Capítulo 45.

4.3K 305 10

Alice.

A mulher ficou me encarando e respirou fundo antes de perguntar novamente.

- Alice? - Sim, o que tinha de errado em eu ser a Alice?

- Sim... O que você deseja mesmo? Desculpa, mas eu realmente atrasada... - Pergunto tentando ser mas simpática possível, mas eu estava atrasada.

- Aah, tudo bem, eu volto uma outra hora. - Diz sorrindo.

- Ok então.. - Falo.

- Obrigada, tchau.

- Nada, bye. - Digo e fecho a porta. Quando me viro, dou de cara com o Davi. - Que susto garoto ! - Coloco a mão no peito e ele ri.

- Quem era ?

- Uma mulher ali, ela queria falar comigo, mas disse que voltava outra hora.- Dou ombros.

- Humm.- Vou pra cozinha comer meu sanduíche novamente.- Aah eu quero.- Davi faz biquinho.

- Ownn tadinho.- Aperto a bochecha dele.- Vai ficar querendo.- Digo dando uma mordida no sanduíche.

- Alice, me da um pouco.- Ele diz chegando perto.

- Não, só meu.- Falo.

- Egoísta.

- Sou nada.

- Se não fosse , me daria um pouco.- Davi diz e eu mando lingua pra ele.

- Eu só.. Não quero dividir com você , não sou egoísta tá, rhum.- Falo bebendo um pouco de suco.

- Egoísta.- Fala cruzando os braços.- Amor,só um pouquinho. - Ele chega bem perto.

- Nem um pouquinho , nem um poucão.

- Amoor.

- Não.- Faço um bico. Quando vou beber meu suco, o Davi pega meu sanduíche e sai correndo, e eu saio correndo atrás dele.- Davi, me devolve.- Corro atrás dele rindo e ele começa a rir também. Ele para um pouco distante de mim.

- Quer ?- Ele pergunta e eu cruzo os braços .

- Claro né.

- Então vem pegar ué. - Ele sai correndo e eu reviro os olhos indo atrás dele novamente.

- Davi, vou te bater.- Digo rindo.

- Pra isso, você precisa me pegar né amor.- Ele diz ficando de um lado da mesa, enquanto eu fico do outro. Ele da uma mordida no sanduíche.- Humm, ta tão bom.

- Cretino.- Cruzo os braços falando , ele ri e volta a correr, até que a campainha toca novamente. - Atende Davi.- Grito.

- Atende você. - A campainha novamente toca.

- Eu já atendi.

- Taa.- Ele vai até a porta e da de cara com os nossos amigos.- Eae.

- Eae.- Eles cumprimentam entrando.

- Hum, sanduíche.- O Rafael pega da mão do Davi comendo.

- NÃO.- Grito.- Meu sanduíche.- Finjo um choro e eles riem.

- Agora já foi.

- Prontos ? - Daniel pergunta.

- Prontissimos.- Davi responde dando um tapa na nunca do Rafael - que faz uma cara de dor- pegando o sanduíche de volta

- Ótimo.

- Vamos que eu não aguento mais ficar nessa casa, preciso de ar puro.- Falo e o Davi franze a testa.

- Quem vê pensa até que é prisioneira , né. - Davi fala e a gente ri.

- Mas eu sou mesmo.

- Aham.- Ri.

- Vamos logo fãs meus.- Abro a porta e eles riem.

- Tadinha, iludida. - A Bia diz.

- Não dirija a palavra diretamente a mim, sou sua ídola querida.- Falo e ela me empurra.

- Vai logo.


Ooiee, ta ai o cap. Não muito grande mais ta ai heuhueu
E não sei se o livro vai acabar realmente no capitulo 50, por que sou uma pessoa com digamos muitas idéias e... (Ok menti aqui) sou muito indecisa, deixo tudo pra ultima hora mas, isso eu resolvo depois heuhue , beijãooo respiro vcs

Apaixonados por Acaso (EM REVISÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!