tranquiiila!



Dulce riu e lhe deu um tapa - Só você mesmo. Deixa eu ir, pro xérox!- Levantou pastas e a morena fez careta indo embora.



Never Gonna Be Alone..AyALeia esta história GRATUITAMENTE!