*Psst* Notice anything different? 👀 Find out more about Wattpad's new look!

Learn More

Passei a tarde toda do dia seguinte esperando o Neythan aparecer e nada, começava a ficar preocupada com ele. Será que tinha acontecido alguma coisa? Mandei uma mensagem perguntando se estava tudo bem com ele e por que ele não apareceu na noite anterior. Ele não respondeu minha ligação da noite passada e nem apareceu para dizer nada, o que era bem estranho.

Já estava me sentindo uma prisioneira em casa, não havia nada que pudesse fazer ali, já tinha estudado, tomado banho, organizado algumas coisas no meu quarto e agora só restava o tédio. Tentei assistir um pouco de televisão, mas não tinha concentração para isso. Então fui para a cozinha preparar um sanduíche e depois fiquei tentando escrever alguma coisa no meu diário.

Maya e Alycia acabaram aparecendo em casa, iríamos estudar para a prova que teria na escola. Ficamos ali estudando algum tempo até que depois já estávamos conversando varias coisas que nem tinha relação com aquilo.

— Eu preciso ir até uma loja hoje pegar uma encomenda da minha mãe. Pode ir comigo? — perguntou Maya

— Não posso. Minha mãe me colocou de castigo. Alycia pode ir com você... Ou não?

— Eu tenho que sair hoje, sinto muito.

— Vai, por favor, Mhylla. Prometo que vai ser rápido. Sua mãe não vai desconfiar. Vamos de carro.

Eu não conseguia resistir a um pedido de uma amiga, além disso, eu não tinha nada para fazer ali, se fosse rápido eu poderia ir e voltar sem meus pais ficarem sabendo.

— Promete que vai ser rápido? Se ela descobrir que sai, fico de castigo para o resto da vida.

Tá, não precisava de tanto drama, mas ela entenderia.

— Vai ser rápido. Mas me diz, por que está de castigo? Andou aprontando por ai? — perguntou ela me olhando com um olhar desconfiado

— Claro que não! Minha mãe confundiu uma coisa que aconteceu, então ela ficou com raiva e me colocou de castigo.

Elas sorriram desconfiadas.

— Não vai dizer por quê? — Perguntou Alycia mantendo o olhar no meu

— Acho melhor não. A história é muita confusa.

— Hummm... Sei.

Um tempo depois fui com a Maya até a loja, tínhamos ido de carro então chegamos lá rápido. Maya ficou conversando alguma coisa com a atendente enquanto eu fiquei do lado de fora esperando. A loja era perto do hotel onde eu tinha ficado hospedada da outra vez.

— Que bom encontrá-la aqui. — Disse uma voz familiar e eu virei-me.

Era o Alexander

— Eu não quero...

— Não precisa se preocupar, dessa vez eu trouxe uma novidade para você. Na verdade não é bem novidade já que metade da história você já sabe.

— Não sei do que está falando. – Nossa... Ele tinha ficado mais... Bonito...

Ah, pensamento idiota...

— Eu tenho certeza que isso pode mudar muita coisa na sua vida.

Eu desviei o olhar

— Não quero conversar com você.

— Não vou tocar em você, se é essa sua preocupação.

— Não tenho tempo. Estou com uma amiga e tenho que ir para casa logo antes que meus pais cheguem.

Só de dizer aquilo me deu vontade de ficar ali com ele, não... Agora eram meus pensamentos que estavam bagunçados. Deveria mesmo estar ficando doida. O Alexander não! Não mesmo.

— Tenho certeza que sua amiga pode esperar e tenho certeza que seus pais não chegam agora.

— É. Mas prefiro prevenir. Não quero mais confusão.

Ele sorriu de canto passando uma mão pelo cabelo e arrumando o terno.

— Não é confusão. É solução.

— Tá! O que você quer conversar?

Chegando em casa depois que sai da loja com a Maya, fiquei pensando na conversa que tive com o Alexander e pensando em tudo que ele tinha dito. Entendi, ele tinha razão. Ele sempre teve razão e eu era a única que não estava enxergando o que estava na cara. Muitas coisas que tinha lido no diário da Melissa falavam sobre isso.

Como eu era tonta.

Começava a me sentir mal por tudo que tinha acontecido, sabia que o Alexander não tinha falado aquilo por mal, mas ele estava repleto de razão e... Eu não poderia deixar a situação como estava, precisa dar um jeito mesmo que isso fosse difícil pra mim, mesmo que fosse sofrer com essa decisão. Precisa reorganizar aquela bagunça.

Tudo aquilo tinha acontecido por minha culpa e não podia mais deixar tudo aquilo acontecer.

Eu era a solução.

Fiquei novamente horas e horas pensando naquilo até que decidi. Não poderia pensar só em mim, eu não era egoísta e jamais seria. Tinha que pensar nas outras pessoas só que... Ainda não dava para acreditar. Eu não era uma pessoa que acreditava em ressurreição, mas diante de tudo aquilo, eu tinha que acreditar, o Alexander não mentiria sobre uma coisa assim... Ou mentiria? Claro que não, exceto que ele já tivesse lido o diário da Melissa, porque algumas coisas que ele falou bateram exatamente com o que estava escrito no diário.

Também tinha o Neythan. Se ele sabia disso por que não me contou? Será que ele tinha medo de me deixar sentir culpada por aquilo? Eu estava certa de que o Neythan escondia muita coisa de mim, mas não sabia que isso era uma delas. Uma coisa que tinha a ver com o futuro de todo mundo, que poderia mudar a história daquela cidade...

Eu precisava falar com o Neythan.

Fui até lá e bati na porta esperando que ele saísse, parecia que ele não estava lá. Eu não sabia se essa era a decisão certa, iria me magoar profundamente, mas já tinha pensado demais naquilo. Um minuto depois ele abriu a porta.

— Olá. — Falei

— Oi. Entra. — Ele abriu a porta o suficiente para que eu entrasse

— Eu preciso conversar com você.

Ele me observou em silêncio como se tentasse adivinhar o que eu estava pensando.

— Se for sobre ontem eu posso explicar.

— Não! Não é sobre ontem.

Ele deu de ombros sem desviar o olhar.

— Parece um pouco tensa. Aconteceu alguma coisa? — Perguntou ele

Na verdade ele também estava meio tenso e um pouco estranho, estava cabisbaixo ou no caso parecendo preocupado. Eu queria abraça-lo e perguntar o que tinha acontecido, mas não poderia esquecer de que ele não foi ao jantar com a minha família e também sobre aquela conversa que tive com o Alexander.

Estava certa sobre a minha decisão, ou pelo menos achava isso.

— Eu andei pensando muito nisso hoje... e ... por mais que seja difícil, tenho que dizer isso.

— Mhylla...

— Eu quero terminar as coisas entre a gente.

-------x-------

Música da trilha sonora:

Neythan & Mhylla ----Simple plan [Untitled] - Quando eles terminam o namoro  



Toque de SeduçãoLeia esta história GRATUITAMENTE!