Prefácio

298 15 0

Era uma vez uma fada.

Sim, eu sei. Essa história já começa errada. Não, não me bastava ser diferente, uma fada. Eu ainda tinha que fazer tudo isso da forma mais distante do normal possível.

Meu reflexo, que eu podia ver nas águas do mar, mostrava uma garota arrasada, com cabelos extremamente cacheados. E, atrás dela, grandes e imponentes asas brancas e vermelhas.

Era assustador.

Eu estava deixando toda a vida que eu conhecia e ela parecia cada vez mais distante, assim como a costa que eu tanto amava já quase não dava pra ver no horizonte.

O desconhecido estava a minha espera. E minha intuição dizia que era ainda mais amedrontador que asas brotando do nada nas minhas costas.

Bom, reza a lenda que nunca se deve duvidar das intuições de uma fada.

Contos de Uma Fada - DegustaçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!