Tyler...

1.7K 129 3

Estava sentado na mesa conversando com o kaik enquanto as meninas estavam na pista de dança, a Sel já tinha vindo aqui, mas ela voltou para o mar de pessoas que estava dançando, fiquei conversando mais um pouco até que eu e o Kaik levantamos e fomos procurar as duas "dançarinas" já tinha me perdido do kaik e estava no meu daquela multidão procurando a Sel, mas não estava a achando por nada, procurei o kaik e a Bru, achei eles na pista dançando, cutuquei os dois.

- Gente eu não estou achando a Sel!(falei alto para os dois devido a música alta)

- Ela deve Ted ido ao banheiro(a Bru falou)

- Tudo bem, vou la! (Falei saindo)

Fui em direção ao banheiro feminino, mas ela não estava na porta, então decidi esperar um pouco na porta, depois de um tempo uma mulher estava entrando no banheiro, então eu aproveitei e pedi para que ela chamasse a sel, porém quando ela saiu, ela falou que o banheiro estava vazio.

Foi aí que eu me desesperei.

- Eu vou procurar ela lá fora!(a Bru falou)

- Eu vou procurar no segundo andar( foi a fez do kaik)

- E eu vou procurar nos fundos do bar(falei)

Nos dividimos e eu fui andando para o fundo do bar, quando cheguei lá a rua de trás estava deserta, só tinha um carro bem lá no fim da rua.

Entrei e encontrei com o kaik e a Bru, eles também não tinham achado ela.

Eu estava perdido! Não sabia o que fazer mais, então o kaik e a Bru me levaram para casa e falaram para eu descansar que iria dar tudo certo. Nem tentamos ligar para a polícia, só poderia denunciar se ela estivesse sumida a 24hrs. A Bru já estava chorando e eu também, eles foram embora e eu subi para o meu quarto, e subi em cima da cama pegando o travesseiro da Sel e sentindo o seu cheiro que estava ali.

Depois de ficar abraçado com o travesseiro da Sel por 15 minutos, eu me levantei fui até o banheiro tirei toda a minha roupa e entrei de baixo da duxa gelada, fiquei ali de baixo chorando e pensando na Sel.

Depois de quase uma hora de baixo da água eu sai, escovei meus dentes, sai do banheiro e fui até o closet pegar uma cueca box e uma bermuda de moletom, fui até o meu celular, coloquei-o para carregar na cama e sentei na cama fitando a parede na minha frente.

Lembrei que o celular da Sel ficou comigo, então eu fui até a minha roupa e peguei-o voltando para a cama, abri a galeria dela, e comecei a ver todas as suas fotos, sempre sorrindo, com seu sorriso contagiante, parei em uma foto que ela estava no parque sentada no balanço, de balançando igual uma criança, com seu lindo sorriso nos lábios.

Fiquei acordado a madrugada toda, esperando alguma ligação, algum chamado, mais nada, quando amanheceu, eu fui no banheiro, lavei o meu rosto, escovei os dentes, fui até o closet, peguei uma camisa e sai de casa indo para a casa da Sel, quando cheguei na porta, toquei a campainha e a minha sogra veio me atender com um lindo sorriso no rosto.

- Oi meu amor! Bom dia!

- Bom dia! (Falei desanimado, olhando o chão)

- O que está acontecendo filho, porque você está assim triste?

- Então dona Ana, nós precisamos conversar sério!

- Filho você está me assustando! Vamos entrar!

Nós entramos e sentamos no sofá um de frente para o outro, porém eu não olhava no rosto da dona Ana.

- Dona Ana, aconteceu uma coisa com a Sel!(falei com lágrima nos olhos)

Ferias de verãoLeia esta história GRATUITAMENTE!