Promoções

17.9K 1.6K 2K

Essa fanfic é apenas a tradução e todos os direitos são reservados à Bee.

A viagem de volta para Capua não foi rápida o suficiente para qualquer um deles. Harry e Louis só queriam relaxar e se recuperar de toda a situação. Liam ainda estava comemorando suas duas promoções. Ele não podia esperar para contar a Niall onde eles estariam indo. Ele também não podia esperar para "limpar" Veneza e torná-la a grande cidade que costumava ser.

Quando o exército finalmente chegou em casa, não houve celebrações como depois da guerra. As pessoas estavam felizes, é claro, mas sabiam que mais uma celebração seria inadequada. Na casa de campo, Zayn, Perrie e Niall estavam esperando mais uma vez seus amigos voltarem para casa. Desta vez, pelo menos, a família de Louis estava lá também.

Ele deu um gritinho quando os viu, e foi o primeiro som que ele tinha feito em todo o percurso. Louis tinha estado quieto e instável durante todo o caminho, não deixando ninguém chegar perto dele, às vezes até Harry não podia tocá-lo. Toda noite Harry iria pegar Louis em seus braços enquanto o mais novo chutava e gritava, chorando porque não conseguia dormir. Toda vez que Louis fechava os olhos, via Octavious e seus soldados batendo nele e o chamando dos nomes mais terríveis. Harry fazia o seu melhor em confortá-lo, mas parecia que nada ajudava. O rosto de Louis se iluminou ao ver sua família e foi o mais feliz que Harry tinha o visto desde que ele o salvou.

Sua mãe estava chorando, segurando as mãos das gêmeas, Mark estava apoiado em uma muleta enquanto Fizz apoiava seu outro lado, e Lottie estava com os braços cruzados e uma expressão irritada. Harry ajudou Louis levantar-se de seu lugar na carruagem e acompanhou-o até as escadas. Louis segurou com força a mão de Harry quando andavam, inclinando-se ligeiramente pelo apoio. Assim que ele estava perto o suficiente, as gêmeas soltaram as mãos de sua mãe e correram para ele.

Ele as pegou em seus braços e chorou. Chorou de alegria por vê-los novamente. Mas elas não choravam obviamente por serem muito jovens para realmente entender o que tinha acontecido. Elas só sabiam que Louis estava machucado e estavam felizes em vê-lo.

"Eu senti tanto a falta de vocês, bebês." disse Louis sem fôlego. Ele segurou-as por mais um tempo e beijou cada uma de suas cabeças antes de se voltar à sua mãe. "De todos vocês! Eu senti saudade de todos vocês."

"Estou tão feliz que você está bem, Lou." Johanna sussurrou. Ela olhou para Harry, que tinha pegado as gêmeas e estava segurando uma em cada braço. "Obrigada Harry, obrigada por trazê-lo de volta."

"Não me agradeça, eu faria qualquer coisa por ele." Harry disse.

"Harry?" Daisy guinchou. "Você ama meu irmão? Mamãe disse que você o ama."

Harry riu e beijou sua bochecha. "Mais do que eu jamais imaginei que seria possível."

"Oh." as gêmeas riram simultaneamente.

"Oh, por favor." Lottie gemeu. "Se você o amasse, você não teria deixado nada disso acontecer!"

Sua família toda engasgou e começou a se desculpar, mas Louis os fez parar. "Lottie, por favor, pare de ficar sempre contra Harry! Olhe para tudo o que ele tem feito por você, pela nossa família, por mim. Eu fugi daqui por conta própria, e ele fez o melhor que pôde."

"Tanto faz!" Lottie gritou. Ela começou a descer as escadas para a sua casa, mas Harry deu um passo em frente a ela.

"Lottie, olha, eu entendo." ele disse suavemente. "Eu sei que as coisas nem sempre foram fáceis por minha causa, mas eu amo Louis. Estou começando a amar toda a sua família, até mesmo você. Eu mudei. Dê-me uma chance."

Lottie se virou e olhou para Louis, sua família e todos os outros, de repente se sentindo culpada. Ela acenou para Harry e então pegou as gêmeas. "E-Eu sinto muito." ela sussurrou. "Venham meninas, n-nós precisamos ir para casa."

I Hunger For Your Beautiful Embrace {pt version}Where stories live. Discover now