Capitulo 39

5K 388 11

Boa noiteeeee
Peço que votem e comentem pq comentários e votos são vida ! kkk

Alice.

   Depois daquela guerra toda, eu infelizmente tenho que me levantar. Garanto : Não foi fácil. O Davi me obrigou, disse que se eu não levantasse agora, ele não me daria meu pote de Nutella, acreditam ?

MEU POTE DE NUTELLA.

Tire tudo de mim, menos minha Nutella. Me arrasto até o banheiro, tomo um banho, escovo os dentes, visto minha roupa : um short branco, uma blusa preta caida no ombro, e penteio meu cabelo, tentando dar volume nessa coisa, mas ele continua o mesmo boi lambeu de sempre. Desisto porque paciência realmente não é meu forte. Desço e vejo o Davi fazendo algo no fogão.

- Tá fazendo oque ?- Pergunto curiosa.

- Alguma coisa.- Ele responde e sorri fazendo a covinha do seu rosto aparecer.

- Jura ?! Nem sabia.- Respondo irônica.

- Panqueca.- Fala.

- Humm, amo panqueca.. Acho, pera eu não lembro do gosto.- Respondo tentando lembrar do gosto, e ele rir. Esse cheiro de panqueca é muito bom..

- Alice, shiu.- Ele fala.

- Affzão, pode nem falar nada mais.- Reviro os olhos, cruzando os braços. A campainha toca.

- Atende lá.- Ele me olha.

- Atende você.- Respondo.

- To fazendo panquecas, vai queimar né.- Toca novamente, e eu bufo indo atender.- Boa garota.- Ele diz e posso escutar a risada dele. Idiota.
    Atendo e dou de cara com um homem,mais velho, mas bonito, tem olhos azuis como os do Adam, e é um pouco mais alto que eu. Usava um terno e tinha um semblante preocupado, carregava em sua mão uma maleta , e logo que me ver sorrir e me abraça forte. Ficamos uns 10 segundos assim e ele não disse nada até agora. Ok, ele pode ser um assassino, um sequestrador, um estrupador, um tarado ou qualquer coisa do tipo, mas ele não transmitia isso..

- Como você está ?- Me encara , depois de me soltar.

- Vou bem.. e o senhor ? - Pergunto.

- Melhor agora.- Ok, não vou me desesperar com esse "Melhor agora".

- Amor , quem é...- Davi entra na sala falando.- Ah, oi João.- Ele diz pro senhor de terno na minha frente, sorrindo.

- Oi Davi.- Ele sorri.- Como vai ?

- Vou bem, obrigado.. - Ele responde.- Já falou com ela?

- Ah, ainda não.- Responde.

- Com quem ? - Pergunto curiosa.

- Eu vou pra cozinha, pode falar com ela...- Ele sai me deixando sozinha com aquele homem.

- Sente-se.- Falo e ele se senta, logo depois eu faço o mesmo.

- Então.. Você não deve se lembrar de quem eu sou, eu fiquei no hospital com você quando estava desacordada, mas ontem sai para resolver alguns assuntos importantes da empresa, e foi quando você acordou, logo naquele momento.- Diz, Santa mãe da rapidez, esse homem enrola muito.- Mas.. Eu queria te pedir um abraço.. Quer dizer, mais um..

- An ?- Falo, vou abraçar um estranho ?!

- É.. Poderia dar um abraço no seu pai, Alice ?

Acharam que iriam se livrar de mim ?! -_- kkkk Mas to de volta, espero que tenham gostado do cap. De hoje, qual será a reação da Alice , produção? Heuheu. beijooo

Apaixonados por Acaso (EM REVISÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!