Seja bem vindo, Captain Hook

50 6 2

Eu amava fazer isso, eu amava ver as pessoas sofrer tanto quanto eu sofri quando tive que me separar dos meus pais por causa da porcaria dessa cauda.

O sol já brilhava na superfície e eu subi sem pensar duas vezes esperando por um navio qualquer. Eu já estava de volta com a minha pele pálida, os meus cabelos loiros e os meus olhos verdes e em principio iria continuar assim mesmo. Parece que quem quer que fosse que se aproximasse gostava de loiras.

Rapidamente entre o nevoeiro vi aparecer um navio magnifico e confesso que fiquei impressionada com aquela construção...era incrível. Fiquei olhando boquiaberta para o navio quando olhei para o leme e vi um dos humanos mais bonitos que já tinha visto na minha vida...Hook...

Dei o maior pulo da minha vida e consegui me prender no navio onde entrei com algum esforço graças à cauda. Eu fiquei ali deitada no meio do convés enquanto vi-a um monte de piratas se aproximando de mim com um olhar espantado e ao mesmo tempo assustado.

– O que está acontecendo aqui, Mr. Smee...?- e foi ai que os meus olhos se cruzaram com os do tão famoso capitão.

O tempo pareceu parar enquanto nos encarávamos, ele era realmente um homem diabolicamente bonito.

Então era ele? Parecia que eu ia me divertir bastante partindo o coração desse marinheiro...embora eu já visse no fundo do olhar dele uma dor bem grande...

A pele dele era perfeita, olhos azuis claros profundos, seus cabelos eram negros e a sua barba mal feita dava um toque perfeito naquele rosto esculpido por Afrodite.

– Ela se atirou aqui para dentro, capitão. - Um homem baixo e com um capuz vermelho bateu continência.

Hook não disse nada, apenas se agachou na minha frente olhando fundo nos meus olhos.

– E qual é o nome desta beldade? - Ele perguntou.

–Swan. Emma Swan.

– E o que está fazendo no meu navio?

– Eu o vi e pensei "se ele é bonito por fora, como será por dentro?". - Disse o fintando com um olhar malicioso.

– E gostou do que viu?

– Muito...- Disse lhe dando um meio sorriso.

Entretanto ele desceu o seu olhar e eu o segui percebendo que a minha cauda tinha sumido e eu tinha ficado nua na frente de todos aqueles homens. Hook não tirava os olho de mim, tal como todo os outros, mas contrariamente ao resto da tripulação que me olhava maliciosamente, ele me analisava, talvez por eu ser do tipo dele.

– Mr. Smee, leve a nossa companheira para o meu quarto e lhe dê alguma roupa. - Ele ordenou se virando para o homem baixinho que bateu continência novamente, me pegando no colo.

– É para já, senhor. - Eu o vi emudecendo os lábios e juro que pensei em pular de novo para o mar e fugir dali o mais rápido possível, mas não o fiz.

Smee me levou para um quarto que nem era muito pequeno nem muito grande, era perfeito, me ajudou a sentar na cama que ficava encostada num dos lado do quarto e abriu um armário à minha frente cheio de roupas de pirata, então ele se inclinou e abriu uma gaveta cheia de vestidos...parece que o nosso capitão tem uma grande colecção de roupas femininas...

Peguei um vestido aleatório e o vesti me deitando de seguida naquela cama que estava cheia do cheiro doce do capitão e senti uma paz interior percorrer todo o meu corpo. Fechei os olhos e ali fiquei durante muito tempo, imóvel, até sentir uma mão quente no meu ombro o que me fez abrir os olhos encontrando uma imensidão azul encarando-me.

Ele sorriu e se afastou me dando a mão para que eu me levantasse e assim o fiz sentindo de seguida a mão e o gancho dele na minha cintura.

– Trata todas as suas visitantes assim? - Disse o olhando fundo nos olhos.

– Talvez. - Ele disse apertando um pouco mais a minha cintura.

Um silêncio frustrante preencheu o quarto, ele tinha cara de ser um mulherengo nato e parecia já ter quebrado milhões de corações, mas mesmo assim eu conseguia ver uma dor intensa bem no fundo dos olhos dele.

Ficamos minutos, quase uma eternidade, nos encarando.

–Porque está me olhando assim? -Perguntei meio incomodada.

– Estou apreciando a sua beleza, Swan. - Ele disse com um sorriso galanteador.

Oh, querido Hook, bem vindo à minha rede de dor.


Lust MermaidOnde as histórias ganham vida. Descobre agora