Capítulo 31.- Bônus.

5.6K 425 57

5 meses depois...

- Não, vocês não vão desligar os aparelhos dela.- Falo, eles não podem fazer Isso.

- Davi entende, já se passaram 5 meses, e ela não reage.

- Idai, ela vai reagir.

- Não Davi, ela não vai. - O medico insiste.

- Eu pago oque for pra vocês deixarem ela com aqueles aparelhos.

- Não é questão de dinheiro Davi.

- Vocês não vão desligar os aparelhos dela, porque eu não vou deixar.- Digo saindo e batendo a porta com força.
Vou até o quarto onde Alice está e aonde eu mais estive esses 5 meses.- Amor... Você precisa acordar, já faz 5 meses que você está ai, não quero desistir de você, mas assim... Fica difícil. Não vou deixar que eles desliguem seus aparelhos. Mas pelo menos da um sinal de vida, um que seja... Te amo muito, não vou conseguir ficar sem você por muito tempo..- Meu celular toca e eu atendo, é o Hugo.

Chamada on

- Oi.- Digo.

- Eai, ela acordou ?

- Nem cara... To preocupado, eles querem desligar os aparelhos dela.

- Oque? Você não deixou né?

- Claro que não !

- Pow cara, já faz cinco meses...

- Pois é, não sei oque fazer mais...

- To do seu lado pro que precisar valeu?

- Valeu..

- Te liguei por que você precisa resolver umas coisas na faculdade...

- Putz.- Depois que a Alice passou mal, tenho faltado muito a faculdade, mas não me importo.

- Acho melhor você vir resolver isso logo.

- Também acho, mas não sei... Não quero largar a Alice aqui, e se eles desligarem os aparelhos ?

- Eles não vão.

- E se ela acordar ?

- Ela vai te esperar, não vai sair correndo dai não . - Bufo.

- Ok.. Ta na faculdade ?

- To, ta no intervalo decidi ligar pra você.

- Ata.. Bom, to indo ai. Falow

- Falow.

Chamada off.

    Dou um beijo no rosto da Alice. Ela não mudou, desde o acidente, continua pálida, mas seus cabelos Continuam pretos e lisos. Minha mãe está sempre do meu lado, sempre esteve, nesses últimos meses então... Nem se fala. Digo que vou na faculdade resolver umas coisas e ela fica com a Alice, dizendo me ligar se algo acontecesse, e prometeu não deixar ninguém desligar os aparelhos dela. Chego na faculdade e vejo o Hugo e o Pedro debaixo da árvore com uma garota. Se zoando e ela só ria. Me aproximo.

- Eae.- Digo, dando um tapa na testa do Hugo.

- Eae mano.- Eles se levantam pra me cumprimentar.

- Essa é a Sara, nossa amiga , ela entrou depois que você saiu. - Ele diz. A Sara é loira, branca, usava um vestido florido, curto por acaso. Ela sorri e eu retribui o sorriso.

- Oi, sou Davi, prazer.- Aperto a mão dela.- Bom, vou indo.

- Já ? - A menina pergunta.

- Preciso resolver uns problemas daq..- Meu celular toca, vejo a foto minha e da minha mãe juntos encher a tela do celular e meu coração dispara.

Chamada on

- Oi mãe, Aconteceu alguma coisa com a Alice ? Ela ta bem ?- Pergunto aflito.

- Aconteceu , na verdade ela está mais que bem, ela acordou Davi.

Tan, tan, tan, tan kkkkk postei pq sou muito otaria, minha curiosidade de ver a reação de vcs vai alem do normal. Eu tenho 'curiosofobia' kkkk

Apaixonados por Acaso (EM REVISÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!