[ Linguagem Sexual Explícita ]

Meu nome é Maia, tenho quase 18 anos, sim "quase", próximo mês é meu aniversário, não tenho planos para o que vou fazer, acho que vou ao shopping com meus amigos e depois talvez eu vá a balada ou algo do tipo, pra falar a verdade eu nem gosto de aniversários, mas fazer o que né, melhor um ano comemorado do que lamentado sem vida.

Neste momento estou na aula de Filosofia, talvez por isso eu esteja a pensar em quem sou, o professor está em mais um daqueles seus loucos discursos de "devemos saber quem somos, agir segundo a razão, e blá blá blá". Você deve estar pensando que eu odeio essa aula, mas para falar a verdade eu até gosto de filosofia, são esses discursos que me dão nos nervos!

Finalmente o sinal toca! Hora de ir pra casa! Arrumo rápido as minhas coisas enquanto o professor ainda está a falar, quando guardo tudo algumas pessoas estão saindo da sala, sem nem olhar o professor, eu faço o mesmo e sigo a multidão.
Quando chego ao fim das escadas vejo o meu irmão com uma garota agarrada ao seu pescoço e outra puxando a sua mão, quem manda ser o cara mais lindo do colégio?! Dou um pequeno sorriso ao ver aquela cena e vou até eles.

•  Zayn, vamos, já estou faminta! -olho em direção as garotas e falo- Com licença queridas, mas ele tem que me levar pra casa.

Zayn sorri pra mim e diz tchau a elas que estavam fazendo biquinho em sinal de tristeza.

•  Obrigado

•  Obrigado? Por que?

•  Eu realmente não estava afim de sair com elas outra vez -ele passa o braço em volta do meu pescoço e saímos rindo da situação.

O Zayn nem sempre é esse amor de irmão, mas na maioria das vezes nos damos super bem. Chegamos até o estacionamento e o Zayn pegou a sua moto me dando o capacete em seguida, subi na moto e ele pegou as minhas mãos e pôs em volta da sua cintura, segurei firme e deitei minha cabeça sobre o ombro dele, o que fez com que o meu capacete batesse no dele e nós sorrimos. Sentei com a postura normal e logo o Zayn acelerou fazendo o caminho de casa.

Subi até o meu quarto para deixar as minhas coisas e tomar uma ducha rápida. Resolvi lavar o cabelo e quando estava acabando o banho ouvi abrirem a porta do meu banheiro. Olhei e era o Zayn.

•  Ow! Não sabe mais bater?

•  Oush! Pra que? Não tem nada aí que eu não já tenha visto. -disse e sorriu. Realmente não tinha nada mesmo, nunca tivemos vergonha um do outro, sempre ficávamos a vontade; ignorei meus pensamentos, eu não gostei que entrasse assim, e se eu estivesse me depilando?!

• Mesmo assim devia ter batido a porta, e se eu estivesse me depilando?!

•  Eu te ajudava -sorriu maliciosamente.

•  Ai que otário! Fala logo vai, o que veio fazer aqui? - falei desligando a ducha enquanto ele pegava a minha toalha.

•  Mamãe mandou te chamar pra almoçar, visto que você demorou.

•  Tá bom, diz a ela que já vou descer. - me estiquei para pegar a tolha das suas mãos mas ele começou a fazer gracinhas e afastar a toalha de mim - deixa de ser ridículo Zayn, me da!

•  Pega -falou com um sorriso malicioso (pelo menos eu interpretei assim, OK, devo estar louca) e ainda afastando a toalha, não pude deixar de notar que ele me olhava de cima abaixo, mas não era o olhar inocente como sempre teve. Ruborizei com os meus pensamentos, só devo estar louca mesmo! Agarrei a tolha finalmente tirando-a das mãos dele.

No Type - Zayn MalikLeia esta história GRATUITAMENTE!