Tyler...

2.6K 174 4

Depois da noite maravilhosa q eu tive com a Sel(sei q ta meio gay) nós fomos para o meu hotel pq a gente iria preparar alguma coisa para comer, ou pedir alguma coisa para comer.

Chegamos no hotel e eu me joguei na cama.

- Mô?

- Oi princesa?

- To morrendo de fome!(ela falou se jogando em cima de mim e fazendo beicinho)

- Também, vamos pedir pizza?

- ahan!(ela falou sorrindo)

- Ta então eu peço!

- Eu vou tomar banho e colocar uma roupa mais confortável!(ela falou, já que iria dormir aqui)

Ela entrou para o banheiro, e eu liguei para a pizza, comprei uma pizza de portuguesa com frango e fiquei deitado na cama.

Passou 30min e a Sel ainda não tinha saído do banheiro, a pizza acabou de tocar a campainha toca, fiquei com um pouco de preguiça de levantar, então eu só ouvi a Sel sair do banheiro com uma blusa minha que ia até a metade das suas coxas, e abriu a porta que logo apareceu o entregador de pizza que lambeu os labios na cara dura e olhou ela de cima a baixo.

Eu levantei rápido, fiquei atrás da Sel e agarrei ela pela cintura.

- Aqui o dinheiro! Me da a pizza e vaza!(falei com a voz grossa)

Ele me deu a pizza e saiu rápido, eu Fechei a porta e fui para cama com a pizza na mão. Fiquei com um bico enorme de ciúmes.

- O que que foi aquilo senhor Tyler?(a Sel perguntou de braços cruzados)

- Você não viu?(perguntei como fosse óbvio) - Aquele idota quase te comendo com os olhos!

- Para com isso! Isso tudo é ciúmes? (Ela falou tentando não rir, enquanto eu fazia um bico maior ainda)

- Claro... O cara fica secando a minha namorada, e eu não vou fazer nada?! Quer ficar com ele vai lá!

- Para de ser bobo, você sabe que eu só tenho olhos para você!(ela falou chegando perto de mim e dando um selinho no meu bico)

- Eu tenho que tomar conta do que é meu!

- E eu também! Ou você acha que é fácil ver aquelas galinhas ciscando no meu terreiro?(ela fez bico)

- Mas é pior para eu que sou homem!

- Além de ciumento é maxista!(ela falou fingindo indignação)

- Eu marxista! Vem aqui que eu vou te mostrar quem é maxista!

Puxei ela fazendo ela cair na cama e eu ficar por cima dela e dando um beijo nela de tirar o fôlego.

Ainda com respiração rápida ela falou.

- Agora vamos comer!

- Gorda!

- Já que você não é gordo, não vai se importar se eu comer tido né?

- Peraí, Peraí!(dei um pulo da cama)

Ela começou a rir, depois que acabamos de comer, eu deitei na cama e ela se jogou em cima de mim.

- Folgada!

Ficamos ali trocando carícias, beijos, mãos bobas, até acabar perdendo a noção da hora e dormir.

Ferias de verãoLeia esta história GRATUITAMENTE!