Tyler...

1.5K 104 4

Depois que a Sel dormiu, eu nem demorei cinco minutos para dormir.

Acordei com um barulhinho lá na rua, olhei no relógio e vi que já eram oito horas da manhã, a Sel ainda estava dormindo, ela estava muito cansada, coitada da minha baixinha, dei um beijo em seus lábios e pulei a janelas, indo para a minha casa.

Quando cheguei no meu quarto, deitei e dormi novamente.

***

Nesse exato momento eu estou aqui na cozinha ajudando a minha avó a arrumar toda a cozinha, pois acabamos de tomar café, e ela precisa da cozinha limpa, para fazer o almoço.

Depois que acabamos de limpar tudo, eu me jogo no sofá, morto de cansado e fecho os olhos, mas aina mesma hora a maldita campainha toca, e como a minha avó já gritou que ela não pode atender, e o Bryan está vidrado vendo Bob esponja, sobrou quem? Euuuu!

Levantei do sofá bufando, e com a maior cara de preguiça, abri a porta e lá estava, aquele ser, baixo, com seus cabelos loiros, com algumas ondas nas pontas, com um vestido super CURTO, toda fofinha.

Eu olhei para a cara dela com uma cara super tediosa e me virei voltando para o sofá.

Eu nem preciso ter dúvida, por que eu tenho certeza que ela vai pirar que eu nem falei OI para ela.

Ouvi a porta da entrada bater e eu Fechei os meus olhos, para descansar.
Ouvi um pequeno silêncio e quando eu abro os meus olhos.. Adivinhem quem estava na minha frente com uma cara super brava, e super sexy?
SIM! Ela mesma!

Como não estou afim de brigar, apenas puxei ela pela cintura e ela caiu deitada no meu colo, e olhou para mim.

- Aí amor.. Eu estou super cansado! Por favor vai.. Libera..(falei me fazendo de coitado)

- O que você não me pede chorando que eu não faço sorrindo?!!(ela falou e deu uma leve bufada)

A abracei mais nos meus braços e ela deu uma gemida de dor. A soltei e ela saiu indo em direção a cozinha, depois disso, não vi mais nada, apenas dormi..

***

Algum ser acabou de se jogar em cima de mim e me acordar.

- Sai de cima de mim, seu ser gordo!(joguei a pessoa no chão, sem ao menos ver quem era)

- Lindo senhor Tyler! Um dia você ainda me quebra, de tanto me jogar!(a Sel falou bravinha)

- Aí amor desculpa(falei manhoso)

- Nossa hoje você está muito manhoso, parece até um bebê!

- Mas eu sou um bebê!

- É verdade! Pelo que a sua avó me contou ontem, você era um bebê, e ainda tinha a bunda rocha!(ela gargalhou)

- Ridícula! Vai fazer algo que preste e me deixa em paz!(joguei uma almofada nela)

- Ta bom! Então eu vou ali vômer um pouquinho de lasanha! Uhhuuuuuuuummm!(ela virou)

Eu levantei correndo, peguei a Sel no colo e fui correndo até a cozinha com ela gargalhando no meu colo.

Quando chegamos, coloquei a Sel na cadeira e me sentei do seu lado.

- Que que é isso menino?!(minha vó pergunto

- Ué vó, hoje é lasanha!(falei bobo)

Minha vó e a Sel riram, junto com o Bryan e a Suzzi que eu ainda nem tinha visto.

- É bobo mesmo né!

- Oi cunha!(fiz um toque com a Suzzi)

- Oi cunho!(ela gargalhou)

Foi assim, um almoço em família, super risonho e muito divertido

Depois que todos acabaram de comer, as crianças foram para a sala e nós três ficamos para arrumar a cozinha...

Sem contar que enquanto nós três estávamos arrumando a cozinha, simplesmente a MINHA avó e a MINHA namorada formaram um complô contra mim e ficaram falando os meus podres, depois é claro de falar sobre a bunda que eu tinha quando bebê... Buff..

- Agora da para a gente ir para a sala e parar de falar de mim!(falei fazendo bico e cruzando os braços)

- Aí meu deus! Ele ta com ciúmes vó!(a Sel falou e começou a gargalhar junto com a minha avó)( e sim, ela chama a minha avó de vó!)

Bufei e sai indo sentar no sofá. Fiquei prestando atençao na TV que estava passando hora de aventura. As duas chegaram na sala em silêncio e a minha avó subiu para o andar de cima, já o ser da minha namorada veio sentar do meu lado.

Ela colocou uma almofada nas minhas perna e deitou, ela ficou olhando para mim enquanto eu olhava para a TV.

Não estava bravo com nenhuma das duas, só estava vendo o desenho que estava super engraçado.

Me distrai tanto, que quando acabou uma parte do desenho e eu olhou para a Sel, ela estava dormindo.

Fiquei olhando para ela, um bom tempo, ela é realmente muito linda. Não sei o que ela viu em mim.

Depois de ficar um bom tempo observando ela, eu decidi levar ela para o quarto, peguei ela no colo e subi a escada, abri a porta do meu quarto e coloquei ela do lado dela da cama, tirei a sua sapatilha e me deitei do lado dela, fiquei de frente para ela olhando e acariciando a sua bochecha.

***

Acabei de acordar. É eu dormi!. Ta recapitulando.. Eu acabei de acordar! E adivinha como?!? DA MELHOR FORMA, QUE UMA NAMORADA PODE ACORDAR UM NAMORADO MANHOSO! COM BEIJOS POR TODO O MEU ROSTO, E PESCOÇO..

- Acorda dorminhoco!(ela falava enquanto estava com a cabeça no meu pescoço)

- Tem certeza que eu sou o dorminhoco? (Perguntei e ela gargalhou)

- Ta! Agora, Vamos logo decidir o que vamos fazer!(ela falou e apoiou a cabeça na mão, me fitando do alto já que seus cotovelos estavam apoiados na cama)

- Já sei! Nós podemos ficar o resto das nossas vidas aqui! Dormindo, e se amando!(falei com um sorriso "fofo")

- Nós podemos fazer isso. Mas não agora. Vamos logo! Temos que sair, não quero ficar em casa!(ela falou se levantando, e sentou em suas próprias pernas, colocando as mãos nas coxas)

- A não!(falei e coloquei o travesseiro na cabeça)

Ela pulou e ficou sentada na minha bunda igual uma criança em um cavalinho.

- Vamos bebê de bunda rocha! VAMOS BUNDA ROCHA! VAI BUNDA ROCHA! VAI BUNDA ROCHA!..(ela gritava enquanto pulava na minha bunda)

Na hora que ela deu mais um pulo, eu me virei SUPER rápido, e na hora que ela desceu, sentou bem no meu júnior. Fiz uma cara de dor.

- Para de me chamar de bunda rocha(falei e Cruzei os braços) - E não pense que não está doendo! Você vai me pagar!(falei e apontei para o júnior)..

Ferias de verãoLeia esta história GRATUITAMENTE!