Capítulo 30.

5.8K 395 14

        Gente, antes de vocês lerem esse Cap. Releem o 19 que eu mudei umas coisas, porque eu acho que aconteceu rápido demais então... pra vocês entenderem esse, vocês vão ter que reler o 19. Só o 19 não precisa reler o resto.
Bom é isso, se esse cap. Tiver muitos votos e comentarios, posto um bônusheuheu (sei que sou chantagista, sou assim desde criança kkkk )

Beijo

Davi.

   Ela nem se mexe. Como faço pra suportar isso tudo ? O médico entra novamente.

- Davi, sua mãe está ali, e quer falar com você. - Ele diz.

- Droga.- Murmurro baixo, vou ate a porta.- Obrigada.- Digo a ele. Vou até minha mãe.- Oi mãe.

- Oi amor, Davi,vai pra casa, toma um banho, come e descansa, tudo vai dar certo. Fico aqui e qualquer notícia eu te ligo.- Olho não querendo ir.- Pode ir.- Ela diz.

- Não quero deixar ela...

- Eu to aqui.

- Tá.- Bufo.- Qualquer coisa, qualquer coisa mesmo me liga.

- Ok - Ela diz, dou um beijo na testa dela e vou embora. Chego em casa, tomo um banho e vou comer alguma coisa, estou sem fome. Apesar de até agora não ter comido nada. Preparo um sanduíche pra mim, como e depois vou ate o quarto da minha irmã, ainda não vi ela. Vejo ela no berço dormindo, tão pequenininha e frágil. Me lembro de como a Alice gostou dela.

Flashback

- Davi, me deixa segurar ela um pouco.- A Alice diz parecendo uma criança ao me ver com a Laura .

- Uma criança querendo pegar a outra .- Zombo dela rindo , que faz uma cara brava, acompanhada de um bico enorme me dando um tapa no braço.- Aí.- Reclamo - Doeu sabia?

- Essa era a intenção.- Ela diz brava e eu rio da cara dela.- Agora me dá ela um pouco.- Ela me pede.

- Toma cuidado, ela não é suas bonecas.- Digo rindo,só pra zombar com a cara dela.

- Cala a boca.- Ela diz pegando a Laura.

- Quanto amor.- Minha mãe ri vendo a cena.

Fim do flashback .

   Preciso voltar pro hospital, pego meu celular e vejo um monte de mensagens, do Pedro, do Hugo, de umas garotas que ficam se jogando em cima de mim.. Abro as mensagens dos meninos.

'Pedro mané'

  "Qual é cara, sumiu, tudo beleza?! Depois que começou a namorar esqueceu dos zamigos viado."

" Eae, sumi nada, pior que nem to cara... Mas, vou ter que sair agora, nos falamos mais tarde, falow."

'Hugo viado'

" Eae viado, quanto tempo, cadê você? Depois que começou a namorar a gostosinha não deu mais sinal de vida." vou matar o Hugo.

" Eae, gostosinha? Vou dar a gostosinha na sua cara Vitor Hugo." respondo irritado.

" Oushee, calma amigow... kkkk"

"Otário."

" Tu é outro, caidinho por ela."

" Vai se fuder Hugo."

    Vou pro hospital, me sento esperando notícia. Continuo conversando com os otários -meus amigos - Pelo whatsapp.  Esperando a Alice acordar.

Apaixonados por Acaso (EM REVISÃO)Leia esta história GRATUITAMENTE!