Chapter 52 (FINAL): Sempre fui sua

7.8K 265 56

– Ah Jú, por favor vai! – Ele insistiu. 

Certo, estou voltando da escola agora, estou exausta, quero chegar em casa, me jogar na cama e dormir a tarde inteira. Minhas amigas simplesmente sumiram quando eu mais precisava delas, e os meninos não ficaram pra trás. Claro que pra mim não foi uma coincidência os 9 não terem ido pra escola hoje, ainda mais depois das meninas ficarem sabendo de tudo e Milena ter saído furiosa de casa… Mas sinceramente nada, nadica de nada passa na minha cabeça como uma possibilidade do que aqueles loucos estão tramando. E agora não posso mentir. Estava morrendo de saudades dele, e seria muita idiotice minha ficar de cara virada, né?

– Ah… – Suspirei – Tudo bem então…

– Eu vou te buscar, onde você está?

– Onde você pretende me levar? –  Perguntei sem humor. “QUERO MINHA CAMAAAA” resmunguei em pensamento.

– Vamos no MarcDogs só!

– Então tá, tô com fome mesmo… – Dei de ombros – Eu tô no ponto de ônibus perto da escola.

– Tudo bem, fica paradinha ai, já estou indo! Beijos, te amo! – Nem me deu chances de responder e desligou. Suspirei. 

Em dez minutos Zayn já estacionava o carro a calçada a minha frente, descendo e andando em minha direção com um sorriso bobo no rosto. Não pude evitar de sorrir. E, sem dizer ao menos uma palavra, ele me abraçou. Era evidente que ele estava com saudades de mim também. O cheiro dele entrando pelas minhas narinas me fez esquecer toda e qualquer raiva que eu pudesse estar sentindo dele. Era tão bom sentir meu melhor amigo de novo…

– Então, tá com fome? – Perguntou me soltando, e eu só consegui balançar a cabeça freneticamente em forma de “sim”.

– Imaginei. – Riu.

– Vamos logo! – Passei por ele e entrei no carro. Antes mesmo de ele entrar, já liguei o rádio. Esse era o bom de andar com ele: não precisava pedir nada, me sentia “em casa”.

– E ai, como foi a aula hoje? – Perguntou quebrando o silêncio chato que havia ficado enquanto paramos num sinal.

– Nem vem com essa! Você deveria estar lá, pra compartilhar daquela chatice comigo! – Murmurei e ele riu – Nem vem rir, quero saber o que você e o resto dos meninos andaram aprontando que todo mundo resolveu faltar e me deixar sozinha hoje. – Fiz cara feia. 

– Aww bebê… – Voz melosa – Não aprontamos nada, sério… Eu e os meninos perdemos a hora hoje, e parece que as meninas dormiram todas na casa da Rafaela e dormiram muito tarde… Foi o que a Larissa me falou. – Deu de ombros. Ok, não era coincidência, eu não tinha acreditado nisso, até porque nenhuma das meninas é louca a ponto de fazer uma “festinha do pijama” e não me convidar.

– Hum… – Olhei pra frente e aumentei o volume do rádio fingindo dar–me por vencida. Logo chegamos ao MarcDogs – eu adoro essa lanchonete – e Zayn fez menção de abrir a porta de vidro pra mim. – Larissa? – Perguntei surpresa por vê–la ali. Certo, algo estava acontecendo. E não acho que tem haver com aquele cartaz todo pintado com um “I” escrito, ou aquela rosa vermelha que ela segurava. Mas pera ai… GENTE, O QUE TÁ ACONTECENDO? – Zayn? – Me virei pra ele com uma sombrancelha arqueada. Certo, eu estava confusa. Zayn apenas sorriu.

–  Hey, que tal darmos uma volta? – Larissa perguntou me entregando a rosa. Eu estava completamente desnorteada, sem saber o que fazer, então apenas olhei pra Zayn pedindo socorro. E o que ele fez? Ele jogou a cabeça pra trás em direção á porta me indicando pra ir com ela. Eu devia estar com cara de pamonha, por que viu?  Larissa me olhou como se esperasse eu assentir aceitando ir com ela, e a única coisa que eu consegui dizer foi “Tá, né”. Zayn me deu um beijo demorado na testa, e Larissa seguiu porta afora, comigo atrás. Olhei mais uma vez pra Zayn, que sorria feito um bobo. Larissa abriu a porta de um taxi (que só agora eu percebi que estava lá) para mim, que entrei e fiquei observando a rosa em minhas mãos. Eu não sabia o que significava, mas algo me dizia que Niall tinha alguma coisa haver com isso. Ou tudo haver com isso. Larissa deu a volta no taxi e entrou do meu lado. Ela deu um toque no ombro do motorista, que entendeu o recado e ligou o carro.

You Got To Change Everything ( One Direction )Leia esta história GRATUITAMENTE!