42º Capitulo

Começar do início

Mas foda-se eu não vou dizer 'Zayn fica aqui, por mais que eu queira odiar-te quero que fiques aqui comigo'


"Até amanhã Emma" ele murmurou acordando-me dos meus pensamentos e saiu  fechando a porta atrás de si

As palavras estavam presas na minha garganta e eu queria ter pedido para ele ficar.


Mas eu não ia ser estupida o suficiente para isso. Nem havia sentido para ele ficar. Porque é que ele haveria de ficar?


"Ai Emma para de ser tão parva" eu falei para mim mesma e voltei a deitar-me de barriga para cima levando as mãos à cara.

Porque é que eu haveria de lhe pedir para ficar? E porque é que eu queria que ele ficasse?

Nós não somos nada um ao outro. Ele nem amigos nos deve considerar, eu não tinha o direito de lhe pedir uma coisas dessas.

"Agora és só minha bebé" ele sussurrou no meu ouvido fazendo-me estremecer com a sua frase.


 Os lábios dele voltaram a minha boca e o meu sutiã foi finalmente desapertado. Os dedos do Zayn fizeram uma das alças pretas descer por um dos meus ombros e depressa eu estava exposta para ele


Memorias da noite que eu e o Zayn tivemos antes de eu ter ido almoçar com o Dave e antes desta confusão toda apareceram na minha mente.

Eu sentia-me tão estupida e tão parva por querer que ele ficasse aqui comigo por isto.


Porque depois dessa noite eu... eu não sei eu pensei que nós realmente pudesse-mos ter alguma coisa não sei...

Eu só sei que com o Zayn tudo é tão diferente. Eu sinto-me de uma forma tão diferente. Ele faz-me sentir viva. Cada vez que estou ao pé dele, cada vez que ele me olha nos olhos, cada vez que ele chama o meu nome.

Não sei explicar mas isto tudo faz crescer uma sensação em mim. Eu realmente  gosto de quando nós estamos bem, de quando conversamos, rimos temos as nossas brincadeiras, os nossos momentos. Eu realmente gosto de tudo isso.

E só depois desta discussão eu consegui realmente perceber o impacto que ele têm sobre mim. A maneira como ele me conseguiu magoar quando me disse que eu não passava de um objeto para ele.

É  por isso que eu me sinto tão estupida por eu ter acreditado em alguma coisa que ele conseguiu destruir.

E eu não sei ao certo o que isto é mas eu neste momento só queria que ele estivesse aqui a apertar-me contra si. A sussurrar-me ao ouvido que nada de mal pode acontecer.

E foda-se se eu não me sinto uma merda.

"Assustei-te?" a voz rouca do Zayn soa perto do meu ouvido e este apoia a sua cabeça no meu ombro deixando a sua respiração bater no meu pescoço nu pelo facto de estra de cabelo apanhado, enquanto me  abraçava por trás deixando os seus braços enrolados á minha cintura


"Podes vesti-las sempre que quiseres" a voz dele sussurrou deixando o meu corpo descontrair por saber que ele não se chateou comigo. A sua cabeça aproximou-se lentamente e o meu olhar era dividido entre os seus olhos e os seus lábios "Gosto de te ver com ela vestida mais do que devia" ele sussurrou de novo contra os meus lábios e o meu coração acelerou com a sua frase.

A culpa é minha eu é que estraguei tudo ao mentir-lhe. Nós estávamos bem a culpa foi toda minha.


Fire || Z.MLeia esta história GRATUITAMENTE!