Prólogo

68 10 2
                                                  

Nunca tive medo da morte. Ela é tão natural como as folhas que se desprendem da árvore que lhe dá sustento, tão pacífica quanto fechar os olhos e cair num sono profundo. Aquela figura escura e encapuzada, cujos ossos da mão envolvem o cabo de uma foice nunca me assustou. Nunca tive medo da morte, não é a morte que receio. Mas sim a forma como ela acontece.

Aqui está!!! O prólogo para a minha primeira Calum Hood AU: Deathbed :) Decidi escreveres história em português porque estou a pensar em acaba-la e envia-la a algumas editoras! Espero que gostem desta pequena parte e que tenha conseguido captar a  vossa curiosidade... O enredo é muito diferente e mais mindblowing do que tudo aquilo que escrevi até agora...

Se decidirem acompanhar a história, por favor não se esqueçam de comentar e votar! É muito importante para mim saber a vossa opinião e que estão aqui para mim!

Beijo e fiquem bem :)

deathbed » c.h. au [EM PORTUGUÊS]Onde as histórias ganham vida. Descobre agora