Selena...

1.8K 132 1

Acabamos de chegar na festa, e está super lotada, nós saímos do carro e seguimos de mãos dadas até a porta do bar, o ty foi pegar as nossas pulseiras e depois voltou, colocou no meu braço e voltamos a andar entrando no mar de gente, fomos andando até chegar em uma mesa em um canto mais reservado.

Ficamos olhando para a multidão, até chegar um garçon, pedimos um coquetel de frutas e voltamos a olhar para as pessoas, para ver se conseguimos encontrar a Bru e o Kaik.

Mas nada. Quando do nada o meu celular que estava no bolso do ty vibrou, ele pegou e me deu logo em seguida.

Era uma mensagem da Bru.

Migs: Amiga onde vc está??

: Eu já estou dentro do bar, sentada nas mesas que ficam mais reservadas!

Migs: Ta nós estamos entrando!

Bloqueei o celular e dei para o ty guardar, dei um beijo na bochecha dele e me aconcheguei nos braços dele, e ali ficamos até chegar o futuro casal.

- Oi migs!(a Bru chegou me abraçando)

- Oi! Não está muito animadinha hoje não?!

Ela me puxou para um pouco longe dos meninos.

- Amiga você não sabe o que aconteceu!

- O que? Fala logo krida!

- Eu e o Kaik nos beijamos!

- Sério!?? Não creio! Aí que lindooo!(dei um mini piti e abracei ela)

- fala baixo anta!

- ta ga bom! Vamos logo!

Fomos até a mesa.

- Vamos dançar?(chamei o ty)

- A não! Agora não! Nem pençar!(ele falou me puxando fazendo eu sentar) - Fica aqui comigo amor!(ele falou fazendo dengo)

- Não! Eu quero dançar!

Levantei e sai puxando a Bru em direção a pista de dança. Fomos para o meio da pista e estava tocando uma música que eu não reconheci, começamos a pular, ficamos dançando várias músicas, eu sai um pouco e fui na meça onde os garotos estavam conversando, sentei no colo do ty, peguei a bebida dele e bebi, quando acabei levantei e voltei para a pista, e comecei a dançar.

Eu não estava mais vendo a Bru então fui no banheiro para ver o meu estado, mais quando estava quase entrando um braço me puxou e tampouco a minha boca.

A pessoa me prensou na parede e ficou tentando me beijar, mas eu mordi o lábio da pessoa e acabei vendo que era o henry.

- Sua imbecil por que você fez isso?(ele falou passando a mão na boca que estava sangrando um pouco)

- Me larga!

Comecei a gritar e MS debater, mas ele era mais forte, então ele me apertou ainda mais e tampouco a minha boca.

Na hora que ele estava um pouco distraído eu chutei as bolas dele, me dando um pouco de tempo em quanto ele se contorcia de dor.

Na hora eu sai correndo mais ele foi mais rápido e me pegou, me levantou, segurou a minha boca enquanto eu tentava me chutar e foi saindo por uma porta que dava acesso a rua de trás do bar.

Ele foi me arrastando até seu carro, me colocou no banco carona e trancou a porta indo correndo até seu banco.

- Agora você vai ser minha!(ele falou possesso)

- Vai sonhando! Eu não gosto de você! E me deixa sair! Agora!(comecei a gritar, e me debater)

- Você não sabe o que está falando! Você me ama!(ele falou igual um doente)

Ferias de verãoLeia esta história GRATUITAMENTE!