For every story tagged #WattPride this month, Wattpad will donate $1 to the ILGA
Pen Your Pride

91

476 23 11

3ª Pessoa

Harry sai de casa com Niall, ambos com sacos que colocam na mala do carro preto. Assim que fecham a mala, ambos entram dentro do carro.

- É isso. - Josh liga o carro e acelera. - Estamos finalmente a mandar o filho da puta abaixo.

A cada minuto que passa, a antecipação constrói-se dentro de Harry e ele não pode esperar por ver Louis e acabar com ele de uma vez por todas.

Minutos depois, Josh pára o carro.

- Rapazes, vocês estão prontos?

- Pronto como nunca estive. - Guardando a arma na parte de trás das calças, Harry abre a porta do carro, seguido por Niall e Liam.

Como esperado, várias sombras lideradas por Louis acabam por se revelar.

- Tu vieste mesmo. - Louis sorri.

- Eu disse que vinha.

- E mandaste alguém vigiar a tua namorada? Eu também tenho alguns amigos meus lá. Todos eles prontos para colocar as mãos na tua namorada.

Com isso, Harry enfurece e em instantes o mundo desabou sobre os dois grupos.

Josh agarra a gola de um dos homens de Louis e bate com a base da sua arma na cabeça, mandando-o para o chão onde chuta sem parar o estômago do rapaz.

Zayn pega em dois rapazes pelo pescoço levando-os até ao chão.

Niall e Liam trabalhem em conjunto para acabar com os restantes enquanto Louis e Harry lutam a parte.

Harry bate com o joelho na barriga de Louis fazendo curvar-se até ao chão.

- Isto é por teres tido a coragem de meteres a mão na minha miúda!

Depois de ambos estarem praticamente acabados no chão, Harry pega na arma, apontando-a a Louis.

- Isto podia ter sido evitado, Louis. Eu disse-te para ficares longe da Ana, até porque eu nunca usei a Eleanor como isco.

- Harry, não! - Várias vozes são ouvidas atrás dele, mas Harry está demasiado cego com o que está a acontecer para parar.

- Diz olá ao Parker por mim no inferno.

- Eu vou ver-te lá. - Louis sussurra, sangrando da boca.

Sem pensar por um segundo, Harry puxa o gatilho disparando no peito do Louis quatro vezes.

Antes que Harry pudesse sentir-se realizado, várias luzes cegam os seus olhos.

- Coloca as tuas mãos onde eu possa vê-las. - Uma voz aguda grita perto de Harry causando o choque completo. - Agora, Styles!

Foi ai que ele percebeu a quantidade de carros da policia que o rodeavam.

Harry engole em seco ao ver os rapazes serem levados pela policia.

Levantando as mãos, ele rende-se sabendo que não há forma de fugir. Ele foi apanhado em flagrante.

- Tens o direito de te manteres calado. Qualquer coisa que digas ou faças será usado contra ti em tribunal. 








Ana

- Estás nervosa? - Pergunta a minha mãe assim que me deparo com ela.

- Não, sim. Tipo... - Rio-me, afastando o cabelo da frente do meu rosto. - Eu só quero que corra tudo bem, sabes?

- Eu sei, querida. Não tens que te preocupar, está bem? Nós estamos tão animados quanto tu.

A campainha toca e eu imediatamente levanto-me do sofá para abrir a porta aos meus tios e á Rita que foram convidados para o jantar.

- Então? - A Rita estremece devido ao frio e entra, sentando-se comigo no sofá.

Esperamos que os pais dela saiam da sala para finalmente falar-mos.

- Estou nervosa.

- Normal. - Ela encolhe os ombros.

- Daqui a nada o jantar vai ser servido. - Informa a Alice com a voz calma.

Assim que estou prestes a desligar a televisão, um sinal a vermelho, enorme interrompe o filme que estava a ver.

Um repórter aparece e imediatamente começa a falar.

- Interrompemos este programa para informar que chegou até nós á minutos atrás a noticia que um dos membros de um gangue local, Harry Styles, foi levado sobre custódia esta noite sobre a acusação de homicídio contra Louis Tomlinson. Para mais informações sobre o incidente, fiquem atentos para a conferência de imprensa dada pelo próprio governador.

Todo o sangue desaparece do meu corpo que fica dormente. O comando que tenho na mão desliza, caindo no chão.

Coloco a minha mão á frente da boca. Ouço a Rita e o Paul chamarem-me várias vezes mas eu estou chocada demais para tentar responder. É como se todas as paredes á minha volta estivessem a sufocar-me.

Pressiono a outra mão no meu peito devido à falta de ar, as lágrimas formam-se nos meus olhos acabando por cair.

Os meus olhos rolam para trás e o meu corpo cai no momento em que tento levantar-me. Alguém chama o meu nome e é tudo o que consigo ouvir antes de desmaiar.

FIM!

A segunda temporada - Danger 2 - já está a ser publicada!!! Espero que gostem.

Lot's of love!

Danger Leia esta história GRATUITAMENTE!