Os Deuses e seus jogos

27.3K 2.1K 4.2K

Essa fanfic é apenas a tradução e todos os direitos são reservados à Bee.

{Não deu pra revisar, se tiver muitos erros avisem :)}

A semana seguinte foi gasta com manhãs esquisitas e diferentes de qualquer coisa que as pessoas dali estavam acostumadas. Tudo estava mais leve, cheio de sorrisos e beijos de Harry. Ele tinha um fraco pelo menino mais novo, e não se importava. No entanto, se alguém o visse daquele jeito, ele iria mata-la em um segundo, nada poderia arruinar sua reputação.

Seria mais fácil esconder aqueles novos sentimentos de Harry se ele ficasse um pouco mais longe de Louis, mas não podia. Ele não queria pensar sobre o que poderia acontecer a Louis se ele fosse atacado novamente quando Harry não estava por perto. Então Harry fez o oposto de se manter longe de Louis, fazendo com que os dois ficassem mais do que o necessário juntos.

"Niall, eu tenho um novo trabalho para você, se você quiser." Harry disse. Ele estava sentado em sua mesa de jantar, tomando o seu vinho da manhã com frutas, com Niall e Louis de pé em suas posições habituais ao lado dele.

"Sim, Dominus?" Niall perguntou, olhando para Louis, que apenas deu de ombros.

"Você vai ter mais autoridade nesta casa, e mais tempo livre por causa disso." Harry continuou, tomando um grande gole de vinho. "Eu estou fazendo você o líder de meus servos."

Os olhos de Niall quase pularam para fora de seu rosto. "M-Mas e Siri, Dominus? Você não vai vendê-lo, vai?"

"Não seja tolo, Niall." Harry retrucou. "Siri tem estado nesta casa desde antes de eu nascer. Praticamente me criou. Mas está mais velho agora, e não pode controlar todos como costumava fazer. Você tem estado comigo, como minha mão direita, há um longo tempo. Eu não confiaria isso a mais ninguém."

Niall abriu a boca para dizer alguma coisa, mas depois fechou de novo. Ele repetiu isso algumas vezes. "Sim, Dominus, e-eu aceito."

"Perfeito." Harry levantou-se e os escravos recolheram os pratos sujos. "Informe à Siri das minhas novas ordens e diga que ele foi movido para a ala da costura."

"Sim, Dominus". Niall entregou os pratos para Louis e praticamente correu para fora da sala de jantar.

Harry estava sorrindo, balançando a cabeça e virou-se para olhar para Louis. "Filho de Vênus, parece que eu tenho uma um trabalho sobrando para ser o meu servo pessoal. Uma posição simples, você deve me seguir onde quer que eu vá e fazer tudo o que eu mandar."

Louis deu uma olhada em volta para se certificar de que estavam sozinhos. "Sério? Tudo? Parece ser um trabalho bem cansativo."

Harry riu e deu um passo para chegar mais perto. "Você está ficando atrevido, pequeno."

Era verdade. Louis se abria muito mais quando eles estavam sozinhos. Ele nem parecia estar preocupado com a posição de Harry. "Algo me diz que você gosta disso."

Agora, Harry estava bem na frente de Louis, e se inclinou ligeiramente, assim seus olhos estavam no mesmo nível. Pensando que ele ia selar um beijo, Louis fechou os olhos, mas Harry apenas deixou um beijinho na bochecha. "Eu tenho uma reunião agora. Termine a louça e então vá para a sala de estratégia. Espere por mim na porta. Você pode me agradecer pela sua promoção depois."

Louis estremeceu com o hálito quente em seu ouvido, e em seguida, assentiu. "Sim, Dominus".

Harry gemeu baixo quando ele assistiu Louis ir até a bancada, subconscientemente balançando os quadris. Louis poderia acidentalmente matar Harry com sua beleza.

I Hunger For Your Beautiful Embrace {pt version}Where stories live. Discover now