[Então a Nadine voltou, com a última temporada desta fic. Eu espero que gostem. Eu estou empolgada em escrever, mostrar todas as falhas das outras temporadas e bem... Sexo amigas.
Atenção ao primeiro easter egg gente...

E boa sorte]

5 meses depois 

Rodo as chaves na fechadura, entrando no solitário apartamento. Os meus saltos ressoam no corredor enquanto me dirigo as escadas. Quando me encontro no segundo andar, vou até ao meu quarto, retirando os sapatos. Suspiro aliviada, e estico as mãos. As minhas costas estalam, e eu apenas me deixo afundar na minha cama.

Estava tão cansada que adormeci, com roupa, com tudo. E novamente voltei a sonhar com Lauren. Talvez as saudades já não bastavam, que o meu cérebro torturava-me constantemente em sonhos. Nesses sonhos, Lauren sempre apareceria triste, a chorar, dizendo que não se sentia bem. E sempre que eu perguntava porque ou a tentava consolar, eu acordava. Que tipo de sonhos seriam estes?

Os dias passavam devagar, cheios de dor e saudade. Eu estava a dar em louca, vendo a minha mulher em todo o que era sítio, como se estivesse assombrada pelo seu fantasma. A roupa dela, o perfume dela, as jóias dela, tudo dela estava ainda no meu quarto. As nossas fotos, tudo fazia-me querer que ela está aqui. Não fisicamente mas talvez psicologicamente. No outro dia, eu estava a cozinhar e conseguia sentir os seus braços à minha volta, o calor do seus corpo. E ao jantar, sempre colocava um prato a mais. Ari e Dinah começavam a achar que talvez fosse melhor eu ser acompanhada por um psicológico, mas eu recusei. Eu não estou doente. Apenas estou de luto. Ela está viva.

Em falando nessas duas, as coisas no nosso grupo estão cada dia mais difíceis. Allyson está como eu, numa espécie de bolha própria, esperando o regresso de Lauren. Ariana está desesperando, vendo a namorada a mergulhar numa ilusão. E eu vejo isto tudo e nada faço.

Para mim, Lauren está viva.

Mas o maior problema era, onde estava o corpo da minha mulher? O hospital diz que foi um roubo, e eu apresentei queixa na polícia, mas quem e porque diabos roubou o corpo da Lauren? O funeral chegou a realizar-se, mas cancelamos a viagem para Cuba e optamos por uma cerimónia em Miami. A família de Lauren nunca mais manteve contacto comigo, tirando Taylor, que frequentemente, viajava para Berlim. Estava decidida, a comprar um apartamento para ela, aliás, Ari iria comprar, visto que eu sou pobre. Bem não tanto, mas sou. Não iria deixar a moça sozinha, que não tem ninguém, a não ser um pai ausente.

Caramba, a minha vida está uma confusão, eu não sentia nada além de tristeza, saudade e inquietação. Eu sabia que algo estava errado sobre isto tudo, algo no fundo do meu ser, que apesar de 5 meses, me dizia que ela está viva.

Seria o meu instinto algo em que eu pudesse confiar?

----
Se descobrirem o "ovo" comentem e pode ser que ganhem um Hot bastante violento pró próximo cap.

Até mais,
Nat.

Be My Everything (Season 3)Read this story for FREE!