- Sir? - Vamos andando até nosso carro.

- Não existe nenhum Holdes. - Um cara branco vestido com o mesmo uniforme que nós apontávamos uma arma para gente enquanto se formava um circulo em nosso volta de agentes alemães.

- Obrigado pelo aviso, Birkhoff. - Christian rosna e eu franzo o cenho estranhando como eles saberiam que eram a gente e onde nosso carro estava localizado até que dois caras caem no chão, pego minha arma e atiro o mais rápido possível em mais dois e Christian faz o mesmo começamos a lutar com outros e Christian consegue desarmar mais um deles e chuta a arma para longe quando eu ia atirar em outro agente sinto uma arma em minha nuca era o cara que falava com a gente antes ,fecho os olhos e quando abro o cara estava caído no chão com um tiro na cabeça.

- E o super Sean chega para salvar o dia e a donzela indefesa. - Sean pisca para mim sorrindo, eu reviro os olhos, e ele me beija.

- Chega disso. - Christian fala olhando para gente e soltamos uma risada.

- Também acho melhor. - Jason diz chegando perto de nós com um rifle.

- Como sabiam? - Pergunto confusa.

- Já estávamos a caminho quando Birkhoff nos avisou mas o sinal dele sumiu do nada. - Jason explica.

- Entendi. Conseguiram o que foram buscar? -Christian pergunta.

- Sim. - Jason Responde.

- Então vamos. - Digo me dirigindo ao carro abraçada com Sean.

- E a nossa encomenda também já está no carro e adorei o presente que está na mala. - Sean fala no meu ouvido fazendo eu sorri

- To ansiosa para usá-lo pra você.

- Nikki? - Era a voz de Birkhoff no ponto.

- Até que enfim... -Começo a falar mais sou interrompida.

- Temos um problema. - Sua voz era séria.

- Ta espera aí. - Pego um notebook que estava no carro coloco no capo,ligo e digito um código que faz Birkhoff aparece na tela do aparelho.

- A bom ver que os meninos já estão aí. - Ele se ajeita na cadeira. - Alguém invadiu meu sinal interrompendo minha comunicação com vocês.

- Deve ter sido a inteligência alemã. - Jason sugere.

- Esse mesmo é o problema. O Governo alemão não sabe da existência de vocês no país,não consta nenhum aviso da permanência de agentes americanos na Alemanha.pelo menos não de vocês.

- Deve ser porque viemos com nomes diferentes? - Sean fala.

- Mesmo assim, vocês apareceriam na lista de possíveis ameaças e não tem nada.

- Então quem era? -Christian pergunta.

- Não sei,mais é um grupo com recursos ilimitados pela quantidade de agentes hoje e para ter tecnologia suficiente para nós rastrear e consegui interceptar Birkhoff e ... - Paro de falar e olho em direção a minha roupa. - Birkhoff o uniforme deles tem tipo um símbolo.

- Deve ser alguma marca deles. - Jason pega o celular e me entrega, tiro uma foto da blusa do Christian em mando para Seymour.

- Monique está certa.Vou tentar analisar o símbolo e ver o que é.

- Eu quero também que você tente descobrir quem tem rastreou,para quem trabalham,tem imagens deles nos sistemas de segurança do hotel, eles deve ser um grupo muito grande por que não tiveram medo de esconder os rostos, quero que você voltando com o jato agora para Washington,leve Ester e Caleb com você,me mantenha informada de tudo que consegui. Os meninos estamos voltando para Berlin e pegaremos um vôo comercial para Washington e eu vou ficar mais um dia tenho alguns contatos aqui que devam saber de algo desse grupo.

Monique - De Frente com o passadoLeia esta história GRATUITAMENTE!