Capítulo 6

55 5 0

Luca não deixou, o afastou empurra o mesmo, mas o homem era muito persistente e não sairia de la sem conseguir o que queria... Não entendo o por que que ele queria atacar Luca...

Eles ficaram ali brigando, e Liça teve uma ideia entao começou empurrar o homem para perto da janela, quando conseguiu, jogou ele do 2° andar, que era onde ficava o quarto dele, e então tentou ver o rosto do cara, já que na luta não conseguiu ver pois ele estava com uma máscara, e estava escuro, então Luca olhou pela janela, e não viu nada, ficou olhando em volta, mas o sujeito havia sumido... Lica ficou a noite inteira pensando como aquele cara poderia sair tão rápido depois de ser atirado do 2°andar de uma casa que não era pequeno e nem baixa... Até que o relógio marcou 4:30 e Luca teve que levantar para se arrumar e ir para o "trabalho", Luca foi para o banheiro, tomou um banho de 5 minutos, se arrumou e então desceu para a cozinha para comer algo, ainda pensando no mesmo assunto:

Como aquele cara entrou com portas e janelas todas trancadas fortemente? E se ele entrou comigo, como não percebi?

Comeu a torrada, bebeu o leite com nescau e desceu, olhou para a minha casa e lembrou que ninguém iria descer de lá, então jà era 5:49,

-Caraca dez minutos para chegar lá?! Vejo a Bia a noite...

Então Luca seguiu para o serviço, saiu de lá 12:00, saiu para a universidade, chegou lá 12:30, e entrou, chegou na sala e começou a fazer a tarefa, olhou para o meu lugar, vazio, bateu o sinal e o Luca desceu para o intervalo, foi até a cantina e pediu uma coxinha, e sentou na mesa, sozinho, sim Luca é isolado pelos meninos ...

Então o dia pareceu passar o mais lento possível para Luca, mas enfim a aula acabou e ele foi para casa se trocar para ir me ver no hospital, eu estava exatamente igual, e ele estava com uma raiva mortal daquela pessoa que fez aquilo comigo, mas ele tinha suas suspeitas, claro para ele concerteza era aquele homem que ele encontrou em seu quarto, os pensamentos de Luca eram sempre o mesmo

" Se eu não tivesse acordado, o que ele teria feito comigo?!"

Isso não saia da cabeça de Luca, e outro que era o mais intrigante:

"A Bia, uma menina nova na cidade, não conhece quase ninguém daqui, o que querem com ela?? Por que querem fazer com ela?!"

Luca prometia para ele mesmo que quando descobrisse quem tinha feito aquilo, mataria aquela pessoa, ou se podia ser chamada assim!

Luca pensando nisso adormeceu, e colocou o depertador para tocar a cada uma hora, para que não encontrasse aquele homem novamente em sua casa, e assim foi a noite de Luca, então ele levantou, sentou na cama e apoiando seus cotovelos em sua perna colocou suas mãos sobre seu rosto até seu cabelo os segurando fortemente e bufando, pois para ele, a culpa era dele...

Então ele levantou, tomou banho e se trocou, desceu e comeu um pouco e foi para o curso, passou o tempo lá e então foi caminhando ate sua moto e foi para a Universidade, então ele chegou e teve aquela aula tediosa, já que Luca não tinha ninguém para o irritar ou fazer graças, entao ele continuou o dia até a aula acabar, e assim seguiu para sua casa para se trocar, mas quando abriu a porta, simplesmente paralisou completamente e olhou fixamente para a pessoa que estava ali parada no meio da sala olhando também fixamente para Luca

'--------'

Hiiii people
(Oi gente)

Então, meus pesames por vocês por ter parado agora...huehue

Então desculpas por não ter postado aqui antes... Amo vocês amorzinhos <3

O capítulo ta pequeno, mas era só para atualizar mesmo, vou tentar daqui para frente fazer pelo menos 1000 palavras ok?

Beiijiiinhoooosss seeeeuuuuusssss dllllçççç

Sem
Mais
Annih

Melhores Amigos ♡Leia esta história GRATUITAMENTE!