Capítulo 32

5.7K 386 46

Cap. 32, LEIAM O AVISO FINAL E ME RESPONDAM, POR FAVOR. BEIJUUS.Q

Davi.

- Ela acordou ?- Pergunto novamente, enquanto falo com minha mãe no celular, e os meninos sorriem.

- Acordou .

- To indo prai mãe.

- Ta, vem com calma.

- ok.

Chamada off.

- A Alice acordou.- Olho sorrindo pros dois.

- Que bom cara ! ta esperando oque pra ir pra lá?- Pedro pergunta rindo.

- Vou agora... Tchau.- Digo correndo até o carro, nem acredito que minha princesa acordou. chego rapidamente no hospital, e vejo minha mãe.

- É sério que ela acordou mãe ?- Sorrio

- Sério ! - O Médico passa.

- Posso ir ver a Alice ?- Pergunto pra ele que sorri.

- Pode.

- Que bom..- Vou indo até o quarto.

- Davi.- Me viro.

- Oi mãe?

- Então... Tem uma coisa que você não vai ficar tão feliz em saber.

- Oque ?

- Deixa ele, ele vai descobrir, acho que vai ser mais fácil daquele jeito.- O medico diz pra minha mãe.

- Descobrir oque ?- Pergunto sem entender.

- Você vai entender.- Dou ombros e entro, vejo a Alice mexendo no cabelo, e sorrio. Chego perto e pego na mão dela.

- Hey..- Devo ta igual a um bobo sorrindo. Ela também sorri.- Você tá bem ?- Pergunto.

- Ainda estou com um pouco de dor nas costas, e esses ferimentos.- Ela aponta pra eles. - Ainda doem.- Ela está menos branca, mas está cheia de machucados. Dá até dó.

- Vai passar.- Sorrio me sentando na cama.

- Hum...- Ela mexe mordendo o canto da boca.

- Pode perguntar.- Ela sempre faz isso quando está com alguma dúvida mas tem medo de perguntar. Ela sorri.

- Quem é você?- Ela me pergunta, isso veio como uma facada no meu peito. Ela não se lembra de mim ?

- Não se lembra de mim ?- Então era isso... como ela não se lembra de mim. Ela move a cabeça como um não...minha mãe entra na sala me puxando pra fora.

- Mãe...

- Com as fortes batidas na cabeça a Alice perdeu a memória Davi...- Olho pra minha mãe não acreditando.
Depois pra Alice esperando que ela diga que é tudo mentira, ela pega no cabelo e mexe nele de novo. Ela tinha esse costume antes.

- Mas... Ela não se lembra de nada mãe ? Nada ?- Pergunto.

- Nada... Nem do próprio nome lembrava mas enquanto você estava fora, ela me perguntou , mas não disse tudo pra não sabrecarrega-la.

- Nem acredito..

- Você precisa ser forte e ajudar ela Davi..

- Pior é que eu sei disso.- Passo a mão no rosto.

- Vai lá...- Ela diz e eu assinto. Entro no quarto novamente.

- É... Eu queria pedir desculpas.- Ela olha no meu olho,ainda sinto um arrepio quando ela faz isso.

- Porque ?

- Por não me lembrar de você.- Ela morde o canto da boca, parece nervosa. Sorrio.

- Tudo bem..

- Então.. Pode me contar oque aconteceu ? Sua mãe preferiu deixar você me contar.

- Claro. Ela deixa a parte mais difícil pra mim.- Reviro os olhos e ela ri. Acabo rindo também.- Eu sou seu namorado.- Digo e ela arregala o olho, sinto vontade de rir. Mas me contenho.

- Eu tenho um namorado ?- Ela pergunta abismada.

- Tem.- Digo rindo.

- Uou... - Ela sorri.- Quer dizer, continua.- Rio.

- E você tinha um ex namorado que ainda é louco por você, então ele me sequestrou e sequestrou seu irmão, porque sabia que com isso você iria atrás da gente.- Ela parece assustada.

- Eu tenho um irmão ? E um ex que é louco por mim ?- Ela pergunta.

- Tem... Continuando, você foi. E blá, blá,blá pq vcs já sabem de tudo,não preciso explicar.- Termino de explicar ela e ela fica sem reação.

- Meu Deus... Como eu não posso me lembrar de nada ?- Ela me pergunta, me sento em uma poltrona que tem do lado da cama.

- Nem eu sei...

- Desculpa mais... Como a gente se conheceu ?- Ela pergunta olhando pra mim e eu sorrio.

- Eu estava na faculdade, e era literalmente um galinha...- Ela me olha sem entender.

- Oque é o cara ser um galinha ?- Perda de memória, eita porra.

- É quando ele pega todas as garotas, galinha.

- Ah.- Rio da cara que ela faz.- Continua.

- Dai eu fui "dar em cima de você" esperando que você fosse fácil, que eu só ia te pegar e jogar fora como fazia com todas. Mas você me enfrentou e Ainda apanhei por te atormentar.- Ela ri junto comigo,cobrindo o rosto com a mão. - Depois disso descobri que meu irmão era o melhor amigo do seu irmão, dai a gente se "desentendeu" e muitos blá blá blás. - Ela ri.- Depois você disse que gostava de mim e eu também gostava de você. Ai a gente começou a namorar. Depois de uns... Acho que... Não me lembro quanto dias.

- A pessoa com amnésia aqui sou eu.- Ela diz me fazendo rir.

- Quase me esqueci que você tem amnésia.- Ela ri mais ainda,na verdade gargalha. - Bom, depois de uns 4 dias eu acho.. Você acordou com um barulho e era esse cara "acabando com a casa".

- Nossa.- Ela morde o canto da boca, o médico entra na sala.

- Como vai minha paciente preferida ?- O médico diz e eu olho com uma sombracelha levantada pra ele. - Com todo respeito Davi,claro.- A gente ri.

Oooi amoooress, tudo bem? ! Não me matem pela perda de memória da Ali, pq eu não tive culpa kkkk tá eu tive minha parcela de culpa,mas isso não vem ao caso. Kkk

Bom, to aqui pra informar q o livro já está acabando, e com o Ceda, o fim do livro está mais próximo ainda. E eu ainda não pensei se faço ou não, uma segunda temporada, então, queria a opinião de vcs. É isso, me respondam. Pleaser, beijuuu

Apaixonados por Acaso (EM REVISÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!