↓↑ Family ↓↑

8.5K 715 823

Um bebê dorme tranquilo no seu berço.

Um sono profundo enquanto chupava o dedo com a boquinha pequena fazendo pequenos barulhinhos.

Aquela noite, era pra ser como qualquer outra, uma bela noite de sono tranquilo, para todos que moram ali.

Mas o mal espreitava lá fora, observado e esperando o momento certo para atacar.

Quatro pessoas que poderia se passar por alguém normal se não fosse os olhos vermelhos e as presas que destacava na luz da lua.

E com um brilho hipnotizador, a beleza daquelas criaturas era surreal.

Aquela era à Família Real Styles.
A família mas poderosa da raça vampiro.

Num certo momento um delicioso aroma chegou no filho mas velho de Des, príncipe Harry, suas pupilas deletaram, ele levantou a cabeça rapidamente farejando o ar, seu corpo levitou indo até aquele cheiro maravilhoso. Ele parou em frente a janela da casa a qual estavam espiando, abriu a janela observando o quarto de paredes pintadas de azul, prateleiras enfeitadas com ursos de pelúcia, e brinquedos de criança. O quarto era iluminado por uma luminaria que refletia um tom azulado dando um efeito calmo no quarto.

Mas a frente ele viu um pequeno berço, que era da onde o aroma vinha, ele se aproximou do berço, vendo um pequeno bebê enrolado numa colcha fofinha, o vampiro se abaixou passando o nariz pela bochecha do bebê, ele sentiu suas presas crescer sentia uma vontade enorme de morder aquele ser e o reivindicar ele como seu companheiro, sentiu seu corpo sendo afastado bruscamente do berço, quando ele estava abrindo abrindo a boca para morde a criança, escutou seu pai falar para não fazer isso.

- Harry uma criança não sobrevive a uma mordida de um vampiro.

- Mas ele é meu, Pai - Harry falou querendo se soltar - Eu tenho que marca ele.

- Harry não, foque no que a gente veio fazer aqui - falou soltando Harry - Nós temos que matar essa família .

- NÃO - Harry correu até o berço pegando o bebê - Ele é meu, ninguém encosta nele.

Harry olhou para o rosto do bebê que ainda dormia. Ele acariciou o rosto da criança.

Naquele momento o bebê  abriu os olhos, encarando o par de olhos verdes que o fitava.

Se Harry tinha dúvida naquele momento, ele soube que nada no mundo vai impedir daquela criança ser sua futura rainha.

←◆→

Jay Tomlinson dormia com seu marido, depois de dias cansativo de vigilância.

O medo predominava naquela mulher, desde do dia em que seu marido roubou o rei vampiro, eles viviam em constante perigo.

Eles sempre trabalharam para a família real vampira, mas como sua família era muito grande, e o dinheiro era muito pouco para manter uma família de nove pessoas, mas agora com um recém nascido.

Logo após eles fugirem da mansão Styles, dona Jay entrou em trabalho de parto.

O marido de Jay, roubou para ajudar a família, porque o pouco que eles ganhavam não dava para alimentar nove pessoas, e mais agora com o bebê.

Jay se mexeu na cama; um grande incomodo a fazia se mexer inquieta na cama, uma sensação ruim invadia seu corpo. Ela despertou num sobressalto, se sentando na cama.

Ela olhou ao redor do quarto, encontrando uma pessoa parada na sombra.

A pessoa parada deu um passo a frente entrando na luz da lua, e ali encontrando o olhar do rei Styles.

O medo a invadiu.

E o seu grito rasgou o silêncio da noite.

←◆→

Louis acordou assustado soando frio e chorando, mas uma vez ele teve esse pesadelo com um grito estridente, toda vez era assim.

Ele começava sonhando com uma par de olhos verdes o encarando de longe, e depois tudo ficava escuro e vinha o grito. Sempre assim, nunca mudava.

Louis enrolou suas pernas com seus braços, colou sua cabeça contra os joelhos e chorou baixinho, para não acorda as crianças ao seu lado.

E ali sozinho, sem ninguém para o acalmar, ele desejou que aqueles sonhos paracem.

←◆→

A grande estrutura era iluminada pelo sol da manhã que vinha saindo, mas um dia no agitado orfanato. Os choros das crianças cortando o silêncio, pessoas se movimento.

Louis se acordou assombrado, após ter apenas cochilado, sem ter conseguido dormir direito após o pesadelo.

E mas uma vez ele, foi acordado pelas crianças pulando na sua cama, risadas gostosas e travessas o fazia sorrir, apesar do cansaço se levantou de vez fazendo as crianças para a farra assustados.

- Eu vou pegar vocês - Louis falou engrossando a voz, pulando da cama e correndo atrás dos meninos, gargalhando com cada grito fofo dos bebês quando eram agarrados.

Era esses momentos que davam força para aguentar a falta de ter uma família.

←◆→

Louis agora com seus 17 anos, vivia num orfanato, ninguém quiz adota ele.

Quando tinha cinco anos ele teve a difícil conversar com a diretora do orfanato, que após muito Louis perguntar sobre sua família e o porque dele não ter um pai e uma mãe, ele soube que a sua família foi assassinada e nunca encontraram os assassinos.

←◆→

Estava um dia quente e Louis estava sentado num balanço segurando o baby Leon o colocando para dormir, ele como já era mas velho ele cuidava dos bebês, não que fosse um sacrifício, ele gostava muito.

Estava cheirando o bebê, enquanto cantava baixinho pro bebê dormir, estava tão distraído que não notou que alguém se aproximava, levantou a cabeça se deparando com o encrenqueiro do orfanato, Noah, o bad boy, que vivia querendo pegar Louis, só querendo ele não tinha chance.

Tudo bem vamos falar sério ele era gostoso, gatinho, mas era malandro demais para o Louisinho.

- Olá meu anjo - Noah falou se abaixando selando os lábios de Louis.

- Noah, eu já falei para você para de fazer isso - o rosto de Louis estava corado.

- E eu já te falei que você me pertence, e não vou parar.

Louis olhou pro outro lado, para não ter que olhar para ele.

E foi ai que ele viu, que estava sendo observado por um lindo homem alto.

E o encarou, e ao se deparar com aqueles olhos verdes, ele pensou que já viu em algum canto, só não lembra onde.

←◆→

Finalmente tinha chegado o dia após dezessete anos de espera, só o observando escondido, vendo ele crescer e se torna um lindo garoto.

Então chegou a hora mas desejada de fazer Louis se torna sua rainha.

←◆→

Olá para vocês que vão me acompanhar em mas essa fic, espero que gostem.

Deixem seus comentários e votos, Beijos.

Vampire |Larry Stylinson|Leia esta história GRATUITAMENTE!