O autocarro para na grande casa e eu saiu do mesmo, agora estou vestida com umas calças e um top preto , tive de mudar de roupa para não parecer tão mal, são 21:00 espero que já tenham comido não gosto de aparecer a estas horas de comer mas só pode agora, bati a porta e espero que alguém a abra, logo uma senhora a abre.
- é a dona Gina ? - pergunto um pouco com receio.
- sim e tu deves ser a Mia? - ela fala e eu assinto, ela abre mais a porta e deixa-me passar.
- desculpe vir a estas horas mas o meu autocarro atrasou-se. - digo e sento-me no sofá que ela manda.
- não faz mal querida!- ela senta-se ao meu lado e começamos a falar das crianças- elas tem 4 anos mas mesmo assim tens de ter cuidado.
-eu sei disso . - ela ri mas eu fico um pouco séria.
- bem eu tenho mais dois filhos mas eles já estão grandes Sierra está com o namorado enquando o Cameron ainda estuda.- eu fico a pensar no rapaz lá da escola mas deve ser outro , a porta da casa abre e mostra a pessoa que eu estava a pensar o Cameron mas com outra pessoa uma rapriga.
- podes entrar ! - ele fala para a rapariga mas ainda não nos tinha visto.
- Cameron aqui estás tu , olha a nossa nova babysitter estávamos agora a falar de ti. - ele olha para mim e dá um sorriso de gozo.
- hum olá ! - ele diz e eu não ligo para ele.
- um vou buscar os meninos já volto ! - Gina diz e sai da sala, o Cameron diz algo a rapariga e ela sobe as escadas.
Mexo um pouco o meu corpo quando o vejo aproximar-se de mim.
- então és a minha nova baby ? - ele ri e fico séria.
- sim qual é o problema ! - falo um pouco rude.
- hum calma princesa ! - ele diz e veja a mãe a aproximar-se.
Duas crianças aparecem e ambas sorriem, para mim, dou uma festa na cabeça do menino enquanto abraço a pequena menina.
- pronto já estou a ver que vão gostar de ti , é muito raro eles aproximarem-se de alguém.
- e bom sair isso.- Cameron da um beijo a mãe e quando começa a subir as escadas troca de olhares comigo.
Que vá lá foder com a Gaja e me deixe em paz.
- então e como vão as coisas com a tua mãe ? - ela senta-se de novo. - bem quer dizer , os possíveis, o meu pai bom não está a ajudar, o divórcio está a correr mal, ele quer ficar com tudo e parece que está a conseguir.- suspiro ao lembrar-me de todas as noites que a minha mãe chora por causa dele.
- ela deve estar mal, eu tenho de lhe fazer uma visita, eu sei que ele é teu pai mas ele está a ser mau muito mau com a tua mãe.- olho para ela e dou um sorriso fraco.
Tento não falar mais no assunto não quero mesmo chorar aqui, ainda por cima a frente do Cameron sim porque ele tinha descido no momento em que uma lágrima me caiu, a rapariga saiu e prometeu voltar amanhã.
- bom vou acabar de fazer o jantar.- ela diz e levanta-se.
- então eu vou andando...- ela interrompe.
- nem pensar vai ficar cá a jantar.- ela vem ate mim.
- não eu tenho a minha mãe em casa não a posso deixar sozinha.- tento arranjar um boa desculpa que por acaso é verdade.
- ohh, eu queria que conhececes a Sierra acho que se iam dar muito bem. - espero bem que ela seja simpática.
- mas pelo menos deixa o Cameron levar-te a casa.- olho para ele e este olha para mim.
- não deixe eu vou a pé , e só 15 minutos. - esta nega com a cabeça.
- quem manda sou eu ele leva-te e prontos não se fala mais nisso. Cameron vai te calçar.- ele bufa e sai do sofá.

Passado um bocado ele volta vestido com umas calças de ganga e uma camisola branca e umas vans nos pés, ele faz sinal para sair-mos e eu vou até a porta.
- mãe eu vou sair ! Não contes comigo, eu vou leva-la! - ele meio que grita e a sua mãe diz um OK.

Saimos da sua casa e o carro estava mesmo ali, este abre-o, e eu entro, ele faz o mesmo e mete o cinto tal como eu, liga o carro e coloca música um pouco alta, algo como rap.
- onde é mesmo a tua casa ?- ele pára de cantar e vira a cara para mim.
- é na mesmo rua que a casa do kian.- ele não diz mais nada e começa a cantar outra vez.

Não dizemos nada durante o resto da pequena viagem, assim que chegamos a rua, ele começa a andar devagar para eu lhe dizer qual é.
- é aquela branca!- aponto e ele para lá.
- até segunda! - sim eu sou vou lá para casa segunda por causa dum trabalho dela.
- hum, tu não vai a festa do JC ?- ele coça a parte de trás da cabeça.
- ah sim eu vou ! Então até amanhã.- digo e saiu do carro, faço o caminho até a porta e assim que a abro este arranca.
Entro na mesma e a minha mãe está a chorar de novo na sala, quando ela vê que estou lá limpa as lágrimas e arruma um papel.
- mãe não fiques assim porfavor ! - vou até ela e abraço-a
- está tudo bem.- ela faz um sorriso fraco para me convencer.
- eu vou dormir estou cansada.
- OK eu também vou- digo.

Deito-me na cama já com o pijama vestido e pego no pc , vou as redes sociais, mas a minha preferida é o twitter , vejo alguns tweets antes de abrir as notificações, assim que abro vejo alguns da minha escola a seguirem-me, sigo os que acho mais interessantes, até que fico parva quando vejo Cameron Dallas segue você , sorri a ver que o mini bad boi sim boi seguiu-me, sigo de volta e entro na sua página, ele está aqui por causa do tweets que mandou agora.
"@/camerondallas : estive a pensar em convida-la mas séria mau, e ainda por cima esta festa está uma boa merda."
Okay que parvo, saíu do dele e vejo que o gilinsky e o Nash também me seguiram sigo de volta também os outros amigos deles. Acabo por escrever " a pessoas que não sabem o que é amar de verdade" não é indirecta para ninguém mas tive alguns rt's , vejo mais alguns tweets interessantes e desligo o PC.
Acabo por adormecer.

--------------------------------------------------

Ola novo capítulo !
Espero que gostem !
BJ

The Babysitter (Cameron Dallas)*PT*Leia esta história GRATUITAMENTE!