Capítulo 13 (Parte III) - Elizabeth

Start from the beginning

- Está um dia agradável, você não acha? – Max sorriu e fechou os olhos.

- Depende, para uns sim e para outros não. Não sou muito chegada ao frio, gosto do calor.

- Eu sei, mais enfim, queria saber o que você pretende fazer a partir de agora? – Nem eu ainda sabia o que pretendia fazer. O plano estava arriscado mais até agora não fui descoberta, estava indo pelo lugar certo? Não sei, talvez, quem sabe. Mais pelo o que percebo em Minas não vou ficar, vou ter que voltar para o Rio de Janeiro, mais precisamente para a Barra, onde meus pais moram agora, eles mudaram de casa mais como estou sem memória não sei disso, então irei fingir surpresa no dia.

- Vou voltar para casa, minha casa, não a casa que tenho aqui. Deu pra entender? – Ri de nervoso. – Eu não sei o que exatamente acontece, estou confusa e bastante dividida, mais preciso voltar para os lugares que fiquei ultimamente, quero minhas memórias de volta, quero continuar a minha vida. Mais pelo o que ouvi meus pais falaram que hoje mesmo vão para casa. – Respirei fundo, não podia largar meus planos agora, tudo precisava dar certo.

- Eu gostaria muito de te levar em um lugar, se você aceitar sair comigo, por favor, fique uma noite, prometo que não ira se arrepender.

- Tudo bem então, mais meus pais e nem noivo podem saber, só quero me distrair, não vejo problema.

- Está ótimo! Vai para casa da Lana, fala que irá dormir por lá, passo na casa da minha tia as 20:00 horas da noite.

- O que devo vestir?

- Algo quente, vai fazer frio. – Max tirou seus olhos do meu rosto e começou a olhar por cima do meu ombro, pela careta que ele fazia já sabia de quem se tratava, foi neste instante que senti um braço passar ao redor de meu ombro e um cheiro forte de perfume caro entrar em minha narina.

- Ele está te incomodando amor? – Amor, era muita ousadia dele me chamar assim.

- Não João, ele não me incomoda. – Odiava essa situação toda, João fingia que ainda éramos um casal e imagina só se eu realmente tivesse perdido a memória? Não saberia que tudo o que está acontecendo é uma mentira. Não ia mais me lembrar de que tinha terminado com o João e fugido no dia do nosso casamento com Max que na época nem o conhecia. Não iria me lembrar de que as pessoas que sempre imaginei que eram meus pais, na verdade não são nada meus.

Hoje iria sair com o Maxwell, iríamos ter um encontro de verdade e sei que ele faz isso para me conquistar, para me fazer lembrar daquilo que ele acha que não lembro. Vou me divertir, vou amar cada palavrinha que ele deixar escapar daqueles lábios. Irei amá-lo como nunca amei antes e vou aproveitar esse tempinho que tenho ao seu lado.

Estava encarando-me no espelho no quarto de hospedes na casa de Lana, não estava gostando do meu visual, estava horrível para um primeiro encontro, além de que o próprio Max pediu para que eu fosse ao seu encontro com uma roupa quente, mais a maio...

Oops! This image does not follow our content guidelines. To continue publishing, please remove it or upload a different image.

Estava encarando-me no espelho no quarto de hospedes na casa de Lana, não estava gostando do meu visual, estava horrível para um primeiro encontro, além de que o próprio Max pediu para que eu fosse ao seu encontro com uma roupa quente, mais a maioria das roupas que trouxe eram praticamente para o verão, short curto, blusa que mostrava a barriguinha, só tinha trago mesmo uma jaqueta vermelha de couro, minhas botas de cowgirl que comprei, uma boa e velha jeans, mais estava me sentindo péssima com isso.

Encontros Marcados #1 (Completo)Read this story for FREE!