Primeiro teste Capitulo 4

6.2K 473 32

Nos meus primeiros 3 segundos acordada só conseguia racionar uma coisa.

Minha cabeça dói!

Nos outros 3 segundos, notei que me encontrava jogada em minha própria cama, ainda com o biquíni da noite passada, porém com algo que certamente não era meu.

Uma blusa branca. Masculina.

Eu devia estar apavorada ou no mínimo assustada. Mas minha cabeça processava tudo do modo mais lento.

Sento-me na cama. Em meu quarto só restava Janaina que parecia em um coma profundo na cama ao lado.

Volto meus olhos para o relógio. Era domingo e eu perderá o horário do café.

- Meu Deus... - murmuro passando as mãos pelo cabelo, como se fosse aliviar o peso em minha cabeça. Eu já havia passado por ressacas. Mas como meu metabolismo é acelerado, o álcool causava um efeito momentâneo em minha mente, mas meu corpo continuava, por assim dizer, "pronto-para-tudo".

Mas essa ressaca estava bem diferente.

Me coloquei de pé e senti meu estômago vacilar, e minha visão rodar. Que porcaria de ressaca era essa, pensei.

Pego um short em minhas coisas, cansada demais para tirar o biquíni ou a blusa. Assim que o visto caminho com passos pesados para porta a fora.

Tropeço em meus próprios pés e busco apoio nas costas do sofá por puro reflexo. Paro alguns instantes fechando os olhos com força.

Sinto mãos grandes e quentes tocarem meus ombros, guiando-me cuidadosamente para sentar na poltrona próxima. Pelo cheiro já sabia quem era o dono daquelas mãos quentes.

Quando finalmente abri os olhos, encontrei um par de olhos azuis ao meu lado olhando-me com preocupação.

- Oi princesa - disse Arrow com a voz rouca. Minha mente estava tão pesada que despenco minha cabeça em seu ombro.

- Oi Arrow - digo, minha voz soando baixa demais.

- Você teve uma noite em tanto - diz ele sem tirar os olhos de mim. Aquela frase desencadeou uma sequência de lembranças, algumas turvas, da noite passada. Eu e Arrow dançando, eu buscando por ele em meio as pessoas da festa, Edward e eu dançando, eu perguntando de Arrow para um garoto bonito, o gosto amargo da cerveja que tomei e Kath gritando. Essas eram as únicas coisas que vinham em minha mente sobre ontem à noite.

Nada parecia ter sentido.

- O que aconteceu comigo? - Perguntei. Ele me pareceu tenso por algum motivo.

- Do que se lembra?

- Lembro-me de buscar por você como louca... lembro de dançar... eu queria saber onde você estava e por isso perguntei a algumas pessoas... tinha um chamino que a Kath gritava... uma cerveja r-ruim...- balancei minha cabeça frustrada pela incoerência de minha memória. Olhei para Arrow em busca de respostas.

- Um abutre chamino colocou uma Adormecida em sua cerveja enquanto perguntava por mim a ele - eu podia ver a culpa que enchia seu olhar - Porém, Kath viu ele colocando, e correu para te defender, mas quando chegou em vocês, você já tinha bebido tudo. A dose foi tão concentrada que você apagou na hora. Kath e ele começaram a brigar seriamente, ele chegou a conjurar fogo em seus braços para atacá-la. Mas eu cheguei a tempo para impedi-lo. E acredite em mim. Nem a mãe dele reconheceria o filho depois do estrago que eu fiz - ele diz com um pouco de satisfação - Kath precisou levar Clara para o quarto, e de acordo com o Luca, Mirá havia sumido com um cara loiro. Então eu a carreguei até o quarto e lhe dei minha blusa... estava esperando você acordar.

Os EscolhidosOnde as histórias ganham vida. Descobre agora