Capítulo 11 - O Convite

1.4K 143 52

Jack despertou e percebeu que Alex não estava ali. Decidiu tomar banho e procurá-lo, ficou com receio de ter acordado bêbado e desmaiado no corredor.

Quando ia abrir a porta, alguém bate duas vezes, Jack a abre no mesmo instante, se assustando com Alex, estava parado a sua frente e a encarava, suas bochechas estavam um pouco vermelhas e ela achou aquilo fofo, mas logo tirou isso da cabeça. Alex ficou sem graça quando ela sorriu e falou:

- Bom dia, Sr. Alexandre.

Ele limpou a garganta e sorriu de volta:

- Bom dia, Jaqueline. - Alex estava sem graça e não sabia o que dizer.

Jack suspirou:

- Está tudo bem?

Alex a olhou por um instante, ele se lembrava de algumas coisas da noite anterior, inclusive do que ela fez, sentiu vergonha e raiva de si, mas não tinha como reverter a situação. Então falou:

- Sim, eu... queria te agradecer, não tinha que ter feito o que fez.

Ela ficou vermelha, desviou os olhos e respondeu:

- Eu não poderia ter te deixado para trás... e nem a Selena. - Murmurou, envergonhada.

- Obrigado. - Ele disse com sinceridade. - Vim avisar que o voo vai sair depois do almoço, então, se quiser aproveitar um pouco, lá fora está um belo dia.

Jack sorriu ternamente.

- Obrigada... Ah, sabe onde está a Selena?

- Não a vi. Por quê?

- Ela bebeu muito.

Alex franziu a testa.

- Deve estar dormindo ainda, não se preocupe.

Jack suspirou.

- O senhor vai precisar de mim?

- Não, pode ficar tranquila. 

- Tudo bem, eu... vou ver se Selena está bem.

Alex sorriu e começou a caminhar para seu quarto, enquanto Jack ia até o quarto de Selena. Bateu duas vezes e esperou um instante até Selena aparecer toda descabelada.

- Bom dia. - Disse Jack, animada.

Selena fez careta.

- Fala baixo.

- Desculpe.

- O que você quer?

- Vim saber como você está.

- Mal.

- E avisar que vamos voltar depois do almoço.

Selena se animou de repente.

- Ah, que ótimo. - Disse, correndo para o banheiro.

- Espera, o que vai fazer?

Ela gritou do banheiro:

- Tomar banho, e você vai trocar essa roupa.

Jack franziu a testa.

- E vou vestir o quê?

- Biquíni.

Jack arregalou os olhos, nunca usou um na vida, a não ser quando criança.

- O quê? Não...

- O que foi, Jaqueline?

Ela engoliu em seco.

- Não dá para usar biquíni.

Rosas de Amor para Jack (Completa)Leia esta história GRATUITAMENTE!